13 famílias de Venezuelanos refugiados chegam a Caicó e serão acolhidos pelas Aldeias

Em uma nova etapa do processo de interiorização de solicitantes de refúgio, 13 famílias venezuelanas chegarão à Caicó/RN, em busca de oportunidades por um futuro melhor. São 13 famílias com crianças, adolescentes, mães e pais a serem acolhidos pelo programa da organização humanitária internacional Aldeias Infantis SOS, para alcançarem uma vida autônoma e integrada, social e financeiramente. A previsão de chegada, que será em duas etapas, está prevista entre os dias 27 e 29 de setembro.

A Aldeias Infantis SOS oferecerá uma coletiva de imprensa para conversar com os venezuelanos que passarão a viver em Caicó. Além de representantes da organização, estarão presentes porta-vozes voluntários do grupo. A imprensa também será convidada a conhecer o espaço em que eles viverão. A data ainda será confirmada.

A interiorização é uma iniciativa criada para ajudar venezuelanos em situação de extrema vulnerabilidade a encontrar melhores condições de vida em outros Estados brasileiros. Todos os solicitantes de refúgio e migrantes que aceitam participar da transferência para outras cidades passam por uma sessão de orientação sobre o processo de interiorização, realizam exame de saúde, são imunizados e, então, acolhidos na cidade de destino.

Esta é a primeira vez que o Rio Grande do Norte recebe famílias venezuelanas voluntárias da interiorização. Todos os selecionados aceitaram participar da interiorização, foram vacinados, submetidos a exame de saúde e regularizados no Brasil – inclusive com CPF e carteira de trabalho.

“Estamos juntos neste movimento de dar um sentido à vida de famílias que estão deixando para trás sua história, seus pertencimento em busca de um horizonte que os permitam viver com dignidade e com seus direitos respeitados”, afirma o subgestor nacional da SOS Brasil, Sérgio Marques.