Sepultamento de Jandui Fernandes será no início da tarde desta terça (07) em Caicó

O corpo de advogado, Jandui Fernandes, de 61 anos, foi necropsiado no ITEP de Mossoró/RN e será sepultado no início da tarde desta terça-feira (07), no Cemitério São Vicente de Paulo no Bairro Paraíba em Caicó.

De acordo com informações de familiares, acontecerá um velório rápido no Fórum Amaro Cavalcante e depois, missa de corpo presente na Catedral de Sant’Ana.

O corpo do advogado Jandui Fernandes, foi encontrado na cama de um apartamento de sua propriedade na Rua Felipe Guerra, centro de Caicó, na manhã desta sexta-feira (06). A Polícia Militar foi acionada e entrou no prédio, onde também funcionava o escritório de Jandui. A Polícia Civil, também foi acionada. O delegado Helder Carvalhal, solicitou uma equipe de peritos do ITEP de Natal para fazer perícia no local antes de remover o corpo para necropsia. Somente por volta das 18hs é que dois profissionais chegaram. Ambos passaram cerca de 1hs40min recolhendo evidências.

No interior do apartamento foi recolhida uma pistola de calibre 635, além de diversos objetos. A arma estava na cama ao lado da cabeça pelo lado direito e, a mão levemente afastada da arma. Ainda foi identificada uma perfuração feita a bala no vidro da porta que dá acesso para a varanda do aparatamento. Uma capsula foi encontrada pelos peritos dentro do quarto, mas, o projetil, não.

Somente o laudo pericial vai determinar em que circunstâncias se deu a morte do advogado Jandui Fernandes.

No local, muitos curiosos, amigos e familiares, aguardaram até o final dos trabalhos dos peritos. Os filhos não permitiram que ninguém fizesse fotos.

O delegado, Helder Carvalhal, não quis se pronunciar com detalhes sobre o que foi encontrado no interior do prédio, dizendo apenas que era cedo para fazer qualquer afirmação sobre a morte de Jandui Fernandes.

Os familiares aguardam pela perícia do ITEP para definir se irão sepultar o corpo do advogado, sem a realização de velório e missa de corpo presente.

O advogado Jandui Fernandes, foi vereador em duas legislaturas na Câmara Municipal de Caicó. Venceu as eleições em 1996, pelo PL e depois em 2000, ficou na suplência pelo PP e foi convocado para assumir a vaga deixada por José Teixeira.