Três pacientes morreram com Covid-19 no Hospital Regional do Seridó neste domingo (28)

Os três pacientes eram das cidades de Assu e Currais Novos

A Assessoria de Comunicação do Hospital Regional do Seridó, confirmou que ocorreram três mortes por Covid-19 na unidade, neste domingo, dia 28 de junho.

Os pacientes eram, 1 de Assu e dois de Currais Novos.

Não foram divulgas informações como o tempo de internamento e se tinham algum tipo de comorbidade.


País contabiliza 71 mil infectados, 5 mil mortes e 32 mil recuperados Foto Tatiana Fortes Governo do Ceará

Brasil bate novo recorde de mortes por covid-19 em um dia

O Brasil bateu novo recorde de mortes em um dia em razão da pandemia do novo coronavírus, com 474. Segundo atualização do Ministério da Saúde divulgada nesta terça-feira (28), o total subiu para 5.017, aumento de 10,4%. O acréscimo mais alto até então havia sido na quinta-feira (23), quando foram contabilizados 407.

O Brasil chegou a 71.886 pessoas infectadas. Nas últimas 24 horas foram adicionadas às estatísticas mais 5.385 casos, aumento de 8,1% em relação a ontem, quando foram registrados 66.501 mil pessoas nessa condição. Foi o segundo maior número em um dia, perdendo apenas para o sábado (25), quando foram acrescidos 5.514 novos casos ao balanço.

De acordo com o Ministério da Saúde, deste total, 34.325 estão em acompanhamento (48%) e 32.544 já foram recuperados, deixando de apresentar os sintomas da doença. Ainda são investigados 1.156 mortes.


Itália tem quase mil mortes causadas pela Covid-19, o recorde diário

O número de mortes na Itália por causa do Covid-19, a doença causada pelo coronavírus aumentou em 919, disse a agência de proteção civil nesta sexta-feira (27). Até agora, 9.143 pessoas morreram por conta da epidemia no país.

É o recorde para um único dia. Antes, havia sido o 21 de março, quando 793 pessoas haviam morrido. No entanto, 50 delas são referentes à mortes de quinta-feira, na região do Piemonte, que foram contabilizadas nesta sexta-feira.

Nos últimos dias, os números foram os seguintes:

  • 23 de março: 602
  • 24 de março: 743
  • 25 de março: 683
  • 26 de março: 712
  • 27 de março: 919

As infecções de coronavírus na Itália não atingiram seu pico, disse Silvio Brusaferro, chefe do Instituto Superior de Saúde do país nesta sexta-feira (27).

“Não atingimos o pico e não passamos dele”, disse Brussaferro.

Ele disso que há, no entanto, sinais de uma desaceleração no número de pessoas que estão ficando infectadas, o que sugere que o pico não está longe. Depois disso, os novos casos vão entrar em tendência visível de queda.

“O nosso comportamento vai influenciar em quão íngreme vai ser a queda, quando ela começar”, afirmou ele, em uma referência à aderência dos italianos às restrições ao movimento impostas pelo governo.

G1


Deicor investiga série de assassinatos na região Oeste do estado

Armas apreendidas na ação do Deicor

Policiais civis da Divisão Especial de Investigação e de Combate ao Crime Organizado – Deicor, realizaram ação na última quarta-feira (19), nas cidades de Caicó, Jucurutu, e sítios no Sertão da Paraíba e Oeste do Rio Grande do Norte. O objetivo foi dar cumprimento a mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça de Campo Grande/RN, na tentativa de fazer cessar mais de uma dezena de mortes registradas na região oeste.

A investigação é presidida por uma comissão de delegados, tendo a frente o diretor da Deicor, Odilon Teodósio. A comissão foi criada depois da morte do homem identificado como Chico Boi, no dia 10 de julho de 2018, em Janduis.

Na ação desta quarta, os policiais apreenderam três espingardas e dois revólveres, além de munições.

Duas espingardas foram apreendidas

Foi preso, no sítio Salgado, zona rural de Belém de Brejo do Cruz/PB, Francisco das Chagas Garcia da Silva. Ele estava na posse de um revólver de calibre 38. No mesmo sítio, foi apreendido outro revólver de calibre 38, um rifle de calibre 38.

Um adolescente também foi apreendido. Ele assumiu ser dono de uma das armas apreendidas na ação.

Continue lendo


Mãe e filhos de detento morto em Alcaçuz serão indenizados pelo Estado do RN

Mortes ocorreram durante rebelião registrado em janeiro de 2017

Uma família conquistou judicialmente o direito de ser indenizada em razão dos danos ocasionados pela morte de um familiar que estava preso sob custódia do Estado do Rio Grande do Norte no Presídio de Alcaçuz em Nísia Floresta. O preso foi morto por companheiros de cela no final do ano de 2015. A justiça, através de sentença do juiz Luiz Alberto Dantas Filho, da 5ª Vara da Fazenda Pública de Natal, condenou o Estado a indenizar os dois filhos menores e a mãe da vítima com o valor de R$ 50 mil para cada um, a título de danos morais, devidamente corrigidos.

Na mesma sentença, o magistrado também condenou o Estado do RN, a título de danos materiais, a pagar uma pensão mensal correspondente a um salário mínimo em favor de A. M. F. da S. e J. A. F. da S., atualmente no valor de R$ 954,00, divididos em duas partes iguais de meio salário mínimo, ou seja, R$ 477,00, alterável sempre que modificar o salário mínimo.

Continue lendo


ITEP registrou 5 mortes na região Seridó no período do carnaval 2018

ITEP registrou mortes no período do carnaval 2018, no Seridó

O Instituto Técnico-Cientifico de Perícia-ITEP, regional do Seridó com sede em Caicó, registrou no período de 08 a 13 de fevereiro, 5 óbitos.

Os dados estatísticos revelam que morreram duas pessoas por acidente de trânsito, 2 por suicídio e 1 vítima de homicídio.

Os atos extremos (suicídios), foram registrados em Caicó, sendo um no dia 10 e o outro no dia 12 de fevereiro, ou seja, em pleno carnaval.

Os dois acidentes aconteceram, um na cidade de Acari e o outro em Paraú. Já, o homicídio, foi registrado em Tenente Laurentino Cruz, no dia 08 de fevereiro.


No Brasil, 30 crianças e adolescentes são assassinados a cada dia

No Brasil, 30 crianças e adolescentes são assassinados a cada dia

Um em cada seis homicídios registrados em 2015 vitimou brasileiros com até 19 anos de idade. O número de mortes violentas nessa faixa etária mais que dobrou desde 1990, passando de 5 mil para 10,9 mil. Os dados, extraídos do Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde, figuram em um relatório da Fundação Abrinq sobre a situação das crianças e adolescentes frente aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, divulgado nesta terça-feira 12.

O objetivo 16 prevê a promoção de “sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis”.

Continue lendo


Brasil: mais de 30 jornalistas foram assassinados nos últimos 11 anos

Brasil aparece entre os países com maior índice de mortes de jornalistas

Levantamento da UNESCO, órgão das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, aponta que nos últimos 11 anos, 37 jornalistas foram assassinados no Brasil.

O número foi divulgado na quarta-feira (3), Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, e ressalta a importância do respeito aos princípios fundamentais da liberdade de imprensa. O Brasil ocupa a sexta posição entre os países mais perigosos para o exercício da profissão, perdendo apenas para Síria, Iraque, Paquistão, México e Somália.

O estudo da UNESCO foi feito em parceria com a ABERT, Secretaria Especial de Direitos Humanos, Artigo 19, Committee to Protect Jornalists, Press Emblem Campaign e Repórteres Sem Fronteiras.

Os radialistas foram as maiores vítimas da violência, com um total de 16 mortes. Jornalistas (12), Blogueiros (6), cinegrafistas (2) e fotógrafos (1) completam a lista. Além do perfil das vítimas, as regiões Sudeste e Nordeste apresentam números alarmantes: no período de 2006 a 2016, cada uma das regiões registrou 14 mortes de comunicadores, enquanto o Centro-Oeste teve seis mortes, duas no Norte e uma no Sul. Até o momento, apenas oito casos foram resolvidos, sendo que outros 23 seguem em “andamento” ou sem resolução.