Município de Caicó e Sebrae discutem modernização da feira livre

Feira Livre de Caicó foi discutida em reunião no Sebrae

A feira livre é um importante centro de comercialização e interação entre pessoas do campo e da cidade, e tem uma dimensão econômica, social e cultural. A necessidade de organização do espaço público e de valorização da agricultura familiar levaram o Município de Caicó e o Sebrae a iniciarem uma discussão sobre a modernização da feira livre.

Em Caicó, a feira livre reúne aproximadamente 300 feirantes, explicou o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Marco Pinto, durante reunião realizada na manhã dessa quinta-feira (01) com a analista da Unidade de Acesso a Mercados do Sebrae, Jéssica Barros. Também estiveram presentes a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caicó, Ana Aline Morais, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Diego Vale, e da equipe do escritório do Sebrae Caicó, Pedro Medeiros, Ana Débora e José Rangel.

O Sebrae auxiliará o Município no que tange à capacitação dos feirantes e estruturação do projeto da feira. “A primeira etapa será a visita técnica para diagnóstico da feira. Em seguida, o Sebrae apresentará o relatório e sugestões de melhorias estruturais. A terceira etapa é a realização de oficinas com os feirantes e poder público para construção do Plano de Ação para modernização da feira livre”, detalhou Jéssica Barros.

Além da valorizando da agricultura familiar, a feira livre é importante por destacar os traços culturais de cada localidade. “É preciso criar o hábito nas novas gerações de visitar a feira livre. O objetivo é o de fortalecer a atividade comercial e garantir maior comodidade aos consumidores”, destacou o secretário Diego Vale.



Quase 60% dos MEI’s inadimplentes tiveram cadastro cancelado, revela Sebrae

Estima-se que parte dos 57% dos microempreendedores inadimplentes do Rio Grande do Norte tiveram o seu Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) cancelado. A informação foi publicado pelo Serviço de Apoio à Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) do RN.

A partir do cancelamento, os débitos migrarão automaticamente para o CPF vinculado. Para exercer alguma atividade econômica formalmente, o empreendedor deverá realizar nova inscrição.

Continue lendo




SEBRAE traz José Pacheco para Fórum de Educação Empreendedora, em Caicó

José Pacheco partipa de Fórum de Educação Empreendedora em Caicó

Com o objetivo de promover e disseminar a cultura de empreendedorismo na rede de ensino formal do Rio Grande do Norte, o SEBRAE vai realizar, em Caicó, o Fórum Regional de Educação Empreendedora.

O evento, que será realizado no dia 14 de dezembro, no Celebre Recepções, contará com palestra do renomado professor José Pacheco, Mestre em Ciência da Educação pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto.

Pacheco é idealizador da Escola da Ponte, em Portugal, instituição que se notabilizou pelo projeto educativo baseado na autonomia dos estudantes.  Na oportunidade, ele falará sobre “Novas Pedagogias de Ensino”.

José Pacheco é um dos mais renomados estudiosos na área de educação. Será um momento importante de conhecimentos para todos que atuam nessa área poderem assimilar novas informações sobre o tema”, afirmou Pedro Medeiros, gerente do SEBRAE, em Caicó.

O evento também terá a presença de Éverton Lucena, Analista do SEBRAE/RN e coordenador Estadual do Programa Nacional de Educação Empreendedora. Na ocasião, ele irá abordar o tema “Cenário da Educação Empreendedora no RN”. Ao final do fórum, será realizado o Painel: Experiências exitosas de iniciativas na educação formal do Seridó do RN.

As inscrições para o Fórum Regional de Educação Empreendedora podem ser feitas no SEBRAE Caicó pelo (84) 3417-7400 ou pelo 0800 570 0800.



APL vai alavancar produção de frutas na Serra de Santana

Produção-do-Caju-chega-a-4,5-toneladas-por-ano
Produção do Caju chega a 4,5 toneladas por ano

Clima, localização geográfica e tradição tornam a Serra de Santana, na região do Seridó, um dos polos de fruticultura do Rio Grande do Norte. Os sete municípios da área – Bodó, Cerro Corá, Florânia, Lagoa Nova, Santana do Matos, São Vicente e Tenente Laurentino – foram responsáveis pela produção de 5.750 toneladas de frutas na última safra, movimentando R$ 7,5 milhões. O potencial, no entanto, é ainda maior e para explorar essa atividade o Sebrae no Rio Grande do Norte, juntamente com instituições parceira, está estruturando na região o Arranjo Produtivo Local (APL) da Fruticultura da Serra de Santana.

A ideia é organizar a cadeia de valor, melhorar o manejo e otimizar a comercialização, sobretudo para os pequenos agricultores, para desenvolver a fruticultura e agroindústria de processamento de forma inovadora e sustentável. Sem se constituir uma figura jurídica, o APL é uma aglomeração de empreendimentos, localizados em um mesmo território, que apresentam especialização produtiva e mantêm vínculos de articulação, interação, cooperação e aprendizagem entre si e com governo, associações empresariais, instituições de crédito, ensino e pesquisa.

No caso do APL de Fruticultura da Serra de Santana, o arranjo reúne cerca de 120 pequenos produtores, principalmente cajucultores, com propriedades em três cidades da serra que têm clima e produção semelhantes: Bodó, Cerro Corá e Logoa Nova, atraindo novos compradores e ampliando mercado para esses agricultores. Inicialmente, o APL vai abranger apenas esses municípios, mas, em seguida, serão inseridas as cidades de Florânia, São Vicente, Santana do Matos e Tenente Laurentino Cruz.



Espaço Terroir do Sebrae terá capacitações e sabores regionais

Um local para ver, degustar, comprar e aprender a harmonizar produtos regionais de alto apelo gastronômico, como os vinhos gaúchos, as ostras, os queijos potiguares, as castanhas do Acre e o café capixaba. Assim será a participação do Sebrae no Rio Grande do Norte na 55ª Festa do Boi com o Espaço Terroir, que terá exposição, degustação e harmonização de produtos, além de mais de 50 tipos de capacitações diferentes, entre palestras, oficinas e seminários, tratando dos sabores de cada canto do Brasil. A estrutura e a programação do espaço foram apresentadas nesta quarta-feira (4), durante almoço no restaurante Nau Frutos do Mar. A Festa do Boi começa no próximo sábado (7), no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim.

Em uma área de quase 3 mil metros quadrados, o Espaço Terroir pretende reunir produtores de diversas regiões com exposição, degustação e venda de produtos terroir – aqueles oriundos de uma determinada região com influência de clima, terra, relevo e águas que os tornam específicos, como é o caso dos queijos da região do Seridó. “A proposta desta edição é deixar o espaço multissetorial de forma diferenciada com um olhar para o pequeno produtor”, explica a coordenadora do espaço, Sergina Dantas.

A Vitrine de Produtos Terroir terá exposição de queijos artesanais, cachaças, camarões e ostras potiguares, cafés brasileiros.  Para o espaço, foram selecionados produtos de todas as regiões do Brasil que se destacam pela regionalidade e diferenciação, seja pelo elevado padrão de qualidade, identificação de origem (IG), valor agregado, certificação orgânica, sustentabilidade e ou saudabilidade.

Continue lendo



Prefeitura e SEBRAE fecham parceria para estimular expansão e competitividade do bordado de Caicó

Prefeitura e SEBRAE fecham parceria para estimular expansão e competitividade do bordado de Caicó

A ideia é que o Bordado de Caicó chegue às passarelas, ampliando a produção para o vestuário e agregando valor ao produto”, destaca o prefeito Batata Araújo sobre a parceria firmada com o SEBRAE para reestruturar técnicas de modelagens no segmento de peças de vestuário com bordado. O trabalho envolverá participantes da associação e cooperativa de bordadeiras de Caicó.

A consultoria será contratada ao SENAI, com objetivo de ajustar o fluxo produtivo, com ênfase na qualidade da confecção. O gerente do SEBRAE em Caicó, Pedro Medeiros, explicou que o trabalho envolverá desde o traçado, produção até projeção de moldes com peças de bordado, a partir de pesquisa de tendências de moda e estilo para os públicos feminino e masculino, focando em design e vestibilidade.

O bordado de Caicó é conhecido nacionalmente e está muito presente em roupas de cama, mesa e banho. Com essa parceria, pretendemos enriquecer a linha de peças produzidas em Caicó e fortalecer a marca, agregando valor ao produto e encantando cada vez mais o consumidor”, reforça Diego Vale, secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Caicó.

Outra ação importante para o setor produtivo é o processo de Indicação Geográfica do Bordado do Seridó, já iniciado pelo SEBRAE.



Sebrae de Caicó anuncia programação de palestras e atividades na Semana do MEI

O gerente do Sebrae em Caicó, Pedro Medeiros, concedeu entrevista nesta  segunda-feira (08) na Rádio Caicó, sobre a Semana do Microempreendedor Individual. Até sexta-feira, dia 13, acontecerão palestras dentro da programação.

Assista:



Emparn também fala em inverno de transição para o semi-árido nordestino em 2017

Gilmar Bristot, meteorologista da Emparn espera chuvas nas próximas semanas no RN – (Foto: Sidney Silva)

Os profetas do tempo e o meteorologista da Emparn, Gilmar Bristot, participaram de reunião na sede do Sebrae em Caicó, na manhã desta terça-feira (14). A associação dos Municípios e o Sebrae foram os idealizadores do encontro.

A reunião misturou ciência e conhecimento popular, serviu para uma troca de informações.

O meteorologista, Gilmar Bristot, disse que as análises para a previsão do tempo, elas estão favoráveis. “Nós estamos com pouco vento de sudeste e o de Nordeste, muito forte trazendo umidade, principalmente para a região do Vale do Assu. Nos próximos dias, como estamos nos aproximando da estação do outono, a atmosfera, ela fica mais sensível e com isso, as condições melhores para formação de chuvas”, disse.

Ouça a entrevista de Gilmar Bristot, completa:

 



Mulheres estão à frente de 46,9% dos novos negócios do RN

Número de empreendedoras no Rio Grande do Norte passou de 66 mil para 115 mil Foto Moraes Neto
Número de empreendedoras no Rio Grande do Norte passou de 66 mil para 115 mil – (Foto: Moraes Neto)

No Dia Internacional da Mulher, o Rio Grande do Norte tem ao menos um motivo para comemorar: o aumento gradativo da participação feminina no meio empresarial. Apesar da predominância dos homens, 46,9% dos negócios do estado formalizados como Microempreendedor Individual (MEI) são liderados por mulheres dentro de um universo de mais de 90 mil empresas. Isso comprova a força do empreendedorismo feminino, sobretudo à frente de novos negócios, criados nessa nova realidade econômica. No Brasil, as mulheres já representam 49% do total de empreendedores nacionais.

De acordo com levantamento feito pelo Sebrae no Rio Grande do Norte com base nos dados do Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br), as mulheres dominam as dez principais atividades de maior frequência entre os MEI – faixa que reúne 32.348 microempreendedores. Elas são donas de 68,8% desses negócios.

O público feminino também lidera o ranking das cinco atividades que detêm um grande número de MEIs, contribuindo para mudança significativa na distribuição por sexo quando comparado ao universo de total de microempreendedores. No comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios, que a atividade que mais reúne negócios no Rio Grande do Norte, 77% das empresas são comandadas por mulheres. Entre os cabeleireiros o percentual feminino é ainda maior: 81%.

Continue lendo