Novas regras de publicidade têm potencial para modernizar exercício da advocacia

Fruto de mais de dois anos de trabalho e diálogo, o novo provimento da OAB que atualiza as regras de publicidade para uso de redes sociais tem o potencial de modernizar o exercício da advocacia e diminuir a insegurança sobre as práticas vedadas e suas punições.

O objetivo das novas regras foi de contemplar o anseio de modernização da maioria da categoria, especialmente dos jovens profissionais.

As mudanças foram debatidas por mais de dois anos por um grupo de trabalho que fez reuniões com seccionais da OAB de vários estados e abriu consulta online para ouvir a advocacia a respeito das regras de publicidade.

O grupo de trabalho constatou que uma das maiores demandas era a autorização de publicidade nas redes sociais e o uso de plataformas digitais para intermediação e divulgação de serviços.

ConJur