TSE julga na terça recurso que pode mudar composição de bancada federal do RN

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) agendou para a terça-feira (23) o julgamento do recurso do candidato a deputado federal Kecilis Alves Ribeiro, o Kerinho, que teve o registro de candidatura indeferido na eleição. O recurso pode mudar o resultado da eleição à Câmara dos Deputados caso os votos recebidos por Kerinho sejam validades.

Kerinho teve o registro indeferido porque, segundo a Justiça, deixou de apresentar “inúmeros documentos exigidos pela legislação de regência, dentre eles a carteira de identidade, o comprovante de escolaridade e certidões diversas”. O relator do caso, ministro Jorge Mussi, já negou provimento ao recurso, acompanhando posicionamento da Procuradoria-Geral Eleitoral. No entanto, a Corte do TSE vai analisar o caso.

A ação pede a validação dos votos de “Kerinho”, que teve 8.990 votos invalidados. Com a soma desses votos, na hipótese do recurso ser acatado, o resultado da eleição seria modificado. A Coligação RN 1, que somou 302.366 votos, passaria a computar 311.356 votos contra os 310.001 votos da Coligação do Lado Certo. Com isso, a vaga ficaria com o deputado Beto Rosado (PP), da coligação RN 1, enquanto o deputado federal eleito Fernando Mineiro (PT), da coligação Do Lado Certo, perderia o posto.

A sessão está marcada para as 19h e será transmitida pela TV Justiça e também pelo site do TSE.

*Tribuna do Norte