Hotel Thermas, de Mossoró, anuncia encerramento das atividades

Hotel Thermas encerra suas atividades em Mossoró

O Hotel Thermas, o mais tradicional de Mossoró, anunciou ontem através de nota que vai encerrar as atividades por tempo indeterminado. No texto, a empresa disse que a crise provocada pela pandemia do coronavírus inviabilizou a atividade. “Sem perspectivas de ocupação e com o cancelamento das reservas de hospedagens e eventos, em virtude da proibição de aglomeração, não nos restou outra alternativa a não ser encerrar este ciclo”, diz a nota.

O setor do turismo é um dos mais afetados pela expansão do coronavírus no RN. Mesmo com a flexibilização de alguns setores da cadeia produtiva e a reabertura gradual de alguns componentes da economia do Rio Grande do Norte, o setor hoteleiro não enxerga grandes mudanças no cenário nos próximos dias, projeta impactos financeiros e já arca com demissões e prejuízos. O prejuízo estimado para o setor é de pelo menos R$ 500 milhões em três meses de fechamento.

A estimativa é do presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN), José Odécio, levando em consideração os 50 mil leitos no Estado. De acordo com ele, medidas são necessárias por parte do poder executivo para que o setor possa atravessar a crise com menos prejuízos.

Leia a íntegra da nota do Hotel Thermas:

Depois de toda noite, nasce um novo dia.Quarenta anos depois de abrir suas portas, trazendo alegria e entretenimento a milhares de pessoas e gerando emprego e renda para o Rio Grande do Norte, o Hotel Thermas comunica o encerramento de suas atividades. Um dia triste para todos nós, que fazemos este hotel. Infelizmente, a pandemia do novo coronavírus tornou-se uma ameaça não só para as pessoas, mas também para a saúde das empresas. O setor de turismo foi um dos mais atingidos pela crise, registrando o fechamento de inúmeros hotéis pelo país. Decretos governamentais baseados nas recomendações da Organização Mundial de Saúde, indiscutivelmente regidos pela responsabilidade, a segurança e a proteção à vida, inviabilizaram a nossa atividade. Sem perspectivas de ocupação e com o cancelamento das reservas de hospedagens e eventos, em virtude da proibição de aglomeração, não nos restou outra alternativa a não ser encerrar este ciclo. E respeitar o momento, pensando sempre na vida e no bem estar de nossos clientes e colaboradores – razão maior de tudo que somos e fazemos, há quarenta anos.Estamos tristes, mas resignados e cientes de tudo que precisamos fazer.Mais do que um hotel, o Thermas virou um símbolo de Mossoró. Suas águas termais alcançaram fama em todo o país, conquistando também aqueles que vinham de fora. Foram anos memoráveis, em que apresentamos uma nova opção de turismo, forjada em nossas riquezas naturais e na típica hospitalidade potiguar. Acompanhamos o crescimento da cidade, sua história, seu desenvolvimento, a chegada da Petrobras, o Mossoró Cidade Junina. Sempre de perto, recebendo a todos com dedicação, amor e a hospitalidade que são marcas registradas da nossa gente. Agora, nos resta seguir com a mesma determinação e coragem, preservando o sonho de voltar a ver aberto e funcionando o nosso querido Hotel Thermas. Resiliência é a palavra que melhor define este momento. Afinal, depois de toda noite haverá sempre um grande dia a nascer.