Renan discute projeto sobre terceirização em almoço com Lula

Renan e Lula almoçaram em Brasília e conversaram sobre terceirização e fator previdenciário
Renan e Lula almoçaram em Brasília e conversaram sobre terceirização e fator previdenciário

O presidente do Senado, Renan Calheiros, almoçou na tarde desta quinta-feira (14) com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e, na ocasião, tratou do projeto que regulamenta a terceirização nas empresas e está em análise no Senado. O convite para o encontro foi feito pelo líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral (PT-MS).

Segundo o Jornal do Brasil, Renan Calheiros reiterou ao ex-presidente Lula que defende a regulamentação dos 13 milhões de trabalhadores terceirizados que já estão no mercado de trabalho, mas manifestou preocupação com a criação de um novo modelo de desenvolvimento econômico que venha a retirar direitos trabalhistas.

— Eu defendi para o presidente Lula a necessidade de modernizar nossa economia e acho sim que tem que regulamentar os terceirizados existentes, esses 13 milhões de trabalhadores, mas não podemos precarizar outros 40 milhões de trabalhadores. O Legislativo pode sim regulamentar a terceirização da atividade fim, mas essa é uma nova opção de desenvolvimento para o Brasil. Uma opção que precariza as relações de trabalho, revoga a CLT [Consolidação das Leis do Trabalho] e a CLT não pode ser revogada assim — afirmou Renan.