Presídio Provisório tem celas superlotadas

Os diretores dos presídios do Rio Grande do Norte, estão preocupados com atual situação dos Sistema Penitenciário. Por isso foi criado um grupo de estudos para discussões sobre os presídios. Os gestores das unidades é que compõem esse grupo.

Para destacar, às condições do presídio Provisório Raimundo Nonato, são de calamidade. A quantidade de presos é superior ao capacidade que é de 160 presos. Atualmente, a unidade abriga 470 internos.

No presídio provisório cada cela tem 8 camas. Em média, 20 presos estão em cada cela.

O presídio de Alcaçuz passou por uma rebelião nesta quarta-feira (11), que durou cerca de 8 horas. Os presos se revoltaram por causa da proibição da entrada das visitas íntimas. Depois de muita negociação, onde estiveram envolvidos representantes da OAB e Direitos Humanos, os a rebelião cessou.