Polícia Civil elucida três homicídios ocorridos em Mossoró

A Delegacia Especializada em Homicídios (Dehom) de Mossoró divulgou, nesta sexta-feira (15), os nomes dos suspeitos que mataram Gersony Gonzaga de Assis, 35 anos; Vitor Hugo da Silva Venceslau e Francisco Ferreira Viana. As vítimas foram mortas, entre dezembro de 2015 e janeiro de 2016, por um trio de comparsas que vinha agindo no município. Além do trio, um outro homem também praticou um dos homicídios.

Segundo as investigações, o trio que assassinou as três vítimas era formado por Manoel Horácio do Nascimento Neto, 18 anos, falecido; Francisco de Assis Diego da Silva, conhecido como “Diego de Boneca”, 24 anos e Diego de Souza Pontes, conhecido como Diego Tardelly, 23 anos. Um homem conhecido como Paulo Vitor Cortez de Oliveira, 19 anos, participou do assassinato de Gersony Gonzaga de Assis. “Nós descobrimos que os três homicídios praticados pelos suspeitos foram resultado do envolvimento das vítimas com o tráfico de drogas”, afirmou a delegada titular da Dehom Mossoró, Liana Aragão.

Os suspeitos – A Polícia Civil está à procura de Francisco de Assis Diego da Silva, conhecido como “Diego de Boneca”, pois ele é o único que não foi preso. A Dehom solicita à população o envio de denúncias anônimas sobre o paradeiro de Diego Boneca para o número 3321-5172. O procurado pela Polícia já responde a processos por homicídio e roubo.

O suspeito Diego de Souza Pontes, “Diego Tardelly”, foi preso no dia 28 de março deste ano pela equipe da Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) Mossoró. Diego Tardeli, além de homicídio, responde por porte ilegal de arma de fogo, furto qualificado e tráfico de drogas. Paulo Vitor Cortez de Oliveira já está preso e Manoel Horácio do Nascimento Neto é falecido.