Caicó: Prefeitura poderá contratar apenados do semi-aberto

Audiência pública que tratou sobre os problemas no sistema penitenciário aconteceu na Câmara de Vereadores
Audiência pública que tratou sobre os problemas no sistema penitenciário aconteceu na Câmara de Vereadores

Na manhã desta sexta-feira (04), a Câmara Municipal de Caicó, sediou Audiência Pública que tratou da questão da segurança no município de Caicó. Na ocasião, estiveram presentes os representantes do Poder Legislativo, local, o comandante do 6º BPM, Coronel Romualdo Borges, juiz substituto da Vara Criminal, José Vieira de Figueiredo Júnior, promotor Geraldo Rufino, o prefeito Roberto Germano e representantes da sociedade civil.

Em seu pronunciamento, Roberto ressaltou que a prevenção da violência é um trabalho de todos. “A Câmara está de parabéns em discutir a segurança pública e conseguir unir a justiça, o Ministério Público, a Polícia Militar no intuito de discutir alternativas concretas de combate à criminalidade em Caicó, o que, sem dúvida, é um dever de todos”, disse.

Roberto defendeu a criação do Gabinete de Gestão Integrada e a construção do albergue. “Atualmente, quem cumpre pena no regime semiaberto, infelizmente, está exposto a qualquer tipo de situação indesejada, alguns, inclusive aproveitam a ociosidade para praticar delitos. Nós vamos pressionar o governo do estado para que esta situação seja resolvida o mais rápido possível”, acrescentou.

Enquanto o albergue não é viabilizado, Germano apresentou como alternativa imediata, a implementação de um convênio que gere ocupação para os apenados do regime semiaberto. “Hoje o município tem uma dificuldade muito grande de contratar mão de obra. Pensando nisso, vamos estudar uma modalidade de convênio em que possamos contratar apenados em regime semiaberto para trabalhar em algumas obras na cidade. Oportunizar estas pessoas é um grande passo para a ressocialização”, comentou.