Nildson Dantas: “Eu não posso aqui estar dizendo que sou o candidato do Governador”

Vereador Nildson Dantas classifica como tímida leitura da mensagem do prefeito Roberto Germano
Vereador Nildson Dantas não tem apoio do Governador para pré-candidatura

O vereador Nildson Dantas (PSD), concedeu entrevista ao programa Comando Geral na Rádio Caicó, no final da manhã desta terça-feira (19). O assunto foi política. Perguntado sobre atual conjuntura política local e se diante dela, seu projeto de pré-candidatura a prefeitura permanecia de pé, ele foi enfático: “Firma e de pé“. Criticou o que ele chamou de “gestão contínua“, de Roberto Germano e Bibi Costa, que já dura 16 anos. “O povo está cansado, são 16 anos de uma administração contínua aonde dois cidadãos administram Caicó, Roberto Germano e Bibi Costa e esses 16 anos, não tem agradado, Bibi, saiu desgastado e Roberto, passa por desgaste terrível“.

Recentemente o vereador, que também é presidente da Câmara de Vereadores, filiou-se ao PSD, partido comandando no Estado, por Robinson Faria. Segundo ele, falaram em conversa apenas sobre legenda para disputar eleição, mas, não sobre o apoio.

Eu não posso aqui estar dizendo que sou o candidato do Governador, eu quero e pretendo ser o candidato do povo. Minha candidatura é que tem menos padrinhos, quase nenhum. A candidatura de Nildson Dantas, é a única que não tem o aval de nenhum desses medalhões do estado, nem do governador, ainda. Eu estou no partido dele, mas, nós não conversamos sobre o apoio dele ao nosso projeto, nós conversamos se eu teria legenda e é inevitável que eu tenha, agora, eu espero contar com o governador, primeiro porque eu votei nele no segundo turno e segundo; Porque é o partido dele que vai buscar o espaço e, Caicó é uma cidade importante; Terceiro porque, Vivaldo não votou com ele para governador, inclusive, o discurso de Vivaldo com relação a minha pessoa é muito parecido com o que ele fazia com o governador. As pessoas perguntavam: Vivaldo, porque você não vota em Robinson e ele dizia que era porque Robinson tinha pouca chance de ganhar. Agora, quando é comigo, ele diz: porque Nildson tem pouca chance de ganhar a eleição“, disse.

Ouça a entrevista completa: