Duas pessoas morrem e outras sete ficam feridas a tiros na Paraíba

Ocorrência foi atendida pela Polícia
Ocorrência foi atendida pela Polícia

Nove pessoas foram baleadas na Paraíba entre a tarde e a noite desta quarta-feira (10). Entre os feridos, dois não resistiram e morreram. Em Campina Grande, uma disputa de gangues rivais terminou com um pastor evangélico e outro homem baleados. Crimes ainda foram registrados em João Pessoa, Sapé, Catingueira e Patos.

No caso que teve o pastor entre as vítimas, segundo o Centro Integrado de Informações Policiais de Campina Grande, grupos de traficantes rivais se enfrentaram no bairro das Nações, na Zona Norte da cidade. A PM informou que o religioso não tinha envolvimento com a disputa e apenas passava pelo local após concluir um retiro de carnaval. Ele foi baleado de raspão na cabeça, socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes e já recebeu alta. No tiroteio, um dos envolvidos, de 29 anos, morreu e outro foi ferido de raspão na perna. Este também já recebeu alta do Trauma. A Polícia Civil investiga a ocorrência e já tem suspeitos. Ninguém foi preso até a noite desta quarta.

Ainda em Campina Grande, um homem morreu no Hospital de Trauma momentos após ser atingido por quatro tiros, no bairro Jardim Paulistano. Um homem em um carro do modelo Saveiro Cross seria o autor do crime. Ele não foi preso.

Em Catingueira, um homem foi atingido por cinco tiros. Ele foi socorrido para o Hospital de Trauma de Campina Grande. À polícia, a vítima contou que estava em ponto de ônibus quando foi surpreendida por um bando armado com pistolas, revólveres e armas de cano longo. O homem baleado é ex-presidiário e reconheceu os suspeitos. O bando fugiu em um carro e a polícia desconhece o paradeiro do grupo.

Em João Pessoa, durante a noite, um adolescente foi baleado na cabeça na comunidade Paratibe, no bairro Valentina Figueiredo, na Zona Sul da cidade. De acordo com policiais do 5º Batalhão da PM, não havia suspeitos. O menor foi socorrido em estado grave para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena e foi direcionado para o bloco cirúrgico da unidade. A instituição não divulgou detalhes sobre o quadro clínico dele.

Em Sapé, na Zona da Mata, a 42 km da Capital, um outro adolescente de 17 anos sofreu três tiros, sendo atingido duas vezes nas nádegas e uma vez nas costas. A PM informou que profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência consideraram que a vítima não corria risco de morte. O garoto também foi levado ao Trauma de João Pessoa. Não havia suspeitos pelo crime.

Em Patos, no Sertão, a 307 km de João Pessoa, um jovem sofreu um disparo em uma das pernas no bairro São Sebastião. Ele foi socorrido para o Hospital Regional da cidade e, conforme a PM, não corria risco de morte. Policiais relataram que uma dupla de moto teria efetuado o disparo, mas a vítima não identificou os criminosos e disse que não tinha envolvimento com a criminalidade.

Segundo o Portal Correio, na mesma cidade, durante a tarde, um homem sofreu três tiros no tórax no Bairro dos Estados. Também neste caso, uma dupla que trafegava em uma motocicleta seria a autora da ocorrência. A PM informou que o ferido já estava fora de perigo. Ninguém foi preso.