Please enter banners and links.


Pistola de policial civil assassinado é recuperada e suspeito morre em confronto armado na Zona Oeste de Natal

Arma roubada de policial é recuperada e bandido morre em confronto

Uma operação conjunta envolvendo a Divisão Especializada de Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) e a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), realizada no início da manhã desta quinta-feira (23), conseguiu recuperar a pistola que pertencia ao policial civil André Severiano da Silva, morto no dia 30 de abril em Emaús, na cidade de Parnamirim, na Grande Natal.

O homem que estava com a arma, suspeito de participar do assassinato do agente, foi baleado durante um confronto com as equipes e morreu.

O suspeito morto foi identificado como Ruan Carlos Pereira, mais conhecido como ‘Maquinista’. O confronto aconteceu na Rua Rio Potengi, no bairro das Quintas, na Zona Oeste da capital.



Negado Mandado de Segurança para restabelecer salários de policial civil preso

O juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, negou um Mandado de Segurança impetrado pela defesa do agente de Polícia Civil, Tibério Vinicius Mendes de França. O agente, que se encontra preso preventivamente, pleiteava a anulação do ato administrativo de suspensão de seus vencimentos.

“Em última análise, não vislumbro qualquer vício de legalidade no ato da autoridade coatora que determinou a suspensão do pagamento da remuneração do impetrante”, decidiu o magistrado.

Segundo as alegações da defesa, Tibério Vinicius vinha recebendo seus vencimentos regularmente até o mês de fevereiro de 2017. Argumenta que foi surpreendido com a suspensão do pagamento dos seus vencimentos, o que sustenta ser abusivo e ilegal, diante da violação aos princípios constitucionais da presunção de inocência e da dignidade da pessoa humana.

O Estado do Rio Grande do Norte apresentou defesa do ato, sustentando a legalidade da medida adotada.



RN: Policial civil morreu atropelado quando fazia fotos de corrida de buggy em Jacumã

Policial foi atropelado na praia de Jacumã, no litoral do RN

O policial civil André Luis Josuá de Lima, de 47 anos, morreu na tarde deste domingo, (27), após ser atropelado por um buggy na praia de Jacumã, no litoral norte do Rio Grande do Norte. Ele estava fazendo fotos dos veículos de competição, ao longo do percurso da corrida, quando foi atropelado. Ele foi socorrido no local do acidente, mas não resistiu aos ferimentos.

O acidente aconteceu quando o policial acompanhava, como fotógrafo, uma corrida entre buggys nas dunas da praia.

Nota:

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Norte – Adepol divulgou nota de pesar. Confira:

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Norte – ADEPOL vem a público manifestar o seu mais profundo pesar pela morte do policial civil André Luis Josuá de Lima, fruto de um trágico acidente, ocorrido na praia de Jacuma/RN.

A Adepol lamenta profundamente a tragédia ao tempo que presta condolências à família do policial bem como a todos os seus colegas de profissão, rogando a Deus que os conforte neste momento de dor, diante da perda precoce e inesperada.

Vídeo:

Assista ao vídeo do acidente feito por pessoas que está no local:



Policial civil conquista título de campeão de Jiu-Jitsu nos Estados Unidos

Policial civil conquista título de campeão de jiu-jitsu nos Estados Unidos

Carlos Alexandre, agente de polícia civil do RN, conquistou o 1o. lugar em uma competição de jiu-jitsu que aconteceu neste final de semana nos Estados Unidos. O policial civil foi campeão na categoria pluma durante a realização do Boston Spring Internacional jiu-jitsu USA, que foi realizado no último domingo (22), na cidade de Boston.