PM prende homem por porte ilegal de arma de fogo em Belém do Brejo do Cruz/PB

Arma e munições apreendidas em Belém de Brejo do Cruz

Na manhã desse domingo (02), policiais militares da 2ª Companhia do 12º Batalhão, prenderam um homem por porte ilegal de arma de fogo em Belém de Brejo do Cruz/PB.

A Guarnição realizava rondas no Bairro Miguel Batista, quando se depararam com um homem em atitude suspeita, que ao ver a viatura tentou dissimular e entrou na casa de uma popular na tentativa de esconder um revólver calibre .38 com 6 munições intactas que portava.

Os policiais, rapidamente realizaram a abordagem. O homem de 28 anos foi preso em flagrante. O suspeito foi conduzido para a delegacia de Polícia Civil, em Catolé do Rocha.

Catolé Agora


Prefeito de Belém do Brejo do Cruz tem 72hs para explicar aumento de salários de secretários

Prefeito Evandro Maia Pimenta, de Belém do Brejo do Cruz

O juiz da 38ª Zona Eleitoral da Paraíba, Renato Levi Dantas Jales, acolheu pedido formulado pelo Diretório Municipal do Partido Socialista Brasileiro – PSB em Belém do Brejo do Cruz (PB) e determinou que o Prefeito Evandro Maia Pimenta, apresente, em 72 horas, os contracheques dos secretários municipais e explique o porquê do aumento repentino dos seus salários. O despacho foi lançado nos autos da representação eleitoral nº 0600032-15.2020.6.15.0038.

Por outro lado, é necessário se perquirir e esclarecer a variação dos rendimentos, fato que deveria ter sido juntado na peça contestatória. Não o fazendo, aplico o art. 373, § 3º, II do CPC e determino que o representado junte em 72hs os contra-cheques dos secretários mencionados na inicial referente ao ano de 2020, especificando as verbas e o porquê do valor total”, disse o magistrado no despacho.

Na representação, o PSB questiona o fato de que, apesar dos salários dos secretários municipais de Belém do Brejo do Cruz terem sido fixados em R$ 1.800,00 (um mil e oitocentos reais) em janeiro de 2020, todos eles passaram a receber cifras bem maiores desde então, havendo casos de secretários que têm recebido quase R$ 8.000,00 (oito mil reais) por mês.