Covax Facility: 220 mil doses de vacinas chegam hoje ao Brasil

(Foto: Jovem Pan)

Está prevista para as 17h de hoje (1º) a chegada de 220 mil doses da vacina Oxford/AstraZeneca importadas por intermédio do consórcio Covax Facility, coordenado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Os imunizantes serão desembarcados no Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Amanhã (2), uma nova remessa desse imunizante, também obtida junto ao Covax Facility, chega a São Paulo, com mais 3,8 milhões de doses. Com isso, completam-se os 4 milhões de doses previstos para maio anunciados pelo Ministério da Saúde.

O Covax Facility é uma aliança internacional da OMS que tem como principal objetivo acelerar o desenvolvimento e a fabricação de vacinas contra a covid-19 e garantir acesso igualitário à imunização. O Brasil tem direito a 10,5 milhões de doses. Em março, foi enviado um total de 1 milhão de doses da vacina Oxford/AstraZeneca, cujos lotes foram fabricados na Coreia do Sul pelo laboratório BK Bioscience.


Doses de vacina adquiridas através do consórcio Covax Facility chegam ao Brasil

Chegada das vacinas Covax Facility ao Brasil

O Brasil recebeu neste domingo (21) mais de 1 milhão de doses da vacina contra a Covid-19 fabricada pela AstraZeneca/Oxford. No total, 1.022.400 doses de imunizantes adquiridos por meio do Covax Facility chegaram ao aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, por volta de 17h30, na primeira entrega feita pelo consórcio ao país.

O acordo do Brasil com o consórcio, que é uma iniciativa liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), prevê mais de 42 milhões de doses neste ano.

O Fundo Rotatório da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), responsável pela aquisição via Covax Facility das vacinas contra a Covid-19 para os países das Américas, enviou ao Brasil as doses da vacina AstraZeneca/Oxford, fabricada pelo SK Bioscience, da Coreia do Sul.

A vacina AstraZeneca fabricada pelo SK Bioscience é do mesmo tipo que a fabricada no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que teve o registro definitivo concedido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) neste mês.

Os imunizantes desembarcaram no Brasil por volta das 18h deste domingo (21), no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

Segundo o cronograma do Ministério da Saúde, 575,9 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 serão entregues até o fim de 2021.

Neste domingo, o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, afirmou ao colunista da CNN Igor Gadelha que o Brasil deve dobrar o número de vacinados na próxima semana, após solicitação da pasta para que todas as vacinas estocadas em secretarias de Saúde sejam usadas como primeira dose.

CNN Brasil