Rio Verde é a primeira cidade da América do Sul com TV 100% digital

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O processo de desligamento da transmissão analógica de televisão na cidade de Rio Verde (GO) foi concluído nesta terça-feira, 1º de março, pelo ministro das Comunicações, André Figueiredo. Com a mudança, a frequência de 700 MHz, já leiloada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), já começa a ser liberada para a ampliação do serviço de 4G na região.

“Com a primeira cidade da América do Sul com sinal de TV totalmente digital, o Brasil mantém o pioneirismo histórico no desenvolvimento tecnológico para a radiodifusão”, disse o ministro.

Às 12h50, na TV Anhanguera, afiliada da Rede Globo e única geradora da cidade, o ministro apertou o botão que encerrou o envio do sinal analógico. Em seguida, André Figueiredo repetiu o procedimento na TV Sucesso, vinculada à Record. As TVs Bandeirantes, SBT e Cultura também iniciaram a operação exclusivamente no formato digital na localidade. Outras três estações que operam no município (TV Canção Nova, Record News e Rede Vida) já fizeram o switch off  (desligamento do sinal analógico) no último dia 15 de fevereiro.

O ministro confirmou que, até 2018, todo o espectro será totalmente disponibilizado para a internet móvel de alta velocidade e enalteceu a integração do setor para o sucesso da iniciativa. “O desligamento foi uma ação conjugada de esforços entre o governo, as emissoras de TV e as empresas de telefonia para promover esse momento histórico para o país. Isso proporcionará ainda uma evolução do 4G”, comentou, ao indicar que o índice para o fim do sinal analógico foi definido em consenso.

“Tivemos grandes momentos na televisão brasileira. Passamos pela mudança da imagem em preto e branco para a colorida. Em 2007, iniciamos o oferecimento do sinal digital. Agora, alcançamos a totalidade de uma cidade brasileira com o novo formato de imagem”, completou.

Ao afirmar que a entrega dos conversores às famílias de programas sociais do governo federal é fundamental para ampliação do processo de inclusão no País, o ministro pontuou que a nova tecnologia também funcionará nos televisores mais antigos. “Fornecemos os equipamentos (conversores do sinal da TV digital) para os beneficiários do Bolsa Família, incluindo também os presentes no Cadastro Único do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Isso garante acesso gratuito para todas as faixas de renda”, disse.

O presidente da Anatel, João Resende, João Rezende, destacou que os investimentos serão potencializados para o oferecimento de melhores serviços. “Nos próximos cinco anos, o Brasil contará com um salto no setores de radiodifusão e de telecomunicações”, previu. “A população de todas as regiões passadão a receber um sinal de internet de quarta geração. Mais conexão veloz para o Brasil”, acrescentou.

Transição

Rio Verde é a cidade-piloto no processo de implantação do Sistema Brasileiro de TV Digital. Depois do desligamento, a programação das emissoras deixa de ser exibida na cidade pelo sistema analógico, que apresenta qualidade de som e imagem inferiores. Em seu lugar, as geradoras vão continuar transmitindo, por 30 dias, uma cartela fixa informando ao telespectador como proceder para ter acesso ao sinal digital.

Fonte: Ministério das Comunicações