Fórum de reitores prioriza nova expansão das IES no RN

A nova expansão regional das quatro instituições públicas de ensino superior do Estado será a prioridade dos próximos encontros do Fórum de Reitores do Rio Grande do Norte. Para tanto, a segunda reunião do Fórum, realizada na manhã desta segunda-feira, 11, na Sala dos Colegiados da UFRN, no campus central, em Natal, decidiu reativar o Grupo de Trabalho (GT) que elaborou a primeira política de expansão conjunta da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA).

Essa nova expansão terá um perfil de um novo Programa de Reestruturação das Universidades (REUNI)”, disse a presidente do Fórum, Ângela Maria Paiva Cruz, reitora da UFRN. “A pesquisa e a inovação devem ser estratégicas para essa nova expansão”, colocou Wyllys Abel Farkatt Tabosa, reitor do IFRN. “Expansão, consolidação, complemento e parceria são as linhas que pontuam a articulação deste fórum”, observou o reitor da UERN, Pedro Fernandes Ribeiro Neto. “A expansão deve alinhar proposições para as instituições de ensino superior (IES) alcançarem qualidade”, adicionou.

Deveremos nos adequar às necessidades e aos arranjos produtivos das regiões do estado”, completou o reitor da UFERSA, José de Arimatea de Matos. O mesmo ponderou que o Curso de Medicina da UFERSA, ofertado em Mossoró, requer ampliação. “Isto exige atuação conjunta em unidades hospitalares públicas e a contrapartida dos cursos de medicina no interior do país é melhorar o atendimento ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS)”.

Outros encaminhamentos

Além destes encaminhamentos, a pauta para os próximos encontros de reitores do RN aponta discussões sobre o fortalecimento da formação de professor para o ensino básico; a oferta de cursos presenciais e a distância por meio de parcerias entre as instituições públicas de ensino superior e, também, ações conjuntas entre a UFRN, IFRN, UERN e UFERSA para a pesquisa, a extensão e a inovação. A Secretaria de Relações Internacionais e Interinstitucionais da UFRN (SRI) vai minutar o Termo de Cooperação de políticas de internacionalização das quatro instituições.