Chuvas vão continuar variando de normal a abaixo do normal

chuvas no Sertão
chuvas no Sertão

Em plena estação chuvosa para a região semiárida do Estado,  as chuvas ocorridas até o  momento mostram um comportamento abaixo do normal, e para o restante do período – março, abril e maio- , as chuvas deverão continuar a mostrar um comportamento variando de normal a abaixo do normal. A previsão é dos meteorologistas do Nordeste que estiveram reunidos ontem, em Recife, com a presença do gerente de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), Gilmar Bristot.

Essa previsão, segundo Gilmar Bristot, é resultante das condições predominantes nos oceanos, principalmente no oceano Atlântico que tem apresentado um comportamento pouco favorável para a ocorrência de chuvas sobre a região. Mesmo com a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT-Principal sistema causador de chuvas no nordeste brasileiro), presente sobre a região, a baixa umidade do ar tem colaborado com a pouca ocorrência de chuvas. Essa condição de baixa umidade relativa do ar pode estar associado ao aumento das chuvas sobre a região Amazônica.

Para o setor Leste do Nordeste, região em que as chuvas ocorrem com maior intensidade durante o período de abril a julho, a previsão é que as chuvas ocorram dentro da normalidade com grande variabilidade temporal no início da estação, normalizando a partir de junho. A tendência de ocorrência de chuvas até 28 de março de 2015 tem  valores esperados nesse período variando entre 30mm no litoral, podendo chegar a 100 mm no interior.