Promotor Vicente Elísio de Oliveira Neto, se mostra preocupado com falta de leitos de UTI em-Caicó – (Foto: Sidney Silva)

O promotor Vicente Elísio de Oliveira Neto, concedeu entrevista ao Blog Sidney Silva, neste final de semana aonde questiona o fato de a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte, ter deixado durante a pandemia do coronavírus, a cidade de Caicó, sem leitos de Unidade de Terapia Intensiva UTI, para outras urgências que não sejam Covid-19.

No Plano Regional de Contingência para o Enfrentamento da Infecção Humana pelo novo Coronavírus feito para ser aplicado na região Seridó, consta que os pacientes com outros problemas de saúde, devem ser encaminhados para o Hospital Mariano Coelho, em Currais Novos, como já foi determinado que acontecesse neste final de sema com um paciente idoso. A família protestou.

Diante da pandemia de coronavírus, as autoridades de saúde definiram ainda que o Hospital do Seridó, servirá de retaguarda para internações clínicas de pacientes com outras etiologias. O Hospital de Currais Novos ainda vai receber gestantes em trabalho de parto com suspeita ou confirmação de COVID-19.

Os leitos existentes na Escola Multicampi de Ciências Médicas – EMCM/UFRN e o Hospital de Oncologia do Seridó – Liga Norte Riograndense Contra o Câncer, em Caicó, também serão usados para pacientes com suspeita ou confirmados com o coronavírus.

O promotor Vicente Elísio diz na entrevista que as decisões de deixar Caicó sem leitos de UTI para outras doenças que não sejam o Covid-19, foi um equivoco. Ele espera que em reunião do Conselho de Saúde, que acontece nesta segunda-feira (13) em Natal, a situação seja contornada.

Um fato chamou a atenção do representante ministerial. Ele disse que recebeu informação de que leitos de UTI não poderiam ser instalados no Hospital do Seridó, por exemplo, pois lá não tinha tubulação para os gazes usados no referido setor. O promotor lembra que o estádio Arena das Dunas em Natal, aonde vai ser construído um Hospital de Campanha, também não tem e mesmo assim, terá instalados leitos de UTI.

Back To Top