Doleiro é preso em nova etapa da Lava Jato

Lúcio Bolonha Funaro, em imagem de arquivo / Foto: Divulgação
Lúcio Bolonha Funaro, em imagem de arquivo / Foto: Divulgação

Em uma semana repleta de operações, a PF (Polícia Federal) inicia esta sexta-feira (1) com mais agentes nas ruas, desta vez no âmbito da Lava Jato. A informação inicial é de que foi preso hoje de manhã, nesta 31ª fase, em São Paulo, o doleiro Lúcio Bolonha Funaro – apontado em outras ocasiões como uma pessoa bem próxima do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Esta nova etapa da Lava Jato ocorre também no Rio de Janeiro, em Pernambuco e no Distrito Federal. Os trabalhos de hoje, aliás, são baseados em uma delação premiada de Fábio Cleto, ex-vice-presidente da Caixa e indicado ao cargo por Eduardo Cunha.

JBS Friboi também seria alvo

Ouvintes da Band News FM relatam ter visto viaturas da Polícia Federal em frente ao prédio da indústria alimentícia JBS Friboi, na Marginal do Tietê, zona leste de Sâo Paulo. Também há o relato da presença de agentes da PF na esquina da Rua Turquia com a Rua Bélgica, nos Jardins, e próximo ao Colégio Visconde de Porto Seguro, no Morumbi – ambos os locais na zona sul da capital paulista. A Polícia Federal ainda não se manifestou oficialmente sobre essa 32ª fase da Lava Jato.