Programa Jovem Aprendiz foi apresentado nesta quarta aos empresários caicoenses

Programa Jovem Aprendiz foi apresentado nesta quarta aos empresários caicoenses

As Aldeias Infantis SOS de Caicó e Centro de Formação e Integração Social de São Bernardo do Campo CAMP SBC apresentaram na noite desta quarta-feira (08/02), aos empresários caicoenses, o Programa Jovem Aprendiz. Estiveram presentes representantes do CAMP SBC, das Aldeias, do Ministério do Trabalho e do Emprego e das empresas do município. As duas instituições iniciaram as aulas do projeto em janeiro deste ano com jovens entre 15 a 17 anos.

“Essa é uma parceria que valoriza o trabalho, que agrega um valor social e traz um programa de aprendizagem que consolida o processo de fortalecimento do sistema de garantia de direito de crianças e adolescentes. Dessa forma, considero de extrema importância essa ação para o nosso município”, disse Santiago Júnior, gestor das Aldeias Infantis SOS de Caicó.

O objetivo do programa é oportunizar ao jovem o acesso ao primeiro emprego formal. Ao mesmo tempo, o estimular a frequentar a escola, para que conquiste a escolaridade básica, dando continuidade à sua formação profissional para ser bem-sucedido em sua vida produtiva.

Para Sílvio José Marola, vice-presidente do CAMP SBC, “a parceria com Aldeias Infantis é uma nova situação para o nosso CAMP, que já trabalhamos há 45 anos com formação de jovens. Aqui em Caicó estamos começando uma nova fase e a nossa expectativa é dar continuidade a esse trabalho de formação e capacitação para jovens dessa região tão rica que é o Seridó”, explicou.

O Jovem Aprendiz está em consonância com a Lei da Aprendizagem (10.097/2000), que foi criada para garantir os direitos da juventude à capacitação profissional adequada ao trabalho, a Lei n. 10.097/2000, ampliada e regulamentada pelo Decreto n. 5.598/2005, que estabelece que todas as empresas de médio e grande porte são obrigadas a contratar determinada cota de jovens, de 14 a 24 anos, como aprendizes de ofício, por meio de contrato especial de trabalho e pelo tempo determinado de, no máximo, dois anos.