Governo Federal vai investir R$ 17,6 mi em barragem que beneficiará o RN

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e do Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs), vai investir R$ 17,6 milhões para obras de recuperação e modernização da Barragem Engenheiro Ávidos, na Paraíba. A ação do Governo Bolsonaro vai permitir que as águas do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco cheguem à Paraíba e ao Rio Grande do Norte.

A barragem abastece o município de Cajazeiras, que fica a 470 km da capital João Pessoa, e o distrito de Engenheiro Ávidos, beneficiando 61,4 mil pessoas. Além disso, a intervenção oferece suporte hídrico ao açude São Gonçalo, permitindo o uso da água para irrigação e o controle das cheias do Rio Piranhas. Após a conclusão da obra, a barragem terá capacidade de acumular até 255 milhões m³ de água. A partir daí, as águas do Eixo Norte poderão chegar em grandes volumes à Paraíba e seguirão pelo leito do Rio Piranhas-Açu até o Rio Grande do Norte, chegando então no Reservatório Armando Ribeiro Gonçalves, já no estado potiguar.

No total, o Projeto de Integração do Rio São Francisco soma 477 quilômetros de extensão e é o maior empreendimento hídrico do Brasil. Quando todas as estruturas e sistemas complementares nos estados estiverem em operação, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas em 390 municípios de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte. Os investimentos da União em todo o Projeto São Francisco já alcançaram R$ 12 bilhões.


Testes são retomados em reservatório que se rompeu no eixo norte da transposição do São Francisco

Eixo Norte do Pisf vai levar água para estados do Nordeste

Foram retomados, nesta semana, os testes da estrutura que leva água pelo Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco – PISF, da Barragem de Atalho ao Reservatório Porcos, no Ceará.

A retomada dos testes ocorre depois de ser recuperada a tubulação que se rompeu em fevereiro deste ano, que levou à suspensão das atividades.

O Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco tem 260 quilômetros de extensão, três estações de bombeamento, 15 reservatórios, oito aquedutos e três túneis. Noventa e sete por cento da obra já foi executado.

A expectativa é que, quando estiver em pleno funcionamento, o Eixo Norte garanta segurança hídrica a 6 milhões e 500 mil pessoas em 220 cidades paraibanas, pernambucanas, cearenses e potiguares.


Poucos reservatórios do RN receberam aporte hídrico das últimas chuvas

Barragem de Pau dos Ferros está com 20,76% da sua capacidade

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta segunda-feira (12), indica que somente alguns poucos reservatórios da Região Oeste receberam recarga das últimas chuvas.

As reservas hídricas superficiais totais do RN, que é a soma dos volumes dos reservatórios monitorados pelo Igarn, acumulam 1.857.506.562 m³, percentualmente, 42,44% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³. No último relatório, do dia 5 de abril, as reservas hídricas somavam 1.863.164.796 m³, equivalentes a 42,57% da sua capacidade total.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.229.922.154 m³, correspondentes a 51,83% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. Já no dia 5 de abril, o manancial estava com 1.235.565.027 m³, percentualmente,  52,07% do seu volume total.

Continue lendo

Florânia tem parada no abastecimento nesta terça (13)

O abastecimento do município de Florânia, na região Seridó do Estado, passará por uma parada, a partir das 7h da manhã desta terça-feira (13). A interrupção no fornecimento será necessária para que sejam executados serviços no sistema de abastecimento da cidade.

A previsão é que o trabalho das equipes da Caern seja concluído até às 17h desta quinta-feira (15), quando o sistema será religado. A companhia lembra, no entanto, que será preciso aguardar um prazo de até 48 horas para que toda o fornecimento esteja completamente normalizado, em todas as áreas da cidade.

Nesse período, a recomendação é que a população utilize a água de forma racional, a fim de diminuir os eventuais transtornos da parada temporária.


Fornecimento de água para Cruzeta suspenso para obras de melhorias

Abastecimento foi suspenso em Cruzeta

Nesta quinta-feira (11), a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) realiza uma intervenção para melhoria do abastecimento de água em Cruzeta, sendo necessário suspender temporariamente o fornecimento de água para a cidade durante o serviço.

A Companhia vai alterar a captação de água, desviando a adutora de água bruta de Cruzeta, e desativando a Estação Elevatória de Água Bruta. Será montado um novo ponto de captação (flutuante com conjunto motobomba), que será interligado à adutora. Essa alteração vai reduzir o consumo de energia desse sistema.

O serviço inicia às 8h da quinta e tem previsão de conclusão na sexta-feira (12), ás 14h, quando o sistema de abastecimento será religado. O prazo para normalizar é de até 48 horas, ou seja, até o domingo (14), que é o tempo de pressurização total da rede de água.


Governo leva água potável para municípios do RN afetados pela seca

Operação Vertente tem continuidade no Oeste do estado

O Governo do RN dá continuidade à Operação Vertente, que leva água potável para os municípios de São Miguel, Luís Gomes e Paraná (localizadas no Alto Oeste Potiguar). Esses municípios estão desde 2020 em situação de emergência decorrente da escassez de chuvas. Somente este ano, foram distribuídos 3.918.832 litros de água potável para as três cidades. Através da Operação, iniciada em agosto do ano passado, o executivo estadual investiu R$ 389.168,67 levando água de boa qualidade para mais de 50 mil potiguares.

A situação de emergência nas três localidades foi novamente declarada na última segunda-feira (8), através do Decreto Nº 30.390 que, entre outros aspectos, destaca o início do período de estiagem no Rio Grande do Norte no segundo semestre de 2020, agravado nos meses de janeiro e fevereiro deste ano.

A chuvas também tem causado significativa redução das reservas hídricas de outras cidades do Rio Grande do Norte e comprometido o volume de importantes reservatórios para a segurança hídrica do Estado.

Continue lendo

Reservatórios de médio e pequeno porte começam a receber recarga hídrica

Barragem Gargalheiras em Acari

O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta terça-feira (16), indica que reservatórios de médio porte começaram a receber recarga decorrente das chuvas que começaram a ocorrer pelo interior do Estado.

Um dos reservatórios que já começou a receber recarga é o açude Carnaúba, localizado em São João do Sabugi, que acumula 10.750.360 m³, correspondentes a 41,81% da sua capacidade total, que é de 25.710.900 m³. No último relatório, lançado no dia 11 de fevereiro, o reservatório estava com 10.001.140 m³, o equivalente a 38,90% do seu volume total.

Também em São João do Sabugi, o reservatório Sabugi recebeu recarga, acumula atualmente 19.686.905 m³, equivalentes a 31,84% da sua capacidade total. No último relatório, o manancial estava com 19.318.368 m³, correspondentes a 31,24% do seu volume total.

Continue lendo

SUVISA/RN alerta população sobre risco de contrair cólera, hepatite e diarreia ao consumir água sem tratamento

Água deve ser tratada antes de consumida

Diante do quadro de escassez hídrica no Rio Grande do Norte, o que resultou no aumento de consumo das águas oriundas de Soluções Alternativas Coletivas – SAC (como chafarizes, carro pipa, poços coletivos, caixas d’água, entre outros), a Subcoordenadoria de Vigilância Sanitária Estadual (SUVISA-RN) em conjunto com a Subcoordenadoria de Vigilância Ambiental (SUVAM) está orientando a população sobre o risco para a saúde por causa do consumo de água não tratada, que pode causar doenças como: cólera, hepatites, diarréias, entre outras.

Os órgãos chamam a atenção para as modalidades de comércio de água (chafarizes, caixas d’água, pipas…) que estão sendo difundidas, principalmente no interior do Estado, nas quais não há controle de qualidade e nem regularização junto aos Órgãos de Vigilância Sanitária e Vigilância Ambiental do Estado.

Continue lendo

Acidente em barragem no Ceará deixa três mortos

Barragem registrou rompimento

O rompimento de uma tubulação na Barragem do Atalho, em Brejo Santo (CE), matou três pessoas na tarde de hoje (8), por volta das 16h30. A tubulação se rompeu durante a realização de testes no sistema da barragem, as vítimas trabalhavam nos testes operacionais da tomada d’água do reservatório.

No momento do acidente, 20 trabalhadores estavam no local. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional, informações preliminares indicam que a estrutura da barragem não foi afetada e que não há vazamentos. “A população que vive nas proximidades da estrutura está segura e não corre riscos”, informou o ministério, em nota. O reservatório tem capacidade de 100 milhões de m³, mas o volume atual era de 90 milhões de m³.

De acordo com a pasta, será feita uma perícia para averiguar as causas e responsabilidades pelo acidente. O ministério acrescentou que todo apoio será dado às famílias das vítimas. O Secretário Nacional de Segurança Hídrica, Sérgio Costa, irá ao local amanhã (9) para avaliar a situação e tomar as medidas necessárias. Costa será acompanhado pelo Consórcio Operador e equipe técnica do ministério.


Reservas hídricas do RN iniciam fevereiro com mais de 42% da sua capacidade

Reservatórios estão com volumes a baixo de 50%

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta quinta-feira (04), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN acumulam 1.875.075.520 m³, correspondentes a 42,84% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³. No dia 04 de fevereiro de 2020, o volume das reservas hídricas superficiais do RN era de 959.530.700 m³, equivalentes a 21,92% da capacidade total de acumulação das reservas Estaduais.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.222.022.132 m³, equivalentes a 51,5% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. Já no mesmo período do ano passado, o manancial acumulava 531.601.489 m³, que correspondiam a 22,40% do seu volume total.

Continue lendo

Barragem Armando Ribeiro Gonçalves permanece com mais de 50% da sua capacidade

Reservatório está com pouco mais de cinquenta por cento da capacidade total – (FOTO: IGARN)

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta segunda-feira (18), indica que a barragem Armando Ribeiro Gonçalves acumula 1.243.465.049 m³, que correspondem a 52,4% da sua capacidade total que é de 2.373.066.510 m³. No dia 18 de janeiro de 2020, o manancial acumulava 550.374.210 m³, equivalentes a 23,19% da sua capacidade total.

As reservas hídricas superficiais totais do Estado acumulam 1.914.191.968 m³, que correspondem a 43,73% da capacidade total do RN, que é de 4.376.444.842 m³. No mesmo período do ano passado as reservas estaduais, dos reservatórios monitorados pelo Igarn, eram de 977.582.375 m³, equivalentes a 22,33% do volume máximo de águas do Estado.

Confira os dados dos demais reservatórios:

Continue lendo

Serra Negra do Norte: Moradores de Barra de São Pedro cobram do prefeito Serginho abastecimento de água

Os moradores do Sítio Felício, na comunidade Barra de São Pedro, zona rural de Serra Negra do Norte, estão cobrando do Prefeito, Serginho, que providencie o abastecimento de água. Atualmente, eles estão pagando 150 reais por carro-pipa.

Eles gravaram um vídeo mostrando a dificuldade e fazendo o relato do que estão vivenciando.


Consórcio Águas de Fortaleza avança em concessão da usina de dessalinização

A cidade de Fortaleza/CE, em breve, deverá acesso a água dessalinizada por causa do Consórcio Águas de Fortaleza.

Água dessalinizada passará a ser acessada pela população

O Diário do Nordeste informou que o referido consórcio formado pelas empresas Marquise S/A,  PB Construções LTDA e Abegoa Água S/A, ficou em primeiro lugar na fase de proposta comercial do processo de concessão dos serviços de construção e operação da Planta de Dessalinização de Água Marinha na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Segundo a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), no entanto, isso ainda não significa que o consórcio ganhou a seleção.

Os documentos de habilitação do consórcio agora serão analisados pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e pela própria Cagece. “Somente após todas essas etapas, a empresa selecionada por meio da Concorrência Pública Internacional será conhecida”, informou a Cagece por meio de nota.

Hoje (04), a Comissão Central de Concorrência da PGE julgou improcedentes cinco recursos recebidos acerca da etapa comercial, em que o consórcio ficou em primeiro lugar.


Reservas hídricas estaduais somam 45% da sua capacidade

O Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta sexta-feira (18), indica que as reservas hídricas superficiais totais do Estado são de 1.998.022.933 milhões de metros cúbicos, equivalentes a 45,65% da sua capacidade total que é de 4.376.444.842 m³.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.290.865.183 m³, que correspondem a 54,4% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³.

Já a barragem Santa Cruz do Apodi, segundo maior manancial do Estado, está com 175.096.010 m³, correspondentes a 29,2% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³.

O reservatório Umari, localizado em Upanema, está represando 219.996.145 m³, equivalentes a 75,13% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³.

A barragem Pau dos Ferros acumula 12.823.178 m³, que equivalem a 23,38% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³.

O açude Bonito II, localizado em São Miguel, armazena 1.864.025 m³, que correspondem a 17,16% da sua capacidade total, 10.865.000 m³.

O reservatório Marechal Dutra, localizado em Acari, acumula 10.346.695 m³, que correspondem a 23,29% da sua capacidade total que é de 44.421.480 m³.

O açude Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, está com 8.366.667 m³, equivalentes a 83,67% da sua capacidade total, que é de 10 milhões de metros cúbicos.

Continue lendo

Hidrelétrica Armando Ribeiro é ativada em Itajá

Equipamento foi ativado em fase de testes

A hidrelétrica Armando Ribeiro, localizada na barragem homônima do município Itajá, na Região de Assu, entrou em fase de testes na tarde desta segunda-feira (14) após ser energizada pela Companhia Energética do RN (Cosern). Com capacidade para gerar 4,7 megawatts, esta é a primeira usina hidrelétrica instalada no estado.

O coordenador de desenvolvimento energético Hugo Fonseca e a analista de dados Emília Casanova, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do RN (Sedec), estiveram presentes durante o procedimento, quando 25% da capacidade da Usina foi ativada. Os representantes do Estado foram acompanhados pelo engenheiro Nivaldo, responsável pela operação e manutenção do novo equipamento.

O trabalho dos técnicos da Sedec foi essencial para destravar e viabilizar o processo de ligação com uma subestação da Cosern também em Itajá. “Sem o trabalho de intermediação da equipe da Sedec, nós não estaríamos aqui hoje comemorando essa energização“, comentou o engenheiro Nivaldo em nome da empresa Rodrigo Pedroso, que construiu a usina. A construtora e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) investiram R$ 15 milhões através de uma Parceria Público-Privada (PPP).


Defeito em rede elétrica suspende abastecimento de Carnaúba dos Dantas e J. do Seridó

As cidades de Carnaúba dos Dantas e Jardim do Seridó estão com o abastecimento de água suspenso temporariamente em decorrência de um defeito num componente interno da rede elétrica que atende a Estação de Tratamento de Água (ETA) de Carnaúba dos Dantas. Uma equipe técnica da Cosern esteve no local na tarde desta quinta-feira (19) e avaliou que é necessário um atendimento especializado, que será feito na manhã desta sexta-feira (20).

Assim que a ocorrência for normalizada, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) retomará do fornecimento de água para as duas cidades, que são abastecidas em sistema de rodízio. Com o retorno do funcionamento, é preciso aguardar que a rede esteja completamente pressurizada para que o abastecimento esteja normalizado. A previsão é que isso aconteça até terça-feira (24).


Dois municípios do RN têm abastecimento de água suspenso

Abastecimento está suspenso nas duas cidades

As cidades de Carnaúba dos Dantas e Jardim do Seridó, localizadas no Seridó potiguar, estão com abastecimento de água suspenso. O motivo é um serviço de manutenção na Estação de Tratamento de Água (ETA) que a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) está realizando em Carnaúba dos Dantas.

A previsão da Caern é que o serviço seja concluído ainda nesta quarta, mas o abastecimento só deve ser normalizado na próxima segunda-feira (23).


Abastecimento de Caicó é realizado sem rodízio após 27 anos

Caicó vive um momento histórico em relação ao abastecimento. Após quase três décadas recebendo água em sistema de rodízio, nos últimos dois meses, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) está realizando o fornecimento de água de forma continuada para todas as áreas da cidade.

Estação de tratamento da Caern em Caicó

Luiza Costa, Dona Bela, 85 anos, moradora da Praça Dr. José Augusto, conhecida como Praça da Alimentação, no Centro de Caicó, já estava acostumada com o rodízio de água. As dificuldades com água fizeram parte da rotina de Dona Bela e sua família nos últimos 30 anos. “Sabemos que viver em uma região seca é se acostumar com as dificuldades. Eu não consigo olhar para o Itans e ver ele com pouca água. Infelizmente, a falta de chuvas nos trouxe essa tristeza”, relata. A nova realidade com as chuvas deste ano, os investimentos no sistema via adutora Manoel Torres e o envio de água do sistema Coremas mudaram a realidade em Caicó. O Centro da cidade, aonde dona Bela vive, chega água todo dia. “Ter água todo dia é uma riqueza. Para nós caicoenses, é a maior riqueza que existe”, explica.

A gerente da Regional Seridó da Caern, Rosy Gurgel, explica que o fim do rodízio de abastecimento é uma vitória para toda Caicó. “Estamos muito satisfeitos em poder contribuir com a população e dar essa boa notícia para a cidade. Depois de anos de muita dificuldade”, ressalta. Mesmo com a melhoria hídrica a população deve se manter alerta para o uso racional da água.

Continue lendo

Reservas hídricas estaduais chegam ao final de outubro com 49% da sua capacidade

Açude Bonito, localizado na cidade de São Miguel

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta quarta-feira (28), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN somam no final de outubro 2.160.214.923 m³, equivalentes a 49,36% da capacidade total do Estado que é de 4.376.444.842 m³.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório estadual, acumula 1.379.580.327 m³, correspondentes a 58,13% da capacidade total do manancial que é de 2,37 bilhões de metros cúbicos.

Continue lendo

Igarn divulga relatório do volume dos reservatórios estaduais; Armando Ribeiro está com 61,67%

Em 2019, no mesmo período, o reservatório estava com 29,49% do seu volume total

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta quinta-feira (10), indica que a barragem Armando Ribeiro Gonçalves acumula 1.463.556.090 m³, que correspondem a 61,67% da sua capacidade total que é de 2,4 bilhões de metros cúbicos. No dia 10 de setembro de 2019 a ARG estava com 699.104.419 m³, equivalentes a 29,49% do seu volume total.

As reservas hídricas superficiais totais estaduais somam nesse início de setembro 2.310.420.670 m³, equivalentes a 52,79% da capacidade total de acúmulo dos reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, monitorados pelo Igarn, que é de 4.376.444.842 m³. No mesmo período de 2019 as reservas hídricas totais eram 1.248.508.197, equivalentes a 28,52% da capacidade total das reservas estaduais.

Continue lendo