Mulher que esfaqueou caicoense até a morte em João Pessoa/PB responde por dois assassinatos no RN

Marilene da Silva Ramos está presa na Paraíba

A Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (DCCPES) de João Pessoa/PB concluiu nesta segunda-feira (29), o inquérito instaurado em desfavor da paulista, Marilene da Silva Ramos, de 45 anos, pela prática de feminicídio contra sua própria companheira, a caicoense, Gilimara Santos, além de dupla tentativa de homicídio por envenenamento contra o sobrinho e a mãe da vítima. O fato ocorreu no Bairro de Gramame, em João Pessoa, no dia 20 de março.

Na investigação, presidida pelas delegadas, Emilia Ferraz e Vanderleia Gadi, a Polícia Civil da Paraíba descobriu fortes indícios de que Marilene teria assassinado outras duas pessoas no estado do Rio Grande do Norte.

Como o Blog Sidney Silva tinha adiantado, a assassina responde a processo por crime de morte registrado no Rio Grande do Norte, no ano de 2011. Seu então companheiro, José Edilson dos Santos, foi dopado e teve o corpo queimado dentro de um carro. Para a prática desse crime, ela teria tido a ajuda de Valdivan Sales da Costa. Em razão desse crime foi expedido mandado pela Comarca de Santo Antônio/RN, inclusive, foi por força desse que ela foi detida na Paraíba.

Aprofundando a investigação, a Polícia Civil descobriu que ela pode estar envolvida em outro assassinato. Em 2014, na cidade de Natal (RN), Marilene teria matado seu comparsa, Valdivan, muito provavelmente envenenado, segundo informações colhidas junto à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Rio Grande do Norte.


Mulher que matou caicoense com 96 facadas na Paraíba era procurada por assassinato de amante no RN

Marilene Ramos matou o amante na cidade de Serrinha/RN

A mulher presa na manhã desta segunda-feira (22), na cidade de Campina Grande/PB, acusada de matar sua companheira, a caicoense, Gilimara Santos, com 96 golpes de faca, crime ocorrido na cidade de João Pessoa, na manhã de sábado, dia 19, Marilene da Silva Ramos, de 45 anos, é natural de São Paulo/SP e contra ela, já existia um mandado de prisão preventiva em aberto por crime de homicídio praticado em 2011, na zona rural de Serrinha/RN.

O Blog Sidney Silva conseguiu apurar com a Polícia Civil do Rio Grande do Norte, que Marilene Ramos, junto com um namorado, matou José Edmilson dos Santos, também conhecido como “Pequeno”, que era seu amante. O corpo foi encontrado carbonizado dentro de um carro na comunidade rural “Pimentas”. A dupla também teria usado um saco para asfixiar a vítima. Os exames da perícia técnica confirmaram ainda que o homem assassinado foi dopado com rivotril. Desde o ano do fato ela estava foragida da polícia.

Sua prisão em Campina Grande aconteceu por força do mandado de prisão oriundo da comarca de Santo Antônio/RN. Em João Pessoa, ela foi autuada em flagrante por homicídio (contra Gilimara) e por tentativa de homicídio (contra a mãe e o sobrinho de Gilimara).