Empresa que lucraria 500 mil da Prefeitura de Caicó com livros vai recolher material

Livros adquiridos de empresa de Fortaleza tem que serem devolvidos

A Prefeitura de Caicó, está devolvendo os livros adquiridos pelo gabinete do prefeito afastado, Robson Araújo, Batata (PSDB), sem que passassem pelo crivo da Secretaria de Educação do Município.

O Ministério Público recomendou, já depois do afastamento do gestor, que o pagamento pela aquisição do material que era de quase 500 mil reais, não fosse realizado. A atual gestão atendeu ao MP e entrou em contato com empresa responsável pelos livros, que é de Fortaleza e cancelou a tratativa.

Os livros que já estavam na sede da Prefeitura de Caicó, estão para serem devolvidos, sem que o Município tenha qualquer ônus.

O procurador jurídico da Prefeitura, Sérgio Magalhães, disse em entrevista ao Blog Sidney Silva, que na quinta-feira (23), a secretária de Educação, Lúcia Gregório, foi ouvida pela Promotora Uliana Lemos, no Inquérito Civil que foi instaurado pela apurar a compra dos livros. Ela disse que não tomou conhecimento da aquisição dos livros e que estranhou, pois, o Ministério da Educação faz repasses de livros didáticos e paradidáticos de forma gratuita.