PF prende traficante do cartel de Medellin na Baixada Fluminense

Colombiano integrava lista da Difusão Vermelha da Interpol – (Foto: Marcelo Camargo/ABr)

Policiais federais prenderam hoje (2) em Duque de Caxias, Baixada Fluminense, um cidadão colombiano de 36 anos, que integrava a lista da Difusão Vermelha da Interpol, na Operação Fox Andino. O preso foi condenado em 2019 pelo crime de tráfico de drogas e associação criminosa para o tráfico da cidade de Medellin, na Colômbia, e para a Flórida, nos Estados Unidos, entre os anos de 2015 e 2016.

De acordo com informações das autoridades norte-americanas, mesmo foragido, o preso coordenava a logística da compra, venda e transporte de cocaína, morfina, heroína e metanfetamina destinadas ao tráfico internacional de drogas e recebia vultosa quantia de dinheiro proveniente dessas operações.

A Polícia Federal no Rio informou que o pedido de prisão preventiva para fins de extradição foi feito pelo Escritório Central Nacional da Interpol em Brasília, baseado nas informações da Difusão Vermelha incluídas pelas autoridades da Flórida.

A localização e prisão do estrangeiro foram feitas pelos policiais federais do Núcleo de Cooperação Policial Internacional, com o apoio da equipe lotada na Delegacia de Repressão a Entorpecentes e do Centro de Cooperação Policial Internacional do estado. O foragido foi localizado em sua residência, em Duque de Caxias.

O mandado de prisão preventiva para fins de extradição, expedido pelo Supremo Tribunal Federal, foi devidamente cumprido e, após as formalidades de praxe, o colombiano será encaminhado ao sistema prisional carioca até a extradição definitiva para os Estados Unidos, declarou a PF em nota.

Agência Brasil


PF apreende dinheiro falsificado remetido via postal para cidades do interior do RN

A Polícia Federal prendeu em flagrante na tarde da última sexta-feira (23), em duas cidades do interior do Rio Grande do Norte, dois homens, de 22 e 23 anos, respectivamente, quando estes recebiam através dos Correios, R$ 1 mil, cada, em cédulas falsificadas.

Brejinho

A primeira prisão aconteceu em Brejinho, na Região Agreste Potiguar, no momento em que o suspeito foi detido ao sair da agência após ter recebido um envelope com o dinheiro fracionado em notas de R$ 100.

Abordado, ele confessou que havia adquirido as cédulas falsas por intermédio de um desconhecido a partir de um grupo existente em um aplicativo de mensagens.

O homem recebeu voz de prisão e seguiu conduzido para a Superintendência da PF em Natal, onde foi autuado pelo crime de moeda falsa.

Ipanguaçu

Já a segunda prisão aconteceu no município de Ipanguaçu, na região do Vale do Açu, em situação bem parecida. O acusado foi detido no momento em que deixava a agência dos Correios levando um envelope lacrado que acabara de receber. Ele não reagiu e de imediato confessou a posse do dinheiro falso. Ao ser aberta, a correspondência continha um total de 20 notas de R$ 50.

Em sua defesa, o homem declarou que havia sido “contratado” por um desconhecido, sob promessa de gratificação, caso recebesse e lhe repassasse aquela correspondência.

Conduzido para autuação na sede da delegacia da PF em Mossoró e indiciado em crime de moeda falsa, o homem ali permanece custodiado, à disposição da Justiça.


PF prende em Natal sueco procurado pela Interpol

Prisão aconteceu em Natal

A Polícia Federal, através da sua representação da Interpol, prendeu na tarde da última sexta-feira (23), em Ponta Negra, Zona Sul de Natal, um cidadão sueco, 42 anos, em cumprimento a um mandado de prisão, para fins de extradição, expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

O nome do estrangeiro havia sido incluído na lista de Difusão Vermelha da Interpol pela Espanha e o pedido de prisão preventiva foi apresentado pela Organização Internacional de Polícia Criminal.

O extraditando era considerado fugitivo e agora vai responder por suposto envolvimento com tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, cujos crimes teriam sido praticados entre os anos de 2019 e 2020, na Europa.

O homem se encontra custodiado na Superintendência da Polícia Federal, onde aguardará a tramitação do processo de extradição.


Polícia Federal e Polícia Militar interceptam carga com cerca de 620 kg de drogas no Sertão da Paraíba

Material apreendido pela Polícia Federal em Cachoeira dos Índios

A Polícia Federal, em operação conjunta com apoio da Polícia Militar, através do Batalhão de Operações Especiais (Bope), interceptou e apreendeu uma carga com cerca de 624 kg de droga em um caminhão, na tarde desta terça-feira (6), em Cachoeira dos Índios, no Sertão da Paraíba.

A ação policial contou com o uso de um cão farejador do Bope, que identificou a droga oculta em paredes falsas da estrutura do baú do veículo. Foram encontrados tabletes de maconha, skank e crack. Veja o vídeo abaixo:

O veículo foi interceptado na zona rural do município de Cachoeira dos Índios, próximo à divisa com o estado do Ceará.

O motorista do veículo têm 42 anos de idade e foi preso.

Ainda durante a operação, uma pistola calibre 9 milímetros que estava no fundo falso junto com as drogas, também foi apreendida.

Todo o material e o suspeito preso foram levados para a Delegacia da Polícia Federal na cidade de Patos, onde os entorpecentes foram pesados. O caso segue para investigação.

Click PB


PF prende em Pau dos Ferros suspeito de integrar facção criminosa no RN

Armas e outros objetos foram apreendidos pela Polícia Federal

A Polícia Federal prendeu em flagrante nesta terça-feira, 30/3, em Pau dos Ferros/RN, Região do Alto Oeste Potiguar, um homem de 20 anos, suspeito de liderar célula criminosa de uma facção paulista no Rio Grande do Norte. Além disso, ele possuía dois mandados de prisão preventiva em aberto expedidos pela 3ª Vara daquela Comarca, por homicídio e tentativa de homicídio.

No local da sua prisão, enterrados nos fundos de uma residência, também foram encontradas duas armas de fogo, drogas e petrechos utilizados para o tráfico.

Após a prisão, o homem foi conduzido para a Delegacia da Polícia Civil de Pau dos Ferros para a lavratura do procedimento devido.

Na ação, a PF contou com apoio do Grupamento Tático Operacional (GTO) da 1ª Companhia do 7° Batalhão da Polícia Militar.

Este foi mais um trabalho concluído com êxito pela Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado em Mossoró, coordenada pela Polícia Federal e composta por policiais federais, policiais civis, policiais militares e policiais penais federais e estaduais, atuando em colaboração com a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI).

A Força-Tarefa disponibiliza e conta com a colaboração da população através do telefone (84) 3323.8300, bem como do WhatsApp (84) 9218.0326, que são os canais indicados para recebimento de informações, denúncias de crimes, etc, sendo o sigilo do denunciante plenamente preservado.


PF prende em Natal suspeito de receber dinheiro falso pelos Correios

Dinheiro falso foi enviado pelos Correios

A Polícia Federal prendeu em flagrante na última segunda-feira, 29/3, em Natal, um auxiliar de serviços gerais, 25 anos, acusado do crime de moeda falsa. Com ele foram encontrados R$ 800,00 em cédulas de R$ 50 e R$ 100.

A ação aconteceu após os policiais se dirigirem até a agência dos Correios, no bairro do Tirol, zona leste da capital, para averiguar a informação de que um homem iria receber correspondência contendo possível material ilícito enviado do estado de Minas Gerais. Minutos depois, o suspeito compareceu ao local e foi abordado quando recebia o envelope.

Inicialmente perguntado sobre o que continha aquilo que lhe foi endereçado, o homem disse não saber, mas ao ser aberto na presença de testemunhas, o dinheiro falsificado foi encontrado.

De imediato, ele recebeu voz de prisão e foi conduzido para autuação na sede da PF em Lagoa Nova.

Durante o seu depoimento, confessou que havia adquirido as cédulas através de uma pessoa desconhecida com quem manteve contato a partir de um grupo formado em um aplicativo de mensagens e que teria sido a primeira vez que se envolveu com esse tipo de transação ilícita.
O crime de moeda falsa prevê, em caso de condenação, reclusão de três a doze anos, além de multa.

O suspeito encontra-se custodiado na Superintendência da Polícia Federal, à disposição da Justiça.


Operação da PF investiga arrombamento na agência dos Correios de Martins/RN

Agência dos Correios de Martins foi arrombada em 2019

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (23), a Operação Key Wall com o objetivo de identificar a autoria do furto mediante arrombamento praticado no dia 24/01/2019 contra a agência dos Correios de Martins/RN.

Estão sendo cumpridos dois mandados de busca e apreensão expedidos pela 12ª Vara Federal em Pau dos Ferros/RN, nas cidades de Mossoró/RN e Natal/RN.

De acordo com a comunicação de delito encaminhada pelos Correios, aquela ação criminosa ocorreu durante a madrugada, onde pelo menos quatro suspeitos arrombaram a parede da agência e subtraíram significativa quantia existente no interior do cofre.

Todos os investigados possuem antecedentes criminais, mas a PF não descarta a participação de outros indivíduos no crime em apuração. Dos envolvidos, um encontra-se preso no Sistema Penal do Rio Grande do Norte, outro foi assassinado, e os demais são destinatários dos mandados de busca hoje cumpridos.

A ação teve apoio da Força-Tarefa, composta por policiais federais, policiais civis, policiais militares e policiais penais federais, atuando em colaboração com a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJ).

A Força-Tarefa conta com a colaboração de todos por meio do telefone (84) 3323-8300 e o WhatsApp (84) 9218-0326, canais indicados para recebimentos de informações, denúncias de crimes, preservando-se sigilo da fonte.


Caicó: Polícia Federal investiga dispensa de licitação em obras iniciadas em gestão passada

Policiais federais realizaram diligências em Caicó

Policiais federais realizaram diligências na cidade de Caicó/RN, nesta quarta-feira (24), em investigação sobre dispensas de licitações realizadas por ex-prefeito.

Os policiais estiveram no prédio que foi construído para ser a Unidade de Pronto Atendimento – UPA, localizado no Bairro Salviano Santos, e nas Unidades Básicas dos Bairros, Frei Damião e Boa Passagem.

Secretários da atual gestão, acompanharam os federais nas diligências e repassaram todas as informações solicitadas.


Dupla presa com Ecstasy em Caicó é encaminhada ao presídio

Clélio estava com outro homem

A ação que prendeu o caicoense, Clélio José de Sena Filho, juntamente com o mossoroense, Antônio Alexandre Tavares, foi registrada no final da manhã desta terça-feira (09). Eles foram detidos nos Correios, portando cerca de 500 comprimidos de Ecstasy.

A Polícia Federal agiu com o apoio da Polícia Civil.

Depois de autuados na Delegacia, os dois foram conduzidos à Penitenciária Estadual do Seridó, onde ficam a disposição da Justiça.


Polícia Federal prende nos Correios em Caicó dupla com 500 comprimidos de Ecstasy

Comprimidos de Ecstasy apreendidos pela PF

A Polícia Federal, com apoio da Polícia Civil, prendeu em flagrante na tarde desta terça-feira (9/2), em uma agência dos Correios na cidade de Caicó/RN, dois homens de 38 e 39 anos, respectivamente, acusados de tráfico de drogas. Com eles foram apreendidos aproximadamente 500 comprimidos com característica de ecstasy.

A ação teve início quando a PF, utilizando o auxílio de cães, realizava inspeção nas encomendas postais no centro de distribuição dos Correios em Natal e detectou um pacote suspeito enviado de São Paulo que tinha como destinatário uma pessoa em Caicó.

PF usou cães farejadores para encontrar a droga

Os policiais então se deslocaram até aquela cidade e aguardaram a encomenda ser retirada, oportunidade em que dois homens apareceram e foram abordados no momento em que tentavam deixar a agência. De imediato o pacote foi aberto e continha um carrinho de brinquedo que trazia camuflado na carroceria, um saco plástico com os comprimidos.

Os homens receberam voz de prisão e ao serem identificados, um dos envolvidos apresentou documentação falsa. Eles foram conduzidos e autuados na Delegacia da Polícia Civil.

Indiciados por tráfico interestadual de drogas e um deles, também por uso de documento falso, os acusados encontram-se custodiados na Delegacia da Polícia Civil de Caicó, à disposição da Justiça.


PF prende homem quando recebia cocaína via Correios em Natal

Cão farejador ajudou a encontrar a droga

A Polícia Federal prendeu em flagrante na tarde desta sexta-feira (05), em uma agência dos Correios em Natal, um homem de 45 anos acusado de tráfico de drogas. Com ele foram encontrados 4,38 kg de cocaína.

A ação aconteceu quando os policiais, contando com o auxílio de cães farejadores, realizavam inspeção de rotina no depósito da agência Câmara Cascudo, oportunidade em que dois pacotes enviados do estado do Acre levantaram suspeitas de conter drogas.

A equipe da PF ficou então aguardando a retirada das encomendas e quando o homem apareceu para recebê-las foi de imediato abordado. Ao serem abertos, os pacotes continham no seu interior, duas caixas de som recheadas de cocaína. Diante do fato, o suspeito recebeu voz de prisão e foi conduzido para autuação na sede da PF.

Durante o seu interrogatório, o preso alegou que não sabia o que continha nas duas encomendas recebidas, pois teria ido apenas “prestar um favor a um conhecido”.

Indiciado por tráfico interestadual de drogas, o acusado encontra-se custodiado na Superintendência da PF, à disposição da Justiça.


PF combate fraudes em licitações, corrupção e desvios de recursos públicos em prefeitura do RN

Operação acontece nesta sexta-feira no RN

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (5/2), a 2ª Fase da Operação Guaraíras destinada a apurar fraudes em licitações promovidas por prefeitura, bem como, atos de corrupção e desvios de recursos públicos.

Cerca de 21 policiais federais cumprem cinco mandados de busca e apreensão, sendo dois em Natal e três em Vera Cruz/RN.

A operação teve início com a notícia de que um engenheiro civil, já processado e condenado por fraudes em licitações e desvios de recursos pela Justiça Federal, continuava praticando crimes.

Com o prosseguimento das diligências não só foram confirmadas as suspeitas, como também se tornou possível identificar dois grupos distintos que agiam no estado do Rio Grande do Norte fraudando licitações, seja para obras de engenharia ou para o serviço de transporte escolar.

Objetivando instruir as investigações, no dia 18 de setembro de 2018, foram cumpridos mais de 30 mandados de busca e apreensão nas cidades de Natal, Paramirim, Macaíba, Arês, Passagem, Pedra Grande, Lagoa D’anta, Campo Grande, Goianinha, Monte Alegre, Lagoa de Pedras e Currais Novos, sendo que, após análise do material apreendido, novas condutas criminosas foram identificadas, desta feita, na prefeitura de Vera Cruz/RN, razão pela qual houve a necessidade da instauração de um novo inquérito policial e de se fazer representação por busca e apreensão ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

As buscas realizadas no dia de hoje têm como finalidade reunir provas dos delitos sob apuração e apreender valores desviados. Não haverá entrevista coletiva.


Polícia Federal prende no Ceará foragido do Sistema Prisional do RN

Policiais federais da Delegacia da PF em Mossoró/RN prenderam na última terça-feira, 2/2, em um hotel de luxo localizado na cidade de Icapuí/CE, um homem de 23 anos, condenado a 7 anos de prisão por crimes de roubo e tráfico de drogas. Ele era foragido do Sistema Prisional do RN desde agosto de 2020 e tinha dois mandados de prisão em aberto expedidos respectivamente pela Vara de Execução Penal e 2ª Vara Criminal da comarca de Mossoró.

No momento da abordagem o apenado não esboçou reação e após vistoria nos seus pertences foi apreendida uma pequena quantidade de maconha. Após a prisão, ele seguiu conduzido para a Cadeia Pública de Mossoró, onde permanece custodiado à disposição da Justiça.

Este foi mais um trabalho concluído com êxito pela Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado, coordenada pela Polícia Federal e composta por policiais federais, policiais civis, policiais militares e policiais penais federais, atuando em colaboração com a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI).

A Força-Tarefa disponibiliza e conta com a colaboração da população através do telefone (84) 3323.8300, bem como do WhatsApp (84) 9218.0326, que são os canais indicados para recebimento de informações, denúncias de crimes, etc., sendo o sigilo do denunciante plenamente preservado.


PF prende no RN homem procurado pela justiça de Goiás

Ação da Polícia Federal aconteceu na região Oeste do estado

A Polícia Federal prendeu na última terça-feira (26), em São Miguel, na Região do Alto Oeste Potiguar, um homem de 46 anos, condenado a uma pena de 9 anos de prisão pela 3ª Vara Criminal de Goiânia/GO, por crime de tráfico de drogas. Ele se encontrava foragido desde o ano de 2018. Na ação, a PF contou com apoio da Polícia Militar (7º BPM).

Após a detenção, o apenado foi conduzido para a Cadeia Pública de Pau dos Ferros/RN, onde permanece custodiado à disposição da Justiça.

Este foi mais um trabalho concluído com êxito pela Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado, coordenada pela Polícia Federal e composta por policiais federais, policiais civis, policiais militares e policiais penais federais, atuando em colaboração com a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI).


Operação Vernissage é a 79ª fase da Lava Jato deflagrada nesta terça (12) pela PF

Polícia Federal deflagra 79ª Fase da Operação Lava Jato – Operação Vernissage

A Polícia Federal, em cooperação com o Ministério Público Federal e a Receita Federal, deflagrou na manhã de hoje (12/01) a 79ª Fase da Operação Lava Jato, denominada “VERNISSAGE”.

Cerca de 70 policiais federais e 10 auditores da Receita Federal cumprem 11 mandados de Busca e Apreensão, em Brasília/DF (2), São Luís/MA (3), Angra dos Reis/RJ (1), Rio de Janeiro/RJ (3) e em São Paulo/SP (2). Os mandados judiciais foram expedidos pela 13ª Vara Federal em Curitiba/PR.

Durante as investigações da Operação Lava Jato, foi identificada uma Organização Criminosa voltada a fraudar o caráter competitivo das licitações, mediante o pagamento de propina a altos executivos da Petrobras, bem como a outras empresas a ela relacionadas, como a Transpetro. O então diretor da Transpetro, no período de 2003 a 2014, seria indicação política no esquema criminoso que dividia os altos cargos da Petrobras e subsidiárias.

Continue lendo

Polícia Federal combate fraude na concessão de benefícios previdenciários no RN

Policiais cumpriram mandados nesta terça

A Policia Federal, em ação conjunta com a Coordenação Geral de
Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) e integrantes da Força-Tarefa Previdenciária e Trabalhista no RN, deflagrou na manhã desta terça feira, 8/12, a Operação Cubo de Rubik II, objetivando desarticular um esquema criminoso que se utilizava de documentos falsos com a finalidade de obter benefícios previdenciários.

Cerca de 12 policiais federais cumprem três mandados de busca e apreensão na cidade de Areia Branca/RN, na região da Costa Branca potiguar.

Esta é a segunda fase da operação deflagrada em outubro de 2019, quando foi identificada, durante as investigações, a utilização de registros civis falsos com intuito de criar dependentes fictícios, como por exemplo, filho menor de idade, e requerer benefício previdenciário da espécie pensão por morte.

O total de benefícios fraudulentos apurados até agora já causou um prejuízo aproximado de R$ 200 mil aos cofres públicos e, considerando que tais benefícios seriam pagos até os dependentes atingirem a maioridade, o montante ultrapassaria o valor de R$ 1 milhão.

Com esta nova etapa da Operação Cubo de Rubik, a Polícia Federal busca aprofundar ainda mais as investigações e, identificar outros benefícios concedidos por meio de fraude.


Polícia Federal deflagra operação para combater corrupção na OAB em SP

Depois de receber uma denúncia de um advogado que disse ter sido vítima de uma tentativa de pagamento de propina, a Polícia Federal deflagrou, hoje (17) uma operação para apurar crimes de corrupção praticados na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional São Paulo. As investigações iniciaram em setembro deste ano, após a denúncia.

Continue lendo

Operação contra corrupção em Extremoz apreende 70 mil reais, 996 dólares e 2.865 euros

Dinheiro apreendido pela Polícia Federal em Extremoz

AGORA RN – A Operação Vale Tudo, deflagrada na manhã desta sexta-feira 30 contra um suposto esquema de corrupção na Prefeitura de Extremoz, apreendeu 70 mil reais, 996 dólares e 2.865 euros na casa de um empresário. Alvo de mandados de busca e apreensão, a residência fica no bairro Tirol, na Zona Leste de Natal.

A ação foi realizada pela Polícia Federal, Ministério Público Federal, MP Eleitoral, Receita Federal e Controladoria Geral da União (CGU). Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em 19 endereços de Natal, Extremoz e Recife.

O prefeito de Extremoz, Joaz Oliveira, e quatro servidores municipais foram afastados de seus cargos. Segundo o Ministério Público Eleitoral, a ordem para afastamento foi dada pelo desembargador Claudio Santos.


Operação da PF e MPF combate fraudes em licitação, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro no RN

Policiais federais tiveram o apoio de agentes de outros órgãos como a Receita Federal

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal, com apoio da Receita Federal e da Controladoria Geral da União, deflagraram na manhã desta sexta-feira, 30/10, a Operação Vale Tudo visando desarticular uma organização criminosa acusada de fraudes em licitação, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro no município de Extremoz, Região Metropolitana de Natal.

Mais de 70 policiais estão cumprindo 23 mandados de busca e apreensão por determinação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN) em desfavor de servidores da prefeitura daquela cidade e de empresários do Rio Grande do Norte e Pernambuco. Também serão cumpridos 5 mandados de suspensão da função pública e dos pagamentos referentes aos contratos da prefeitura com as empresas investigadas.

A investigação teve início a partir de indícios de falsidade na prestação de contas da campanha política de uma candidata a deputada estadual nas Eleições de 2018, cuja pessoa, à época, era ligada aos gestores municipais de Extremoz.

Durante a análise das contas da referida candidata verificou-se a existência de muitas doações oriundas de servidores municipais em valores que chegavam a quase totalidade dos seus vencimentos mensais. Chamados a prestar esclarecimentos, alguns deles confessaram que, após terem feito a transferência para a conta da campanha, receberam os valores em espécie por orientação dos gestores do município.

Com o avanço das investigações e, através da quebra de sigilo bancário, verificou-se que a organização criminosa teria desviado mais de R$ 2 milhões de reais entre os anos de 2017 e 2020, por meio de fraudes em licitações que visavam à aquisição de medicamentos, produtos odontológicos e hospitalares destinados ao município de Extremoz/RN.
Não haverá entrevista coletiva.

  • O nome da operação faz referência aos “vales”, documento que era entregue para o controle de estoque da Secretaria Municipal de Saúde, o qual apresentava itens em menores quantidades, todavia com valores superfaturados.

PF combate tráfico interestadual de drogas na Região Oeste do Rio Grande do Norte

Operação foi desencadeada pela Força Tarefa na região Oeste do Estado

A Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado, coordenada pela Polícia Federal e composta por Policiais Federais, Policiais Civis, Policiais Militares e Policiais Penais Federais, atuando em colaboração com a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI), deflagrou nesta quinta-feira, 29/10, a Operação Extração III, com o objetivo de coletar provas necessárias para instrução de investigação voltada à reprimir a atuação de uma organização criminosa dedicada ao tráfico de drogas na Região Oeste do Rio Grande do Norte.

Cerca de 30 policiais estão cumprindo 4 mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara Criminal, nas cidades de Mossoró/RN, Natal/RN e João Pessoa/PB.

As investigações revelaram que após a prisão de lideranças da facção criminosa em setembro de 2019, quando da deflagração da primeira fase da Operação Extração, o tráfico de drogas sob condução dos suspeitos passou a ser gerenciado de dentro de unidades penais com o auxílio de um advogado que transitava informações clandestinas objetivando perpetuar aquela atividade ilícita.

Também restou comprovado que o fornecedor das drogas comercializadas pela célula criminosa no Oeste Potiguar agia de dentro da Penitenciária PB1, em João Pessoa/PB, sendo que o mesmo suspeito já havia sido preso pela Polícia Federal em 2015, acusado de participar de diversos assaltos contra agências dos Correios no interior do RN.

Vale registrar que, no ano de 2019, cooperativa criminosa ligada aos investigados intencionou promover ataques dentro do sistema prisional potiguar, incentivando a violência contra integrantes de facções rivais e estimulando o confronto com forças policiais do estado, fato anteriormente investigado e acompanhado pela atual unidade de ações integradas. Em virtude de tal articulação, no ano de 2020, cinco membros da cúpula da Orcrim foram transferidos para o Sistema Prisional Federal.

Apesar das restrições impostas pela pandemia, a Polícia Federal e as demais forças policiais seguem atuando em sintonia contra o crime organizado no Rio Grande do Norte.