Órgãos discutem substituição de válvula by-pass no Açude Curemas

Reunião na Chesf tratou sobre a subsdtituição de válvula

O presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu, Procópio Lucena, esteve reunido nesta terça-feira (24/10) com representantes da Agência Nacional de Água (ANA), do Departamento Nacional de Obras contra as secas (Dnocs), da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), e da Agência Executiva de Gestão das Águas (AESA) para discutir a substituição da válvula anelar by-pass do adutor 01, do açude Curemas, no município paraibano de Coremas/PB. Além disso, foi discutido a inserção da mudança nas tubulações de saída d’água do reservatório Mãe D’água, que também está localizado na cidade de Coremas/PB.

É muito importante, inicialmente, entender o motivo pelo qual a recuperação dessa válvula não incorporada no projeto de reestruturação do açude Curemas que já está em andamento. Essa válvula é fundamental e estratégica para liberar água do reservatório para as pessoas que moram a jusante do açude. Dessa forma, estivemos reunidos com esses órgãos para encontrar uma alternativa de incorporar essa recuperação no projeto de reestruturação do açude Curemas”, explicou Procópio Lucena, presidente do CBH PPA.

Já quanto ao reservatório Mãe D’água, o presidente ressaltou a necessidade de mudanças na saída da água.

A comunidade Mãe D’água tem um sistema de barrilete, que é um conjunto de tubulações conectado a uma saída do reservatório, e esse sistema não pode continuar funcionando assim. É preciso que seja feito um sistema centralizado, organizado, com medidor, e com estrutura para que essa água possa sair para todos os usuários. Essa situação também não estava no projeto e nós estivemos lá para analisar a possibilidade recuperar e ampliar esse sistema”.

Participaram da reunião, além do presidente do CBH PPA, o superintendente de regulação da ANA, Rodrigo Flexa; o diretor técnico da AESA, Porfírio Loureiro; o coordenador do Dnocs na Paraíba, Alberto Gomes e engenheiros da CHESF.