Arleide Ótica topo
Pesquisar
Categorias

Filarmônica Elino Julião abriu em grande estilo a programação da 34ª Corrida de Jegues

A Filarmônica Elino Julião abriu a programação de shows da 34ª Corrida de Jegues na noite da sexta-feira (08), em Timbaúba dos Batistas.

Regida pelo maestro Mizael Cabral, a banda foi fundada em março de 2010 com a finalidade de qualificar os jovens dentro de suas próprias vocações. O projeto da Associação Cultural e Social de Timbaúba dos Batistas, em parceria com a Prefeitura Municipal da cidade atende hoje crianças até jovens e adultos, que através da música mostram sua arte.

A Banda interpretou vários sucessos de Elino Julião, além de clássicos da nossa cultura como Feira de Mangaio.

A banda já se apresentou em vários eventos promovidos pela Prefeitura Municipal, através das secretarias de Saúde, Educação, Cultura e Eventos, como: concertos em prol do selo UNICEF, reportagens para a TV Agito, o programa RN Turismo de Rede Record local e para Programa Domingo Espetacular da Rede Record nacional, além de concertos de fim de ano.

Leia mais

De Cratará para o mundo: “Cangaço Novo”, série brasileira filmada no Nordeste – com muito sotaque potiguar em destaque – foi lançada há pouco mais de 15 dias e já é um sucesso global. A produção é uma das mais assistidas de sua plataforma de streaming, a Amazon Prime Video, liderando o ranking de views em 49 países. Cratará, a cidade cearense onde a trama se passa, não existe, mas o sertão nordestino mostrado por ela é real e capaz de gerar identificação com as mais variadas nacionalidades.

A série dirigida por Fábio Mendonça e Aly Muritiba traz ação, violência e drama para as paisagens áridas do interior nordestino. Uma combinação que a colocou no Top 10 das produções mais assistidas da Prime Video em 24 países da África, incluindo Angola, Moçambique, e até a Costa do Marfim, onde não se fala português. Emplacou também em 13 países da América Latina, nove na Ásia, e mais Portugal, Canadá, e Papua-Nova Guiné. Os dados foram compilados pelo site FlixPatrol.

“Cangaço Novo” conta a história de Ubaldo (Allan Souza Lima), um bancário da zona urbana de São Paulo sem nenhuma lembrança de sua infância. Ele descobre que tem uma herança e duas irmãs no sertão cearense: Dilvânia (Thainá Duarte) lidera um grupo que adora seu famoso pai falecido; e Dinorah (Alice Carvalho), que é a única mulher em uma gangue de ladrões de banco.

Ubaldo chega à cidade, passa a ser cultuado pela forte semelhança com o pai, e é chamado a cumprir seu destino como o novo mítico “cangaceiro” e líder supremo da gangue. O bancário terá que enfrentar bandidos, assassinos, policiais corruptos e, literalmente, explodir pequenas cidades enquanto embarca em sua jornada, tentando desesperadamente manter seus valores morais sob controle.

Leia mais

Banner Gov RN

A Pinacoteca do Estado foi palco de um resgate histórico e emocional para o audiovisual potiguar na noite de sexta-feira (4) com a abertura da “Expo Boi de Prata”, que exibe fotografias inéditas do longa-metragem “Boi de Prata”, roteirizado e dirigido pelo caicoense Augusto Ribeiro Júnior em 1978.

As imagens do consagrado fotógrafo Walter Carvalho, que revelam os bastidores das gravações do filme potiguar rodado em 1978 em Caicó, podem ser apreciadas pelo público a partir deste sábado (5), bem como o longa que será exibido a partir das 17h com entrada gratuita.

A visitação é aberta ao público, gratuitamente, durante todo o mês de agosto, na Pinacoteca do Estado, de terça a sexta-feira, das 8h às 17h, e nos finais de semana, das 9h às 16h.

A produção da exposição é da Com Arte Cultural, em parceria com a Cardeiro com o Patrocínio do Governo do Estado, Fundação José Augusto e Potigas, através do Programa Cultural Câmara Cascudo e apoio da Pinacoteca do Estado.

Leia mais

Arleide ÓTICA

O pátio da frente do Teatro Adjuto Dias, em Caicó, vai ser palco no próximo sábado (24), a partir das 19h, do espetáculo “Estórias de Trancoso”, dirigido por Bruno César e escrita por Francisco Félix, que relembra causos de assombração famosos das cidades do Seridó.

Três estórias famosas do sertão serão contadas por Sófoles (Paulo de Tarso), Ésquilo (Petrúcio Gomes) e Eurípedes (Igor Gomes) preservando a cultura oral e ancestral do povo seridoense. Assombrações, criaturas grotescas e espíritos milagreiros aparecem ao longo das estórias evidenciando, no fim, que estes são os verdadeiros protagonistas do espetáculo.

O evento é gratuito através do projeto Tempos de Arte que foi possibilitado por emenda impositiva, uma parceria da Associação União do Sobrado com a Arte e Vida Produção e apoio da Prefeitura Municipal de Caicó.

Leia mais

Nesta quarta-feira (17), a cidade de São Fernando (RN) recebe o espetáculo Menino Pássaro, da Trapiá Cia Teatral, que traz uma reflexão sobre afeto, solidão, liberdade, e amizade. O espetáculo conta a história de um menino cadeirante, amigo de um pássaro, e será apresentado às 9h e às 17h30, na Praça de Eventos.

O Projeto Trapiá Semente irá criar grupo de teatro em São Fernando, com culminância do projeto em setembro, apresentando a primeira peça do grupo para o público. Outros 10 municípios fazem parte do Projeto Trapiá Semente, na região Seridó.

A primeira Oficina do Curso Prático de Teatro, deste Projeto Trapiá Semente, em São Fernando, aconteceu no Centro de Ensino Integral, na noite de ontem, dia 16, com o ator da Trapiá Cia Teatral, Alexandre Muniz.

Neste primeiro encontro a arte educadora Simone Fernandes e a assistente Carine Martins, que coordenam o projeto na cidade, tiveram a satisfação de contar com 16 adolescentes inscritos.

Leia mais

As Pelejas de Baltazar, espetáculo da Trapiá Cia Teatral, de Caicó, foi apresentado no domingo (23) em Cruzeta, dando início a mais uma edição do Projeto Trapiá Semente.

O espetáculo “As Pelejas de Baltazar”, tem dois brincantes contando a história de “Baltazar” e sua “Rosinha”, envolvendo benzedeira, mula sem cabeça, e outros personagens da cultura popular. Para narrar as pelejas, entram em cena bonecos de João Redondo, que interagem com o público.

O espetáculo foi apresentado em dois horários na cidade de Cruzeta. O primeiro foi às 10h, no Centro Paroquial Alto dos Remédios e e depois, às 17h, na Praça de Eventos Dr. Sílvio Bezerra de Melo.

Em Cruzeta, foi criado no ano passado, o Grupo de Teatro Flor de Liz, através do Projeto Trapiá Semente, que durante seis meses desenvolveu oficinas com crianças e adolescentes do município, culminando com o espetáculo: O Fantasma da Parede do Açude.

Leia mais

Dr. DINNA Oliveira

De 11 à 15 de abril os municípios que vivenciaram as fases Semear, Regar e Florescer, ano passado, no Projeto Trapiá Semente, iniciam neste ano a fase Cultivar, dando continuidade ao projeto da Associação Cultural Trapiá, que fomenta a formação de grupos de teatro no Seridó.

Nesta fase Cultivar, os grupos dos municípios de Currais Novos, Acari, Carnaúba dos Dantas, Cruzeta, Parelhas e Equador, aprendem sobre trilha sonora, com Aglailson França professor de música, e sobre movimento e improvisação, com a profa de dança Mônica Belotto e a dançarina Carla Dutra.

A Oficina O Som da Cena, ministrada por Aglailson França, inicia em Parelhas, nesta terça-feira , dia 11, às 18h, na Escola Municipal Vereador Inácio Miranda dos Santos. A oficina propõe despertar o interesse na produção de trilhas sonoras originais para teatro e cinema e estimular a criatividade, percepção, emoção e outros sentidos, na elaboração de sonoplastia e trilhas sonoras para peças teatrais.

A oficina O Som de Cena será dividida em quatro momentos: contextualização sobre a importância da produção sonora na composição de uma peça teatral; vivência utilizando materiais recicláveis como instrumentos alternativos, capazes de representar imagens; junção das imagens e da sonoplastia criada; e desenvolvimento de uma cena, inspirada na literatura ou criação própria, que contenha uma trilha e sonoplastia autoral.

Leia mais

Em São João do Sabugi RN, terá homenagem ao poeta sabugiense Antônio Américo de Medeiros, com lançamento de cordel de autoria da poetisa cordelista Dorinha Rocha, que integra a Academia Sabugiense de Letras e Artes – ASLA. O evento será na área de lazer de Irajá Fernandes, a partir das 20h30, de 16 de abril e conta com participação especial de violeiros repentistas.

Entre os violeiros convidados estão Paulo de Iguatu, Nelson Eduardo, Bonedis Eduardo, Israel Galvão, Zé de Lêra e Nicolau Soares. A apresentação será com o poeta cordelista e radialista Djalma Mota. Na ocasião terá serviço de bar completo e venda de cordéis.

A poetisa Dorinha Rocha, filha de agricultores, nasceu em Santa Luzia, PB, e cresceu no Sítio Curral Queimado, em Ipueira RN. Reside em São João do Sabugi RN, onde é professora. Como poetisa cordelista, destaca nas suas obras o sertão, a valorização da mulher e a cultura popular em sua volta.

O cordel “Antônio Américo de Medeiros – um poeta sabugiense”, foi editado pela Fundação José Augusto, do Governo do RN, e tem xilogravura de Erick Lima, artista plástico, professor e funcionário da FJA.

Leia mais

Dr. DINNA Oliveira

A 28ª edição da FIART – Feira Internacional do Artesanato, foi aberta oficialmente ontem (23), pela governadora do estado, a professora Fátima Bezerra. O evento, que é realizado anualmente, tem o objetivo de aproximar, valorizar e dar espaço às manifestações tradicionais, economia solidária, agricultura familiar, artesanato indígena e mostra de grupos folclóricos e populares, a FIART 2023 se estende até domingo, 29, no Centro de Convenções de Natal, das 16h às 22h.

A governadora foi recebida com o desfile de moda das bordadeiras de Timbaúba dos Batistas, mostrando toda a tradição que a região do Seridó tem no bordado. “Essa feira não é um evento qualquer, nós estamos caminhando para celebrar 30 anos da Fiart no Rio Grande do Norte. E ao longo dessa trajetória o que a gente tem presenciado, para nossa alegria, é o evento se firmando como um dos maiores eventos no que diz respeito ao artesanato e à cultura, não só no Rio Grande do Norte, mas no Nordeste e no Brasil”, diz a governadora, lembrando que a FIART ultrapassa as divisas do RN com a presença de outros estados, como Paraíba, Pernambuco, Paraná, Minas Gerais, entre outros, além da presença de convidados internacionais.

O Governo do Estado apoia a Fiart em toda sua extensão, inclusive financeiramente, através da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (SETHAS), junto ao seu Programa Estadual do Artesanato (PROART). O PROART, selecionou 140 artesãos por meio de edital para expor em 57 estandes ao longo da Fiart. Os selecionados produzem peças artesanais nas mais diversas tipologias como barro, madeira, tecidos e fios, ferro, bordado, rendas, além de culinaristas e essências. O Rio Grande do Norte é o 7º estado brasileiro com maior número de artesãos e artesãs: são 10.647 cadastrados no Programa Nacional do Artesanato Brasileiro (PAB).

Leia mais

Arleide ÓTICA

A ministra da Cultura, Margareth Menezes, anunciou hoje (18) o desbloqueio de quase R$ 1 bilhão da Lei Rouanet. O dinheiro estava retido desde o início do ano passado pelo governo anterior.

Ao todo serão liberados, até o fim do mês, R$ 968.376.281 que haviam sido captados como patrocínio a projetos artísticos. A Lei Rouanet permite que empresas e cidadãos que apoiem ações culturais deduzam parte do Imposto de Renda.

A medida beneficiará 1.946 projetos culturais em todo o país. “Isso é investimento na cultura, é a cultura trabalhando, isso é bom para o Brasil”, declarou Margareth Menezes em vídeo postado nas redes sociais.

Também hoje, o Ministério da Cultura prorrogou a validade de mais de 5 mil projetos inscritos na Lei de Incentivo à Cultura que estavam com prazos de captação vencidos e não tiveram os pedidos atendidos pela gestão anterior.

Leia mais

Dr. DINNA Oliveira

Vários nomes da música nordestina, estão homenageando a cantora e compositora, Rita de Cássia, que morreu na noite desta terça-feira (03), em um hospital particular em Fortaleza (CE). Ela faleceu em decorrência de fibrose cística, doença no pulmão que deixa cicatrizes no tecido do órgão ou ele passa a ser mais endurecido. A enfermidade reduz a capacidade de expansão do órgão no processo de respiração.

O cantor Batista Lima, escreveu em suas redes sociais: “O FORRÓ ESTÁ DE LUTO! Perdemos a nossa poetisa @euritadecassia. Estou sem acreditar! Senhor receba esta amiga que cantou e nos presenteou com lindas canções de amor. Sua história jamais será esquecida. Deus a receba em sua glória eterna. Aos familiares, amigos e fãs, minhas preces. Descanse em paz.

O governador Elmano de Freitas lamentou a morte da compositora, a quem descreveu como uma das maiores referências do forró. “Que Deus conforte o coração dos familiares, amigos e fãs por todo o país“, disse.

A cantora Walkyria Santos, comentou que: “o forró esta de luto! Descanse em paz! Sua poesia nunca morrerá, nós que fazemos o forró nunca nos calaremos, seguiremos cantando e contando a sua historia!
Obg por fazer tanto! Que Deus te receba de braços abertos
“.

Leia mais

O Bordado de Caicó, tradicional das peças de cama, mesa e banho, e também presentes nos enxovais de recém nascidos, roupas de crianças e vestidos de noivas, começam a ganhar maior destaque na modelagem de roupas e em lançamento de coleções de moda. As peças artesanais seridoenses se transformaram em coleções bordadas e chegaram à passarela do São Paulo Fashion Week.

Esse movimento tem sido impulsionado por diversas ações articuladas com a participação do CRACAS, Casa das Bordadeiras de Timbaúba dos Batistas, Instituto Riachuelo e do Sebrae-RN, como por exemplo a exposição Bonito Pra Chover, que chegou a ser exposta no CRAB/Sebrae – Centro de Referência do Artesanato Brasileiro, no Rio de Janeiro. A conquista do selo de indicação de procedência dos Bordados de Caicó, em 2020, junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial – INPI, também fortalecem a produção original da região, especificamente em 12 municípios, impactando mais de 2500 artesãos.

Com apoio do Edital de Economia Criativa 2022 do Sebrae-RN, a marca potiguar de moda feminina Gueorguia, da estilista caicoense Georgia Dantas, decidiu apresentar ao público uma retrospectiva dos Bordados de Caicó com o foco na moda potiguar e brasileira, nos últimos anos, por meio de levantamento iconográfico e pesquisas de campo, percorrendo momentos históricos e importantes para os bordados.

A exposição “Bordam-se histórias: o caminho contado pela moda” foi inaugurada na noite dessa quarta-feira (14), na Casa do Artesão do Seridó, em Caicó-RN. Segundo sua idealizadora Georgia Dantas, a exposição serve para que todos os seridoenses possam reconhecer e se orgulhar do talento da região.

Leia mais

Com seis meses de preparação artística em oficinas, através da Trapiá Cia Teatral e Mapa Realizações Culturais, o Grupo de Teatro Cardeal do Nordeste apresenta-se pela primeira vez em Equador. A apresentação será neste dia 24, no Clube CESE, a partir das 9h da manhã. O grupo tem como arte-educadora local Maria Laura e conta com crianças e adolescentes do município no elenco.

O roteiro conta a lenda do cão da favela que assusta a cidade, sendo contado de forma cômica. A estreia do grupo foi na programação Aldeia Sesc no Sesc Seridó de Caicó, em 15 de novembro.

O Grupo de Teatro Cardeal do Nordeste é resultado do Projeto Trapiá Semente que forma grupos de teatro com crianças e adolescentes pelos municípios do Seridó, com realização da Associação Cultural Trapiá e Produção da Mapa Realizações Culturais, com patrocínio da Neoenergia Cosern e Governo do Estado, através do edital Transformando Energia em Cultura e Lei Câmara Cascudo.

O projeto tem apoio da Prefeitura Municipal de Equador e Conselho Municipal da Criança e do Adolescente.

Leia mais

Arleide ÓTICA

Em Acari, RN, o Grupo de Teatro Xique-Xique, do Projeto Trapiá Semente, leva a Praça Cipriano Pereira, “Praça do Coreto”, o espetáculo “A Sete Palmos do Meu Acary”, que conta de forma lúdica, a história ocorrida no século XIX, quando Acari vivenciou uma peste e os moradores foram sepultados no Sítio Beira Rio.

O espetáculo acontece domingo, dia 06, às 20h, e encerra a programação da II Semana de Cultura de Acari que iniciou dia 03, realizada pela Prefeitura Municipal.

Ao entardecer, o Grupo Xique-Xique e equipe do Projeto Trapiá Semente, irá plantar trapiás em espaço público, marcando a permanência do projeto no município.

Quem não puder assistir o espetáculo de forma presencial, em Acari, pode assistir ao vivo pelo Instagram @associacao_cultural_trapia. Além desta apresentação, o grupo também integra a programação da Aldeia SESC Seridó de Caicó, dia 11 de novembro.

Leia mais

Arleide ÓTICA

A Caravana Sinos estará em Luís Gomes, no interior do Rio Grande do Norte, entre os dias 15 e 19 de novembro de 2022, quando oferecerá aulas coletivas para jovens instrumentistas de cordas, além de capacitação no reparo de instrumentos musicais e, ainda, uma série de apresentações artísticas. Para participar, é necessário inscrição prévia através do site www.sinos.art.br, até o dia 11 de novembro. Haverá acomodações para alunos de outras cidades (sujeito a lotação). Iniciativa do Sistema Nacional de Orquestras Sociais – Sinos, a série de caravanas percorre todas as regiões do Brasil promovendo cursos e oficinas presenciais e intensivas das diferentes linhas de ações do projeto, em apoio a orquestras de projetos sociais. O Sinos é uma parceria da Fundação Nacional de Artes – Funarte com a Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, com curadoria de sua Escola de Música e, em Luís Gomes, conta com a parceria local da Prefeitura Municipal de Luís Gomes, da Secretaria Municipal de Cultura de Luís Gomes, da Camerata Jovem de Luís Gomes, da Associação Comunitária Sociocultural Luís Gomense e da Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN.

As atividades em Luís Gomes serão conduzidas pelos professores Lourenço Budó (violino), Paulo França (viola), Israel Victor (Ensino coletivo e violoncelo), Flávia Chagas (violoncelo), Xisto Medeiros (contrabaixo) e Luciano Silvestre (reparo e manutenção de instrumentos). Haverá acomodação para alunos de outras cidades que se inscreverem através do formulário no site (sujeito a lotação por ordem de inscrição).

As Caravanas

O foco das caravanas é a capacitação de professores e monitores, alunos, instrumentistas e regentes das orquestras dos projetos sociais, com aulas dedicadas ao ensino e a prática de diferentes instrumentos e à regência, entre outras. As atividades, gratuitas, têm à frente um time de profissionais de música integrantes da rede do Sinos e são realizadas nos espaços dos projetos sociais e em instituições parceiras, como escolas, conservatórios, universidades, teatros, orquestras profissionais e associações.

Leia mais

Arleide ÓTICA

O Projeto Trapiá Semente desenvolvido em seis cidades do Seridó, já tem datas definidas para apresentação dos espetáculos inéditos, dos novos grupos de teatro formados pelo projeto.

A estreia das peças, que tiveram toda montagem produzida pelas crianças e adolescentes do projeto, acontece de 22 a 31 de outubro: Parelhas, Grupo de Teatro Girassol, com a peça “Germinando o Amor na Aridez do Seridó”, será dia 22. Em Cruzeta, a estreia será dia 26/10, com Grupo de Teatro Flor de Liz e espetáculo ” O Fantasma da Parede do Açude”. Carnaúba dos Dantas, será dia 28/10 com Grupo de Teatro FlorAção e espetáculo “Abram as Janelas” e logo em seguida, Acari dia 29/10, com Grupo Xique Xique, e o espetáculo “A Sete Palmos do meu Acary”. Na sequência, Equador dia 30/10 com Grupo de Teatro Cardeal do Nordeste e o espetáculo “O cão da favela”, e Currais Novos, dia 31, com Grupo Carcará, e o espetáculo “O Dossiê de São José”.

Os grupos tiveram como inspiração histórias e lendas de seus municípios. Durante a preparação para montagem do espetáculo, os grupos tiveram oficinas de interpretação de texto, de criação de roteiros, de bonecaria, aulão de cena, figurino, e outras aprendizagens, através de arte-educador de cada município e dos profissionais da Trapiá Cia Teatral e Mapa Realizações Culturais.

Trapiá Semente é uma realização da Trapiá Companhia Teatral, de Caicó, e Produção da Mapa Realizações Culturais, através da Lei Câmara Cascudo, com patrocínio da Neoenergia Cosern. Conta também com apoio das Prefeituras Municipais e dos Conselhos Municipais da Criança e do Adolescente.

Leia mais

Banner Gov RN

O Projeto Trapiá Semente que divide-se nas etapas “Semear, Regar e Florescer”, vivencia a etapa Regar em seis municípios do Seridó: Acari, Currais Novos, Cruzeta, Carnaúba dos Dantas, Parelhas e Equador.

Depois da fase Semear, com apresentação do espetáculo Menino Pássaro da Trapiá Cia Teatral e workshops de iniciação teatral, os municípios estão na fase Regar com os grupos de crianças e adolescentes. Currais Novos, Acari, Cruzeta e Carnaúba dos Dantas já receberam as oficinas de bonecaria, com a confecção de bonecos, fazendo uso de material de reciclagem, e agregando alunos e professores do município na aprendizagem, como forma de multiplicar o conhecimento.

Equador e Parelhas terão Oficina de Bonecaria com 08 horas/aula, dividido em dois dias, sendo Equador dias 21 e 23 de julho, e Parelhas, dias 20 e 22. A Oficina de Bonecaria possibilita o conhecimento sobre a confecção de personagens para o espetáculo, e mobilidade dos bonecos, dando mais ludicidade a aprendizagem.

A oficina “Aulão de Criação de Cena” promove a adequação do conhecimento ao espetáculo, criando cenas conforme o roteiro. O próximo município que será visitado pelo Aulão de Criação de Cenas, é Carnaúba dos Dantas, com o grupo Floração, dia 21 de julho.

Leia mais

Nos dias 22 e 24 de junho aconteceu em Currais Novos, a Oficina de Bonecaria, ministrada por Emanuel Bonequeiro, na Escola Municipal Professor Humberto Gama, com alunos, professores e participantes do Grupo de Teatro Carcará que integra o Projeto Trapiá Semente, tendo como arte-educador Lenilson.

Foram 08 horas de oficina aprendendo sobre fazer e montar bonecos, que podem ser utilizados para enriquecer apresentações de cultura popular, em especial o teatro de mamulengo. Os bonecos foram montados usando material de reciclagem como garrafa pet e revistas.

A oficina de bonecaria faz parte da etapa Regar do Projeto Trapiá Semente – semear, regar e florescer – que visa criar grupos de teatro em seis municípios do Seridó, abordando interpretação de texto, bonecaria, iluminação, figurino e todos os elementos para criar e montar um espetáculo.

Esta oficina deu oportunidade de profissionais das escolas e da APAE aprenderem a arte da bonecaria e multiplicarem junto ao seu público.

Leia mais

Dr. DINNA Oliveira

Luiz Gonzaga tem razão quando fala na música “Último Pau de Arara”, que já foi regravada por vários artistas, incluindo Fagner. “A vida aqui só é ruim quando não chove no chão, mas se chover dá de tudo, fartura tem de montão tomara que chova logo tomara, meu Deus, tomara”. E quando se trata da sétima arte não é diferente. Por mais que estejamos fora do eixo, onde o Sudeste ainda retém a maior fatia de produções cinematográficas brasileiras, nós estamos aqui, do lado de cá, no interior do Rio Grande do Norte, fazendo história e deixando nossa marca, e nos últimos anos o mercado audiovisual potiguar, em especial o Seridó, tem dado saltos consideráveis.

Nesta sexta-feira (13), no auditório Monsenhor Ausônio Tércio de Araújo localizado na 10° DIREC – Diretoria Regional da Educação da Cultura do Esporte e do Lazer em Caicó-RN, houve o lançamento das Oficinas de cinema que serão realizadas dentro da programação oficial do 5º Curta Caicó.

As oficinas “Documentando” serão realizadas em três escolas públicas na cidade de Caicó, na região do Seridó potiguar. As contempladas são a Escola Estadual Zuza Januário, a Escola Estadual Padre Edmund Kagerer e a Escola Estadual Professora Calpúrnia Caldas de Amorim.

As escolas irão receber oficinas de audiovisual que resultarão na produção de um curta-metragem por escola. Além dos alunos, que serão 60 no total, professores também poderão participar das oficinas, como forma de se tornarem multiplicadores da linguagem audiovisual nas escolas, fazendo a convergência entre educação e cultura. Cinema é Educação!

Leia mais

Arleide ÓTICA

Atuando em cidades do Seridó desde março, o Projeto Trapiá Semente chega amanhã na Comunidade Negros do Riacho, em Currais Novos, RN, com o projeto de formação de grupo de teatro com crianças e adolescentes. A apresentação do Espetáculo Menino Pássaro será às 9h desta terça-feira, 26, no Ginásio da Escola Tristão de Barros e às 19h30 na Comunidade Negros do Riacho.O Workshop de Iniciação Teatral acontece com Alexandre Muniz às 14h, na Escola PHG.

A comunidade Negros do Riacho é certificada como remanescente de quilombo pela Fundação Cultural Palmares. São cerca de 150 pessoas, com atividade econômica voltada para agricultura e produção de louça de barro, patrimônio cultural do lugar.

O Trapiá Semente chega a comunidade com a proposta de valorização da história e cultura local através do teatro, fazendo de suas crianças e adolescentes protagonistas da própria história. Por seis meses o projeto irá atuar na comunidade, através de arte-educadores e outros profissionais, com oficinas de interpretação, bonecaria, cenografia, iluminação, figurino e todos os elementos da criação artística para peça de teatro.

O Trapiá Semente divide-se em três etapas: Semear, com apresentação do espetáculo, Regar, com oficinas e formação do grupo de teatro e a etapa Florescer, que corresponde ao grupo formado, realizando apresentação do próprio espetáculo.

Leia mais

Banner Gov RN

Carnaúba dos Dantas vivencia a etapa Regar do projeto Trapiá Semente, que iniciou no município em março e deve permanecer por seis meses.

Sob orientação do arte-educador Wagner Cortez, crianças e adolescentes participam agora das oficinas iniciais, com exercícios, jogos teatrais e outras definições, a partir do nome do grupo. Carnaúba decidiu que o nome do grupo de teatro será FlorAção.

“O nome foi pensado na ideia do próprio projeto Trapiá Semente, a proposta do Florescer. Fizemos a junção do nome Flora (o florar, o florescer, o dar frutos) e Ação (na ideia de movimento, de cena, de coletivo) resultando em FlorAção” explica o arte-educador, artista e escritor Wagner Cortez.

Toda montagem do espetáculo que será apresentado pelo grupo na culminância do projeto, é realizada de forma coletiva. O projeto divide-se em três etapas: Semear, com espetáculo Menino Pássaro e workshop, Regar que consiste na realização de oficinas e Florescer que é a apresentação de espetáculo montado por adolescentes do município.

Leia mais

VIGGO BANNER

Nesta quarta-feira, 23, o Projeto Trapiá Semente foi recebido em Carnaúba dos Dantas, Terra da Música,  com público que superou as expectativas, na quadra de esportes do Instituto Municipal João Cândido Filho. No local houve apresentação do espetáculo Menino Pássaro, às 9h e às 14h.

O espetáculo Menino Pássaro é baseado em cordel do poeta cordelista Edcarlos Medeiros e tem uma mensagem de fortalecimento dos laços através da liberdade. O espetáculo também fala sobre amizade, solidão e família.

Também nesta quarta-feira houve workshop de iniciação teatral, às 17h, sendo esta a etapa do projeto intitulada de Semear. O projeto permanece no município por seis meses. Na segunda etapa – Regar – está a capacitação dos adolescentes, onde terão orientações sobre atuação em cena, produção de adereços, sonoplastia, direção de palco, produção, e atuação como cenotécnico e contrarregra. Toda esta preparação também inclui a criação de roteiro para novo espetáculo.

As oficinas tem a orientação do arte-educador de Carnaúba dos Dantas, Wagner Cortez, e conta com equipe da Trapiá Cia Teatral e Mapa Realizações Culturais com Alexandre Muniz, Emanuel Bonequeiro, Custódio Jacinto, Aglailson França e Tatiane Fernandes.

Leia mais

Banner Gov RN

A Trapiá Cia Teatral desenvolve a partir de 15 de março, o projeto Trapiá Semente, dividido em três etapas – Semear, Regar e Florescer – em seis cidades da região berço da Trapiá, que é o Seridó: Equador (15/03), Acari (17/03), Currais Novos (18/03), Parelhas (22/03), Carnaúba (23/03) e Cruzeta, em data à definir.

O projeto acontece em seis meses, com grupo de 10 a 15 adolescentes, na faixa etária de 14 a 17 anos. “É um sonho que começa em nossa casa. Sempre tive vontade de ver a cidade de Caicó com muitos grupos de teatro, abrilhantando nossas programações culturais e causando uma troca muito positiva de atividades teatrais em nossa região. O Trapiá Semente nasce, buscando potencializar o que cada um de nós traz das experiências individuais e coletivas, que se utilizam do fazer teatral para contribuir na arte e educação de crianças e adolescentes” diz Alexandre Muniz, ator e arte-educador.

A Trapiá chega aos municípios com a ação “Semear”, apresentando o espetáculo  Menino  Pássaro, inspirado no cordel do poeta Edcarlos Medeiros, que traz uma fábula sobre a amizade de um menino e um pássaro, abordando a liberdade para crescer e sobreviver às inseguranças e ao medo da solidão.

Na etapa “Regar”, é criada uma equipe na cidade que recebe o projeto, para montar um espetáculo local.

Leia mais

VIGGO BANNER

O decisão aconteceu nesta quinta-feira (11), durante a 98ª reunião do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, órgão vinculado ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Também conhecida como Cantoria, a manifestação reúne verso, rima e oração, consideradas como os fundamentos do Repente. Os cantadores e cantadoras distribuem-se nas capitais e no interior dos estados do Nordeste e, também, nas regiões para onde houve migrações da população nordestina.

“O registro é um reforço na nossa identidade cultural e no nosso povo com sua própria cultura. A gente acredita que, com isso, consigamos encontrar mais meios de incentivo e de apoio para divulgação desse tipo de arte. Estou bem contente. Foi um trabalho muito bem feito de identificar o que é o Repente. E faço um agradecimento ao Iphan e a todos os repentistas que contribuíram. É uma grande alegria!” João Santana, repentista.

O pedido de registro do Repente foi formalizado no ano de 2013 pela Associação dos Cantadores Repentistas e Escritores Populares do DF e Entorno. Desde então, o Iphan, autarquia federal vinculada à Secretaria Especial da Cultura e ao Ministério do Turismo, iniciou o processo de registro, que inclui a descrição detalhada do Repente, reunião de documentação relacionada e registro audiovisual, que culminam no dossiê de registro, produzido em parceria com o Departamento de Antropologia da Universidade de Brasília (UNB). Durante a reunião do Conselho Consultivo, os 22 conselheiros aprovaram à unanimidade o registro do Repente.

“Repente é poesia. Cantada e improvisada. Em linhas gerais, é um diálogo poético em que dois repentistas se alternam cantando estrofes criadas naquele instante ao passo em que se acompanham com toques de violas”, define o dossiê de registro do bem, que listou mais de 200 contatos entre repentistas, associações e apologistas – público especial com grande familiaridade junto à cultura do Repente. “Numa apresentação de repente, a poesia flui em resposta aos estímulos e demandas dos ouvintes e às ideias e desafios que um poeta lança para o outro. As estrofes seguem regras bastante complexas e rígidas de rima, métrica e coerência temática, e, diante disso, fascinam pela naturalidade com que são feitas.”

Leia mais

Banner Gov RN

A live “Diálogos Culturais” da Fundação José Augusto (FJA) apresenta nesta sexta-feira às 17h (18), pelo instagram @culturarn um bate papo sabre a produção do filme potiguar “Sideral”, indicado à Palma de Cannes 2021 na categoria curta documentário.

O projeto foi realizado com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal, CNC – Centre National du Cinéma et de l’Image Animée. O Festival de Cannes acontece entre os dias 6 e 17 de julho de 2021, no Palais des Festival, na cidade de Cannes, na França.

Participam da live “Diálogos Culturais” o produtor Pedro Fiuza e os atores Enio Cavalcante e Priscilla Vilela, que integram a equipe do filme, além do ex-presidente do Ancine Roberto Lima. A mediação do debate será feita por Ronaldo Costa, coordenador dos editais da FJA.

Filmado nas cidades de Natal, Ceará-Mirim e Parnamirim, “Sideral” é o novo trabalho do diretor Carlos Segundo em parceria com a Casa da Praia Filmes. Esta é a primeira vez que um filme potiguar concorre à Palma de Ouro no Festival de Cannes, integrando a Seleção Oficial de Curtas-Metragens da edição de 2021.

Leia mais

Arleide ÓTICA

A Cubo Produtora lançou, no último dia primeiro de junho, um projeto que irá resgatar canções que retratam a região do Seridó e, em especial, a cidade de Caicó. O projeto também garante o lançamento de obras inéditas em sua coletânea musical.

O Canto do Cuó, nome dado à coletânea musical que encabeça o projeto, tem como principal objetivo o lançamento de trabalhos musicais com motivos regionais. Entretanto, a própria trajetória montada pela produção demonstra o potencial de lançamento de diversos outros subprodutos originais. Sendo, desde material audiovisual para promoção contínua do projeto, como videoclipes e gravações dos bastidores, quanto a possibilidade de uma ousada vinculação da coletânea nas principais festas regionais, a exemplos da tradicional Festa de Santana de Caicó, e a Festa de Nossa Senhora do Rosário.

A nossa expectativa é poder unir as principais referências musicais e somar com novos elementos, acompanhar tendências e, claro, abrir espaço para novas vozes poderem também cantar a nossa história“, disse Hyllka Lucena, produtora e idealizadora do projeto.

A ideia é de que o produto possa vir a integrar o repertório promovido antes e durante os próprios festejos. Uma vez que falar de Caicó, é falar também de tradição sertaneja e fé católica, e ambos os temas acabam presentes também nas músicas. A grande expectativa é de que o projeto consiga alcançar um nível de qualidade suficiente para assegurar sua longevidade, dentro dos eventos regionais na cidade e também como material de trabalho para os artistas convidados.

Leia mais

VIGGO BANNER

A atriz Eva Wilma morreu neste sábado, dia 15, às 22h08, aos 87 anos, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, vítima de um câncer no ovário que, disseminado, levou a uma insuficiência respiratória. A artista estava internada desde o dia 15 de abril, inicialmente para tratar problemas cardíacos e renais. O câncer foi descoberto no último dia 7 de maio. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da artista.

Eva Wilma Riefle Buckup Zarattini nasceu em São Paulo, em 1933, filha de um metalúrgico alemão e uma portenha judia. Em setembro do ano passado, a atriz comemorou 70 anos de carreira. No início da década de 1950, após chamar a atenção como bailarina clássica, ela estreou como figurante em filmes italianos e fez dois filmes com o diretor Armando Couto e o ator Procópio Ferreira, “O Homem dos Papagaios” e “A Sogra”. Ao longo da carreira, trabalhou com diretores como Walter Hugo Khouri (“A ilha”), Luiz Sérgio Person (“São Paulo S.A”) e Roberto Farias (“A cidade ameaçada”).

Na TV, a atriz estreou na Tupi, em 1953, no seriado “Namorados de São Paulo” (depois rebatizado para “Alô, doçura”). Ao GLOBO, ela relembrou que eram horas de ensaio antes da ação acontecer em tempo real, diante das câmeras. Na época, a televisão era toda feita ao vivo — o videotape só chegou em 1959, na TV Continental, no Rio.

Extra

Leia mais

VIGGO BANNER

O ator Paulo Gustavo, de 42 anos, morreu ontem (4) vítima de complicações causadas pela covid-19. Ele estava internado desde 13 de março no Hospital Copa Star, em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro.

O estado de saúde piorou desde domingo (2). Na tarde desta terça-feira, a família do ator divulgou uma nota classificando o quadro clínico do ator como “irreversível”. A informação foi divulgada na conta oficial do Twiter do comediante. Segundo a nota, desde o último domingo o quadro do ator vinha se deteriorando.

“Internado desde 13 de março, no Rio de Janeiro, com quadro de covid-19, Paulo Gustavo permanece no Serviço de Terapia Intensiva. A equipe médica acaba de emitir, novo boletim: Após a constatação da embolia gasosa disseminada ocorrida no último domingo, em decorrência de fístula brônquio-venosa, o estado de saúde do paciente vem deteriorando de forma importante. Apesar da irreversibilidade do quadro, o paciente ainda se encontra com sinais vitais presentes”.

Na mesma nota, a família do ator agradece o carinho dos fãs e admiradores e pede orações a Paulo Gustavo e às demais pessoas acometidas pela covid-19.

Leia mais

Dr. DINNA Oliveira

Reginaldo Rossi, o Rei do Brega, foi declarado pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) como Patrono do Brega. O título veio através da promulgação da lei nº 17.072/20, originada de um projeto do deputado estadual e primeiro secretário da Alepe, Clodoaldo Magalhães (PSB).

Reginaldo Rossi nasceu no Recife, em 14 de fevereiro de 1943. Antes de iniciar a carreira artística, foi professor de matemática e estudante de engenharia. Foi por volta de 1964 que se encantou pelo mundo da música. Começou cantando rock, com influência de Elvis Presley e Beatles. Comandou o grupo de rock The Silver e Jets, integrando-se, depois, à Jovem Guarda.

A primeira gravação de Rossi foi O Pão, nome do seu primeiro disco, lançado em 1965. O sucesso veio com Mon Amour, Meu Bem, Ma Femme, regravada por vários artistas.

Mas, nos anos 70, Reginaldo saiu da cena roqueira jovem e dedicou-se ao repertório popular e reconhecidamente brega, fazendo imenso sucesso no Nordeste. E foi através desse estilo, o brega romântico, que ele ficou e manteve-se nacionalmente conhecido. Algumas de suas canções mais famosas são A Raposa e As Uvas, Garçom e Leviana.

Leia mais

Arleide ÓTICA

O Governo do RN, através da Fundação José Augusto (FJA), publicou no Diário Oficial do RN deste sábado (10) o aviso de licitação para os primeiros cinco editais para a Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural (Lei Federal Nº 14.017/2020). As inscrições dos projetos poderão ser feitas entre os dias 3 e 9 de novembro por um e-mail criado para cada edital, disponibilizados no site www.cultura.rn.gov.br. A publicação dos resultados será divulgada no dia 4 de dezembro.

Os editais divulgados neste sábado são: Prêmio Cultura Popular de Tradição; Projetos Culturais Integrados e Economia Criativa; Programa de Apoio a Microprojetos Culturais; Formação e Pesquisa – Troca de Saberes à Distância; e Prêmio Sabores, Saberes e Fazeres. Mais informações podem ser obtidas através do endereço eletrônico [email protected]

Leia mais

Arleide ÓTICA
Pesquisar
Categorias
Canal YouTube
WhatsApp