Operação Impacto da Polícia Civil prende mais um suspeito com armas e munições Total de 10 pessoas presas

Operação Impacto da Polícia Civil prende mais um suspeito com armas e munições
Operação Impacto da Polícia Civil prende mais um suspeito com armas e munições

Na manhã desta quinta-feira (09), foi deflagrada a 3a fase da Operação Impacto, oriunda de uma investigação da 1a. Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim, que resultou na prisão de mais um suspeito que estava com armas e munições. Desde o começo da Operação, que iniciou-se no dia 21 de fevereiro, já foram presas 10 pessoas e apreendidos dois adolescentes. O objetivo da Impacto é prender suspeitos envolvidos com os crimes de posse e porte irregular de arma de fogo, tráfico de drogas, associação criminosa e receptação que estavam agindo em Parnamirim.

O décimo homem detido na Operação foi Ney Isaías de Macedo, 48 anos, preso em flagrante na cidade de São José do Mipibu. A ação, que contou com apoio da Delegacia de São José do Mipibu e da 4a. Delegacia de Polícia de Natal, conseguiu apreender com o suspeito uma pistola e um revólver, além de vasta quantidade de munições dos calibres 157, 380, 26 e 38. “Ney Isaías será autuado pelo crime de posse irregular de arma de fogo. Além disto, nós estamos investigando o envolvimento dele com o crime de comércio ilegal de arma de fogo”, afirmou o delegado Júlio Lima.

Prisões anteriores – No dia 07 de março foi deflagrada a 2a. Fase da Impacto. Foram presos em flagrante cinco homens e apreendidos dois adolescentes suspeitos pela prática dos crimes de tráfico de drogas, posse irregular de arma de fogo e associação criminosa. Os policiais civis conseguiram apreender com os suspeitos três espingardas, três revólveres, munições (para armas dos calibres 38, 32, 12, 380 e 762),duas motocicletas roubadas, R$ 1.747, nove tabletes de maconha e drogas fracionadas para venda. As prisões foram efetuadas em bairros da cidade de Parnamirim.

No dia 21 de fevereiro foi deflagrada a 1a. Fase da Impacto. Neste dia, a equipe da 1a. DP de Parnamirim, com apoio da ROCAM, prendeu quatro pessoas em flagrante delito: Wendel Tales Nascimento Barros (conhecido por Nito), José Jonathan Costa Damasceno, Keila da Silva Machado e João Paulo Alves de Freitas. A ação resultou na apreensão de vasta quantidade de drogas (cocaína e crack), uma pistola calibre .40, uma espingarda calibre 12 e diversas munições de vários calibres, além de apetrechos outros usados no tráfico de drogas. Os investigados foram autuados por tráfico de drogas, associação ao tráfico, posse e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, falsidade ideológica e uso de documento falso. As prisões ocorreram nos bairros de Nova Esperança e Centro de Parnamirim.