Brasil atinge 50 milhões de doses aplicadas de vacinas contra covid-19

Brasil chega a marca de 50 milhões de doses aplicadas de vacinas contra a Covid-19. Com esse número, cerca de 47% dos grupos prioritários estabelecidos no Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19 já foram imunizados.

Até agora, os brasileiros já foram vacinados com 46,7 milhões de doses da CoronaVac/Instituto Butantan, 35,4 milhões da vacina AstraZeneca/Fiocruz e 1,6 milhão da Pfizer/BioNTech. Neste momento, a distribuição de novos lotes de vacinas está destinada para os profissionais de forças de salvamento, segurança e Forças Armadas, além de pessoas com comorbidades, priorizando a faixa etária.

De acordo com o governo federal, o total de vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde a todos os estados, possibilita imunizar, com primeira e segunda dose, 100% dos trabalhadores de saúde, idosos e deficientes que vivem em instituições, indígenas que moram em aldeias, povos e comunidades tradicionais ribeirinhas e quilombolas.


RN recebe lote para diminuir déficit de segunda dose

A chefe do Executivo acompanhou a chegada das vacinas. Foto: Raiane Miranda

A quantidade de potiguares à espera da segunda dose da Coronavac será diminuída ao longo desta semana. O Governo do Rio Grande do Norte recebeu, nesta quinta-feira (13), um carregamento com 33,8 mil unidades da vacina contra a Covid-19 produzida pelo Instituto Butantan. Os imunizantes serão distribuídos aos municípios com a indicação de uso para completar o esquema vacinal em atraso.

Este é o primeiro de dois lotes aguardados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) para esta semana, fruto de uma articulação do Governo do Estado junto ao Ministério da Saúde, incluindo contatos direitos da governadora Fátima Bezerra, com o objetivo de diminuir o déficit de pessoas aguardando a segunda dose da Coronavac no RN.

A chefe do Executivo acompanhou a chegada das vacinas à Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat), de onde os imunizantes sairão para os municípios na manhã desta sexta-feira (14). “Esse lote de Coronavac que chegou hoje é o resultado de um intenso trabalho do Governo para resolver o esquema vacinal atrasado de muitos potiguares. Vamos entregar aos municípios prontamente, para que todos façam um mutirão de vacinação. Esperamos que até a próxima semana esse déficit seja resolvido”, afirmou a governadora.


Ministro anuncia compra de mais 100 milhões de vacinas da Pfizer

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, informou nesta terça-feira (11) que o governo vai comprar mais 100 milhões de doses da vacina produzida pela farmacêutica Pfizer para serem usadas no Programa Nacional de Imunização (PNI) contra a covid-19. A compra foi viabilizada após a edição de uma medida provisória (MP) que abre crédito extraordinário total de R$ 5,5 bilhões, anunciada ontem (10).

Parte desse recurso, cerca de R$ 1,68 bilhão, será destinada à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para a fabricação, em território brasileiro, de 50 milhões de doses da vacina da AstraZeneca. Os R$ 3,82 bilhões restantes serão usados na compra da Pfizer.

“O presidente me incumbiu de impulsionar nossa campanha de vacinação. E é isso que estamos fazendo. O Brasil já é o quinto país que mais distribui vacinas à sua população. Nas mais de 38 mil salas de vacinação, nós temos o potencial de vacinar mais de 2,4 milhões de brasileiros por dia”, afirmou o ministro.


MP destina crédito extra de R$ 5,5 bilhões para aquisição de vacinas contra a Covid-19

Foto: Fernando Vivas/GOV BA

A Medida Provisória 1048/21 destina crédito extraordinário de R$ 5,5 bilhões ao Ministério da Saúde, para aquisição de 150 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. O texto foi publicado nesta segunda-feira (10) no Diário Oficial da União.

Cerca de R$ 1,68 bilhão será repassado à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a fim de garantir 50 milhões de doses da Covishield, imunizante produzido em parceria com a farmacêutica AstraZeneca e com a Universidade de Oxford.

Outros R$ 3,82 bilhões permitirão ao Fundo Nacional de Saúde adquirir 100 milhões de doses de vacina de outros fabricantes e custear despesas associadas à imunização. Os recursos virão do Tesouro e são parte das verbas da Seguridade Social.


Governadores defendem aquisição de mais vacinas para covid-19

As dificuldades financeiras para o combate à pandemia de covid-19 nos estados e municípios foram um dos destaques trazidos pelos governadores do Maranhão, Piauí e Mato Grosso do Sul nesta segunda-feira (10), em audiência pública na Comissão Temporária da Covid do Senado. Os gestores pediram ajuda para aquisição de vacinas já que, segundo eles, a imunização segue um ritmo ainda bem menor do que o país necessita.

Apesar do alívio na ocupação de leitos, de 90% para 46% no Maranhão, o governador do estado, Flávio Dino, destacou que a preocupação maior hoje é um “exaurimento dos recursos financeiros” de estados e municípios.

Dino defendeu que é preciso empenho na manutenção da operacionalidade hospitalar dos estados para a necessidade de enfrentar novos ciclos epidemiológicos. Antes da pandemia, ele lembrou que a rede de saúde custava R$ 170 milhões por mês, hoje, o custo mensal é de R$ 230 milhões. “[Isso]Porque nós ampliamos leitos, mais equipes, e isso tudo impacta muito fortemente o custeio”, afirmou.


Vacinas em Caicó prosseguem com primeira dose nesta terça-feira: hipertensos e obesos acima de 50 anos são incluídos e D2 para idosos

A Secretaria Municipal de Saúde informa que dará sequência a aplicação de vacinas ‘Primeira Dose’ – D1, e serão ministradas a partir nesta terça-feira (11).

“A vacina será aplicada em pessoas com comorbidades, já anunciadas na semana passada, como Síndrome de Down, gestantes, renais crônicos, entre outros, e também inclui agora hipertensos e pessoas com obesidade com ICM a partir de 40”, informa Jardênia Noronha, coordenadora da SMS.

As vacinas D1 serão aplicadas das 8h às 14 horas, em:
• pessoas com síndrome de down a partir de 18 anos
• gestantes e puérperas (mulheres com até 45 dias pós parto) com comorbidades;
• pessoas com doença renal crônica em hemodiálise;
• diabéticos de 50 a 59 anos;
• portadores de doenças cardiovasculares de 50 a 59 anos;
• hipertensos de 50 a 59 anos;
• imunossuprimidos de 50 a 59 anos;
• pessoas com doenças respiratórias crônicas de 50 a 59 anos;
• obesidade mórbida om IMC maior que 40 de 50 a 59 anos;
• deficientes físicos de 50 a 59 anos que recebem o BPC.

Já as vacinas ‘segunda dose’- D2, serão para idosos de 66 e 65 anos que tomaram Coronavac.

Os pontos de vacinação, são os seguintes:
• Escola municipal Severina Ernestina – Bairro Itans
• Salão Paroquial – Castelo Branco
• Prefeitura Antiga – Centro
• CRAS (Boa Passagem)
• Maçonaria (Barra Nova)
• Círculo Operário (Paraíba)
• Igreja de São Francisco de Assis (Paulo VI)
• Escola Ivanor Pereira (Soledade)
• Laboratório da SMS (Vila do Príncipe)
• UBS (João XXIII )
• UBS (Frei Damião)
• Salão Paroquial (Centro)
• UBS (Nova Caicó)


Mundo deve produzir 11,9 bi de vacinas neste ano

A estimativa é de 4 bilhões no primeiro semestre, outros 7,92 no segundo

Governos já encomendaram 11,6 bilhões de doses de vacina contra a Covid-19, segundo o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância). Seriam doses suficientes para vacinar pelo menos a população mundial inteira com 19 anos ou mais (cerca de 5 bilhões de pessoas). Os laboratórios têm capacidade de fabricar o que foi encomendado?

De acordo com o próprio Unicef, em tese, sim. Considerada só a capacidade de fabricação de vacinas aprovadas por ao menos uma autoridade nacional (agência reguladora ou similar), as fábricas dos laboratórios e suas subcontratadas poderiam fabricar 11,92 bilhões de doses neste ano (4 bilhões no primeiro semestre, outros 7,92 no segundo). É apenas uma estimativa.

Folha de S. Paulo


RN recebe mais 76.850 doses de vacinas contra Covid-19

Doses de vacinas chegam ao RN – (Foto: Elisa Elsie)

O Rio Grande do Norte recebeu na tarde desta quinta-feira (29), por volta das 15h50, no Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, mais um lote de vacinas para dar continuidade ao Plano Estadual de Vacinação Contra Covid-19. Foram recebidas 76.850 doses de vacinas, sendo 75.250 doses da Oxford/Fiocruz e 1.600 doses da CoronaVac/Butantan.

Conforme orientação do Ministério da Saúde, as doses da vacina Oxford/Fiocruz são destinadas para continuidade da vacinação das pessoas de 60 a 64 anos e do grupo de forças de segurança e salvamento e forças armadas, garantindo a aplicação da D1 para esse público. E as doses da CoronaVac/Butantan foram disponibilizadas para aplicação das primeiras doses do grupo de pessoas de 60 a 64 anos.

Ontem (28), durante a reunião com o secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, a governadora Fátima Bezerra oficializou solicitação que as vacinas da CoronaVac possam ser utilizadas para aplicação da 2ª dose com a finalidade de regularizar as aplicações que estão pendentes, apesar das mesmas terem sido direcionadas para D1.

Além disso, a governadora também solicitou que as doses de CoronaVac da próxima semana sejam priorizadas para os Estados que estão enfrentando o problema na D2, bem como reforçou o pedido de envio de 56.8510 doses que no dia 26/04 já estavam apontando entrar no 28º dia de aprazamento. A Sesap fará um complemento com 400 doses da reserva técnica para chegar às 2000 unidades da CoronaVac a serem entregues.

A distribuição das vacinas para os municípios deverá ocorrer a partir das 7h da sexta-feira (30) na Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat), seguindo o mesmo esquema de segurança iniciado em janeiro, coordenado pelas secretarias de Estado da Saúde Pública (Sesap) e da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) e operacionalizado com apoio da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Com esse novo lote, o RN já recebeu 972.340 doses de vacinas contra o novo coronavírus. Segundo dados do RN + Vacina, até a manhã desta quinta, mais 700 mil doses das vacinas contra Covid-19 foram aplicadas na população dos 167 municípios potiguares.


RN: Vacinas que chegam nesta quinta, também serão para os profissionais da segurança pública

Vacinas chegam nesta quinta ao RN

A Governadora Fátima Bezerra, anunciou que nesta quinta-feira (31), chega ao Rio Grande do Norte, novo lote com vacinas contra o Covid-19.

Segundo o relato, serão 149.050 doses, sendo 12.250 da AstraZeneca e 136.800 da CoronaVac.

As vacinas serão distribuídas para os município que irão aplicar a segunda dose nos trabalhadores de saúde, pessoas de 74 a 70 anos e, ainda, a primeira dose da população de 69 a 65 anos, das forças de segurança, salvamento e forças armadas.

Essa é a 11ª remessa de vacinas e o maior lote até agora.


Caicó: 667 doses da vacina contra Covid-19 foram aplicadas na segunda (29)

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou na noite desta segunda-feira (29), que até às 17h as equipes das Unidades Básicas de Saúde, vacinaram 677 pessoas contra o Covid-19, da faixa etária de 74 e 73 anos de idade.

A vacinação segue nesta terça-feira (30), para os idosos com idade entre 72 e 71 anos.

É importante que a população faça o cadastrado no portal RN + Vacina, pois isso agiliza o processo de trabalho dos profissionais vacinadores.


Butantan entrega mais 5 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde

O Instituto Butantan anunciou que entregará mais 5 milhões da CoronaVac ao Ministério da Saúde nesta segunda-feira (29). Desde o primeiro lote entregue da vacina produzida em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac são 32,8 milhões de doses repassadas ao governo federal. Com a chegada das novas doses, o Ministério da Saúde fará a distribuição entre os estados.

De acordo com o Instituto Butantan, serão 46 milhões de doses repassadas até o fim de abril. Até o fim de agosto, a previsão é de 100 milhões de doses entregues.


Criminosos invadem UBS e roubam 98 doses de vacina contra Covid-19, em São Paulo

Vacinas foram roubadas em São Paulo

Dois homens armados entraram em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) de São Paulo e roubaram 10 frascos – equivalentes a 98 doses – de vacina contra Covid-19, na tarde desta quarta-feira (24).

Ninguém foi preso até o momento e não há registro de feridos. As doses ainda não foram recuperadas, segundo a Polícia Militar.

O crime aconteceu na UBS Vila Império II, na região de Americanópolis, por volta das 16h. Um dos homens obrigou uma funcionária a colocar o medicamento em um saco, depois, a dupla fugiu. O crime está sendo registrado no 43º Distrito Policial.

A Secretaria de Segurança Público afirmou, por meio de nota, que determinou a criação de uma força-tarefa para identificar e prender os autores do roubo.

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saude (SMS) e Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) afirmou que a unidade continua abastecida.

CNN BRASIL


RN recebe novo carregamento de vacinas Oxford/AstraZeneca e CoronaVac

Vacinas chegaram ao RN neste sábado – (Foto: Elisa Elsie)

O Rio Grande do Norte recebeu na tarde deste sábado (20) um novo carregamento de vacinas contra a Covid-19. O plano de imunização coordenado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) é reforçado com 81,7 mil doses de imunizante, sendo 16,5 mil da Oxford/AstraZeneca e 65,2 mil vacinas da CoronaVac.

As vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde deverão ter como foco a ampliação da imunização de todos os trabalhadores da saúde, quilombolas, indígenas e previsão de iniciar a vacinação da população de rua. Além da continuidade da vacinação de idosos no RN, ampliando a faixa de idade para 74 e 73 anos de acordo com o plano de operação organizado em cada município.

Continue lendo

Novo lote garante vacinação de dos idosos com mais de 80 anos do RN

Mais um lote de vacinas chegou ao RN – (FOTO: Elisa Elise)

O Rio Grande do Norte recebeu, na tarde desta quinta-feira (25), mais 19.400 doses da vacina CoronaVac. Os imunizantes chegaram às 15h10 ao Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, no voo 3368 da Latam.

O lote vai garantir a imunização de 100% dos idosos maiores de 85 anos. As novas doses se somam às 35 mil da Astrazeneca/ Oxford – Fiocruz que aterrissaram em solo potiguar na quarta-feira (24), totalizando 54.400 doses nesta semana.

A campanha de vacinação no estado entra na quinta etapa e avança para dar cobertura principalmente aos idosos e população indígena. Todas as doses que chegarem serão aplicadas para ampliar o número de vacinados e à medida que for chegando mais, o esquema vacinal será complementado, conforme estratégia do Ministério da Saúde.

A Nota Informativa da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) Nº 13/2021 orienta os municípios para que a vacinação de idosos acamados com 75 anos ou mais e daqueles que têm mais de 90 anos seja concluída até o dia 2 de março. Enquanto isso, a campanha para os que estão entre 85 e 89 anos de idade deve ser realizada entre os dias 1º e 5 de março, e pessoas entre 80 e 84 anos devem ser vacinadas até o dia 16 do mesmo mês.


Governo do RN recebe 46.800 novas doses de vacinas contra Covid-19

Doses da vacinas foram recebidas neste domingo

O Rio Grande do Norte recebeu mais um lote de vacinas contra a Covid-19. O desembarque das 46.800 doses da CoronaVac no Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante aconteceu no fim da manhã deste domingo (7) e foi acompanhado pela governadora Fátima Bezerra.

Os imunizantes recebidos pela equipe da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) vão atender os idosos do RN, começando pelos acamados e os que estão acima dos 90 anos. Na sequência serão imunizados os idosos com mais de 85 anos, a partir da organização de cada município.

Continue lendo

Governo negocia compra de mais 30 milhões de doses das vacinas Sputnik V e Covaxin

Reunião será com fabricantes da Spunik V e da Covaxin – (Foto: Tânia Rêgo)

Representantes do Ministério da Saúde, do instituto russo Gamaleya, fabricante da vacina Sputnik V, e do laboratório indiano Bharat Biotech, fornecedor do imunizante Covaxin, reúnem-se na próxima sexta-feira (5) para negociar a aquisição de mais 30 milhões de doses de vacinas contra a covid-19.

Segundo o Ministério da Saúde, o avanço nas negociações foi decidido depois que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou um novo protocolo com simplificação do processo de concessão de uso emergencial e temporário de vacinas, dispensando a realização de estudos clínicos de fase 3 no Brasil. O ministério espera ter acesso aos imunizantes ainda neste mês.

Continue lendo

402 doses da CoronaVac já foram aplicadas em Caicó

Vacinação segue acontecendo em Caicó

Apesar de Caicó ter recebido apenas 750 doses de vacina contra a Covid-19, o município montou logística que tem agilizado o processo de vacinação na cidade.

Já foram aplicadas 402 doses, sendo, 49 em idosos institucionalizados e 353 em profissionais de saúde do: Hospital Regional do Seridó, Urgência Pediátrica do Hospital do Seridó, Pronto Atendimento da Unimed, Central de Ambulância, Centro Covid, Residência Terapêutica, Abrigo Pedro Gurgel, Casa da Caridade, Pousada do Idoso e Equipes de Vacinação.

Ainda restam 200 doses que serão aplicadas em profissionais do Hospital Regional do Seridó. Ficam 148, para vacinar profissionais do Samu, Pronto Socorro do Hospital do Seridó e Centro Covid e, as que restarem, serão divididas entre profissionais da Atenção Básica que estão em home office desde o início da pandemia e estejam dentro desses critérios, e com mais de 60 anos, portadores de diabetes, portadores de insuficiência renal, obesidade Grau 3 e doença pulmonar obstrutiva crônica – DPOC. Tais comorbidades levam o paciente com Covid ao maior número de internações e óbitos.

As informações foram confirmadas por Jardenia Noronha, apoiadora técnica da Secretaria Municipal de Saúde de Caicó.


Governo do RN inicia distribuição de vacinas contra a Covid para municípios do interior e Grande Natal

Militares começaram a fazer a distribuição das vacinas no RN

Transporte dos imunizantes é feito em viaturas do Corpo de Bombeiros, com escolta de policiais militares e apoio da PRF

Bombeiros e policias militares deram início, ainda no final da madrugada e início da manhã desta terça-feira (19), ao trabalho de transporte e escolta das vacinas contra a Covid-19 para seis regionais de saúde no interior do estado e mais cinco cidades da Grande Natal.

Este primeiro lote, vai atender 39.258 potiguares com duas doses da vacina, aplicadas entre um intervalo de 28 dias, priorizando os grupos prioritários: trabalhadores de saúde e pessoas idosas residentes em instituições de longa permanência (institucionalizadas).


ATENÇÃO: Caicó retoma vacinação contra a gripe nesta quinta

Campanha de vacinação será retomada em Caicó nesta quinta

A coordenadora de promoção de saúde da Secretaria de Saúde de Caicó, Lizy Carol, confirmou ao Blog Sidney Silva que às doses da vacina contra H1N1, H2N3 e Influenza B, que estavam faltando, chegaram. “Uma nova remessa chegou à Caicó nesta quarta-feira (16) e nesta quinta, a gente vai reabastecer as unidades básicas de saúde da cidade para dar continuidade a campanha de vacinação nesta quinta“, disse ela.

A campanha é toda coordenada pelo Ministério da Saúde. É o ente federal quem faz o repasse das doses para os estados e as Secretarias Estaduais de Saúde para os municípios.


Butantan inicia fabricação de 60 milhões de vacinas contra gripe para 2018

Butantan inicia fabricação de 60 milhões de vacinas contra gripe para 2018-
(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Agência Brasil – O Instituto Butantan iniciou nesta semana a fabricação das 60 milhões de doses de vacina contra a gripe que serão usadas na campanha do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde em 2018. Com investimento de R$ 5 milhões, o instituto irá fornecer 15 milhões de doses a mais do que no ano passado.

O início da produção neste ano está ocorrendo concomitante à divulgação das cepas do vírus que estão mais circulantes, feita anualmente pela Organização Mundial da Saúde (OMS). “Esse investimento possibilitou aumentar a produção, garantindo segurança e agilidade nos processos produtivos e, posteriormente, na entrega das doses ao Ministério da Saúde”, disse o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas.

Em 2016, em 10 meses, o instituto conseguiu produzir 45 milhões de doses. Já em 2017, serão 60 milhões de doses em oito meses de produção. Segundo o Butantan, será necessário o trabalho de 500 funcionários, de setembro até maio de 2018, para a produção de todas as doses.