Márcia Maia participa de reunião para discutir situação de CDP em São Paulo do Potengi

Márcia Maia participou de reunião em São Paulo do Potengi
Márcia Maia participou de reunião em São Paulo do Potengi

A luta contra a ampliação do Centro de Detenção Provisória de São Paulo do Potengi, que funciona ao lado de três escolas da cidade, ganhou um novo capítulo nesta segunda-feira (06). O assunto foi tema de uma audiência da deputada estadual Márcia Maia, o prefeito do município, Naldinho, comissão de vereadores e o secretário-adjunto da Justiça e Cidadania (Sejuc), Rodrigo Silva.

Na oportunidade, foi discutida alternativas para evitar a ampliação da unidade que, segundo informações dos representantes da cidade, detêm cerca de 60 presos, excedendo a capacidade máxima do Centro – que possui apenas um agente penitenciário.

A preocupação da comunidade é de que a unidade que já funciona com superlotação, seja ampliada para ter o problema também ampliado, oferecendo mais riscos à segurança da população, dentre eles alunos, professores e corpo pedagógico das unidades de ensino no entorno do CDP. “Não adianta apenas construir ou ampliar presídios, é preciso estudar e planejar para que os investimentos sejam feitos de forma eficiente. A intenção é resolver um problema, não criar outros para a população dos municípios que recebem as unidades”, ponderou Márcia.

Um relatório, que tem o apoio de 60 instituições contra a ampliação do CDP de São Paulo do Potengi, deverá ser entregue a SEJUC ainda esta semana. Logo após avaliação dos dados entregues no documento, a secretária deverá realizar um novo encontro com a comissão para discutir os detalhes apresentados.