“Com Francielle, o PCdoB não conversa no momento”, de João Braz, em evento político em Caicó

Advogado João Braz de Araújo, reafirmou intensão de ser candidato a prefeitura de Caicó
Advogado João Braz de Araújo, reafirmou intensão de ser candidato a prefeitura de Caicó

Uma declaração do advogado, João Braz de Araújo, que reafirmou no último sábado (18), que tem pretensões de ser candidato a Prefeitura de Caicó, chamou a atenção. Ele disse que “com Francielle, o PCdoB não conversa no momento“. O motivo seria a filiação partidária da fisioterapeuta ao PPS, que segundo informações irá se fundir com o PSB, no estado do Rio Grande do Norte. “Nada impede. A questão de Francielle, é que ela está no partido que é o PPS que vai se fundir com o PSB, que em Caicó, é da base de Bibi Costa e de Wilma Maia, no estado. Então, quer dizer, com Francielle, a gente não conversa nesse momento. Nós não estamos conversando com pessoas, estamos procurando às agremiações políticas. No caso, o PPS, é um partido que está com a morte determinada porque vai se fundir com o PSB“, disse.

O advogado, João Braz, disse ainda que a plenária realizada em Caicó, é em preparação para a Nacional, que acontece no período de 27 a 29 de maio. Entra na discussão também, a questão do projeto político para 2016. Ele ainda falou sobre as restrições. “Nós estamos conversamos com o PDT, PV, PT, e estamos puxando essas discussões no sentido de elaborar um projeto alternativo para Caicó em 2016. Sobre restrições, estamos conversando, principalmente com os que são do campo de esquerda, mas, a gente quer formar essa frente democrática ampla para construir esse projeto, e aqueles partidos que estiverem vinculados a esse desejo, a gente não vai ter restrições, em tese, porque esse projeto não considera uma aliança com os grupos que nós temos aí dirigindo Caicó a 40 anos, se não, não havia necessidade dessa frente ampla“, afirmou.

O vice-governador, Fábio Dantas, membro do PCdoB, disse que a legenda deve tratar de projetos e programas para as cidades e regiões. “Eu vim aqui pra ouvir a palavra do povo seridoense. Não só para 2016, mas, um projeto para as cidades, que também é importante você discutir o que é importante para Caicó, para a Região. Ao invés de falar em nomes, é falar em fixação de um programa para a cidade, pra região, pro estado, mas, com certeza o partido tem nomes que podem lutar pela questão política e eleitoral do partido“, disse.