Passados 20 dias da morte de empresário caicoense, assassino segue foragido

Wesllwy Magno segue foragido; Polícia pede apoio da população com informações

Nesta terça-feira (08), completaram-se 20 dias do assassinato do empresário caicoense, George Basílio de Queiroz, de 30 anos. Ele foi morto no interior de sua loja no Bairro Boa Passagem pelo currais-novense, Weslley Magno Silva de Araújo que segue foragido. A Polícia Civil de Caicó, já realizou várias diligências, mas, não conseguiu capturá-lo.

Ao entrar na loja, Weslley estava armado e, inicialmente, abordou a esposa da vítima, depois seguiu para o escritório onde efetuou um tiro que atingiu George na cabeça.

Em entrevista a imprensa, o delegado Leonardo Germano, disse que “Weslley integra o crime organizado, uma facção criminosa e, especificamente, atua no Bairro Walfredo Gurgel, em Caicó, há pelo menos 4 anos. Entre os faccionados, ele conhecido como o “Negão Salvador”. O titular da DP Municipal, disse ainda que o material probatório que compõem o inquérito é contundente no sentido de apontá-lo como o responsável pela morte do empresário.

Um dia após o crime, a Polícia Civil com apoio da Polícia Militar, realizou diligências em uma residência no Bairro Walfredo Gurgel, onde supostamente Weslley estaria escondido. Ele não foi localizado, mas, apreenderam cerca de 4 quilos de maconha, além de grande quantidade de cocaína, crack, material para a produção das drogas, munições de revólver de calibre 38 e de pistola Ponto 40.

Qualquer informação do paradeiro de Weslley Magno, pode ser repassada de forma anônima para a Polícia Civil, pelos números: 181 ou o WhatsApp: (84) 3421-6029.


Polícia Civil de Caicó segue com diligências para prender assassino de empresário

Weslley Magno, ainda está foragido

A Polícia Civil de Caicó não parou com as diligências para prender o assassino do empresário George Queiroz, de 30 anos, morto no final da tarde de quarta-feira, dia 19 de maio.

Várias denuncias dando conta do possível paradeiro de Weslley Magno da Silva Araújo, conhecido no mundo do crime como “Negão Salvador”, já foram averiguadas. Em uma delas, o informe era que ele estava escondido em uma casa no Bairro Walfredo Gurgel. Ao chegarem, os policiais não o encontraram, mas, localizaram grande quantidade de maconha, crack e cocaína, além de munições de revólver e pistola.

O Weslley Magno, de acordo com a investigação feita pela Polícia Civil, é membro de uma facção criminosa. Ele é natural de Currais Novos, mas, já residia em Caicó, há alguns anos. A ele foram atribuídos outros crimes, como o roubo praticado em uma conveniência de um posto de combustíveis na madrugada do dia 19 de maio.

Qualquer informação sobre o paradeiro de Weslley Magno, pode ser repassado de forma anônima para a Polícia Civil, através do WhatsApp da Delegacia Municipal, o 3421-6029.