Caicó: Prefeitura e Sindicatos não chegam a acordo sobre o pagamento de dezembro de 2016 aos servidores

Secretário Marcos Aírton fez proposta de pagar em 5 parcelas, mas, sindicato não concordou

Em mais uma reunião, o prefeito de Caicó, Batata Araújo, voltou a discutir nesta segunda-feira (16) o pagamento do mês dezembro deixado pela gestão anterior. O secretário municipal de Tributação e Finanças, Marcos Airton, também participou da rodada de negociação com representantes do Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Caicó), Sindsaúde (Sindicato dos Servidores em Saúde do Rio Grande do Norte) e o Sindas (Sindicato dos Agentes de Saúde do RN).

Marcos Airton destacou que a prefeitura tinha uma proposta inicial de fazer o pagamento da folha de janeiro, com todas as atualizações e os aumentos devidos, tanto para Educação quanto para o restante dos funcionários.

Pagaríamos janeiro completo e propomos uma divisão em seis parcelas do salário de dezembro, mas o sindicato veio com uma proposta de três parcelas. Ainda fizemos uma contraproposta para pagar em cinco. Uma nova reunião está marcada para a quarta-feira (18), às 14h30, para tentar um consenso entre a prefeitura e os sindicatos dos servidores”, disse o secretário.

O presidente do Sindserv, Thiago Costa, confirmou que a gestão do prefeito Batata ficou de analisar as propostas dos sindicatos, fazer um estudo financeiro do município e apresentar uma nova proposta para as entidades que representam os servidores municipais de Caicó.

Isso mostra a disposição do sindicato em buscar o diálogo. Vendo essa disposição da atual gestão de fazer o levantamento das finanças, de apresentar uma proposta melhor e analisar as propostas que foram colocadas pelo sindicato, nós pedimos a compreensão da categoria dos servidores e iremos adiar a assembleia que estava prevista para terça-feira (17), às 8 horas para a próxima quinta-feira, no mesmo horário”, ressaltou Thiago Costa.

Representantes dos sindicados dos Servidores não concordam com propostas da prefeitura e nova reunião vai ocorrer esta semana

Divulgados os nomes dos líderes que comandaram rebelião em Alcaçuz; Assassino de F. Gomes é um deles

Líderes do PCC no RN que comandaram rebelião em Alcaçuz; De trás pra frente, o segundo, é João Fransico dos Santos, o Dão

As forças de segurança do Rio Grande do Norte, trabalharam durante todo o dia nesta segunda-feira (16), em uma operação especial de extração de 5 membros do PCC, internos do Pavilhão 5, tidos como líderes da rebelião que teve início da tarde do último sábado (14) no Presídio de Alcaçuz.

O Blog Sidney Silva apurou que os líderes serão interrogados pela Polícia Civil em um inquérito especial que está em andamento, que foi instaurado para apurar os crimes de participação em organização criminosa e homicídios.

Eles foram identificados como, Paulo da Silva Santos, João Francisco dos Santos “Dão” – que é condenado pelo assassinato do jornalista caicoense, Francisco Gomes de Medeiros – José Cândido Prado, Paulo Márcio Rodrigues de Araújo e Thiago Sousa Soares.

Por outro lado, o ITEP já fez a identificação de 4 corpos de vítimas por comparação digital. São eles: Jeferson Pedrosa Cardoso, Anderson Barbalho da Silva, Goerge Santos de Lima e Diogo de Melo Ferreira.

Jornalista Orlando Rodrigues está internado em UTI em Natal

Jornalista Orlando Rodrigues está internado em Natal

O jornalista Orlando Rodrigues, mais conhecido por Caboré, está internado desde o último sábado (14) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Promater, em Natal. Seu estado de saúde é considerado grave e inspira cuidados.

Com quadro de hemorragia gástrica de causa ainda não identificada, o jornalista também passa por outras complicações, inclusive, renal. Orlando Caboré Rangel Rodrigues é jornalista, foi blogueiro e autor de livros. Ele é transplantando.

*Do Blog do Miqueias Capuxú

Líderes de rebelião em Alcaçuz são retirados de dentro da unidade para prestar depoimento

Presídio de Alcaçuz após a entrada da PM

A Polícia Militar, com apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE) e Grupo de Escolta Penal (GEP), entrou, nesta segunda-feira (16), na Penitenciária Estadual de Alcaçuz em operação especial.  A ação tinha como principal objetivo retirar do presídio cinco detentos apontados – segundo investigações das forças de segurança do Rio Grande do Norte – como os líderes da rebelião que terminou com presos mortos e feridos.

Após negociação, PM, GOE e GEP fizeram buscas nos pavilhões 4 e 5 e conseguiram identificar os cinco suspeitos, que foram encaminhados para a Polícia Civil, onde serão interrogados pelas autoridades competentes.

Sobre Alcaçuz, em nota, Governo do Estado diz que não tem interesse em esconder informações

Em nota, Governo diz que não esconde números - (Foto: Rayane Mainara)

Com relação à situação no presídio estadual de Alcaçuz, o Governo do Estado do Rio Grande do Norte presta os seguintes esclarecimentos:

O Instituto-Técnico e Científico de Perícia (ITEP) tem realizado o trabalho de retirada dos corpos. Na noite deste domingo (15), foram contabilizados 26 óbitos.

Em virtude das instalações do presídio estarem bastante danificadas, por causa das últimas ocorrências, e por ainda concentrarem detentos nas áreas internas, tem sido um trabalho difícil e demorado. Outro fator que também dificulta a identificação é a situação em que alguns corpos foram encontrados.

O ITEP permanece trabalhando e existe a possibilidade de que outros corpos sejam descobertos nas dependências do presídio, portanto, esses números poderão ser atualizados. O Governo do Estado trabalha com absoluta transparência e não tem interesse em esconder as informações.

As ações policiais ainda atuam em Alcaçuz para preservar o controle no local.

Nesta segunda-feira (16) está em andamento uma operação no presídio, com GOE, Choque e Bope, além do apoio de outros órgãos, para a realização de um pente fino no presídio, com o objetivo de manter a ordem e identificar se há outros mortos.

A Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania (Sejuc) está gradativamente realizando a contagem de presos nos pavilhões. Só após a conclusão dessa contagem será possível confirmar se houve fugas.

Na madrugada, por volta das 3h da manhã, detentos do presídio provisório Raimundo Nonato, na zona Norte de Natal, iniciaram um motim. Alguns colchões foram queimados e os agentes realizaram alguns disparos para conter o grupo, até a chegada do reforço da Polícia Militar com o BOPE e BP Choque na área externa. Até o início da manhã, a PM permaneceu no local aguardando a chegada do Grupo de Operações Especiais (GOE) para realizar uma revista no local. A situação está controlada e não há informação sobre feridos na unidade.

A partir das 17h os secretários de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino, e da Segurança Pública, Caio Bezerra, estarão à disposição da imprensa na sede da Secretaria de Segurança Pública para prestar as informações mais recentes sobre as ações realizadas nas últimas 24 horas.

Vídeo: Polícia Militar de São Bento/PB prende detentos que escaparam durante rebelião em Alcaçuz

Policiais militares da cidade de São Bento/PB, prenderam na manhã desta segunda-feira (16), dois detentos que escaparam da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta/RN, na tarde do último sábado. Eles foram identificados como Andrêi Silva Leão “Nêgo Pará” e João Bosco “Matuto”.

De acordo com o Capitão C. Lima, chegaram informações ao Copom da presença dos dois homens em uma casa. A informação também dava conta a dupla era assaltante de banco. Os policiais montam uma operação e conseguiram deter os dois.

Eles confirmaram aos policiais, que fugiram durante a rebelião que foi deflagrada na tarde de sábado. Também disseram que pertencem ao PCC e que dentro do presídio, morreram mais de cem presos.

Um dos presos, é identificado como Nêgo Pará. Ele participou do roubo aos Correios da cidade de Timbaúba dos Batistas no dia 3 de julho de 2013. Naquela data, morreu Douglas Alves de Oliveira, que participou da ação e trocou tiros com a polícia. O Nêgo Pará, foi preso em uma blitz na cidade de Jardim de Piranhas.

Presos dão início a novo motim em Alcaçuz; Outros corpos podem ter sido encontrados

Presos reassume o controle de Alcaçuz na manhã desta segunda - (Foto: Magnus Nascimento)

Tribuna do Norte – Os detentos retomaram o controle da penitenciária estadual de Alcaçuz na manhã desta segunda-feira (16). Em cima dos pavilhões, os detentos de facções rivais estão trocando ameaças. Presos da facção “Sindicato do Crime do RN” cobra a saída de todos os membros do PCC, que teriam matado membros de facção rival entre sábado e domingo (15). Segundo os detentos, o número de presos mortos é superior ao divulgado pelo Governo do estado.

Sobre o teto do pavilhão 1, presos afirmam que o número de mortos é maior do que os 26 divulgado pelo Governo do Estado. De acordo com os detentos, ainda há corpos em valas e fossas do presídio.

Imagens: PM retomando o controle de Alcaçuz na manhã deste domingo (15)

Presídio de Alcaçuz após a entrada da PM

Carro de juiz de direito é tomado de assalto na RN-233; Ladrões tentaram contra ônibus de sacoleiras

Ônibus que conduzia sacoleiras é alvo de ladrões na RN 233

Policiais militares estão em diligência na região de Paraú e Upanema, para tentar prender um grupo de assaltantes que tentaram parar na bala um comboio de ônibus que conduzia sacoleiras na rodovia estadual RN 233.

Por causa dos constantes assaltos na região, as sacoleiras andam com segurança armada e estes revidaram aos disparos.

Os assaltantes estavam em dois carros, sendo um Corsa de cor escura e um Honda Civic.

Quando perceberam que não conseguiriam assaltar os ônibus, os ladrões abandonaram os dois carros e tomaram na mesma estrada, um Corsa Classic e um Pajero, este pertencente ao juiz da comarca de Pau dos Ferros, que passavam no local.

Policiais militares foram acionados e estão em diligência. As vítimas dos assaltos estão na Delegacia de Açu.

*Com informações de Jarbas Rocha

Sesed divulga que 26 presos foram mortos em Alcaçuz; ITEP diz que todos foram decapitados

Corpos foram retirados de dentro de Alcaçuz

Durante a entrevista coletiva realizada na noite deste domingo (15), na Escola de Governo no Centro Administrativo em Natal, o Secretário de Segurança Caio Bezerra, anunciou que na verdade foram 26 os presos assassinados dentro da Penitenciária Estadual de Alcaçuz.

Os corpos foram retirados de dentro da unidade na parte da tarde e encaminhados para a sede do ITEP no Bairro da Ribeira em Natal. Ao chegar, eles foram colocados dentro de um caminhão com câmara fria e levados para o Quartal Geral da Polícia Militar por medida de segurança.

Nesta segunda-feira (16), terá início o trabalho de identificação e necropsia dos corpos, que de acordo com Marcos Brandão, diretor do ITEP, deve durar cerca de 30 dias.

Os peritos atuarão para identificar os corpos através da arcada dentária, DNA e outros métodos.

Entre os corpos, dois estão parcialmente carbonizados, muitos com perfurações em várias partes do corpo e todos estão decapitados.

No interior de Alcaçuz, foram encontradas armas de fogo caseiras e uma granada não letal que não foi usada. O secretário Walber Virgolino, disse que os presos tiraram o pino, mas, ela não foi detonada.

ITEP contrata caminhão com câmara fria para transportar corpos de Alcaçuz

Caminhão que será usado para transportar presos mortos de Alcaçuz para o ITEP
Caminhão que será usado para transportar presos mortos de Alcaçuz para o ITEP

O Instituto Técnico-Científico de Perícia – ITEP do Rio Grande do Norte, contratou um caminhão com câmara fria para fazer o transporte dos corpos que estão na Penitenciária Estadual de Alcaçuz em Nísia Floresta até sua sede.

Os corpos passarão por processo de identificação e necropsia e depois serão entregues aos familiares que providenciarão os sepultamentos.

Na sede do ITEP foi montada uma estrutura com tendas e cadeiras para atender aos familiares dos presos mortos durante a rebelião.

ITEP montou estrutura para receber familiares de presos mortos

ITEP monta estrutura para identificação de corpos e receber famílias de presos mortos

ITEP realiza operação para fazer necropsia de corpos de detentos mortos em Alcaçuz - (Foto: Rayane Mainara)

O ITEP está com a equipe de médicos legistas do RN e da Paraíba de plantão para identificar com agilidade as vítimas fatais. As ruas no entorno da sede do ITEP estão sendo interditadas para facilitar o acesso de veículos e familiares das vítimas. Também serão disponibilizados psicólogos e assistentes sociais em uma sala específica para atendimento dos familiares dos presos.

A Polícia Civil contará com três equipes de delegados da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e 15 homens para fazer a perícia dos locais de crime.

Sejuc confirma que bloqueadores impediram comunicação de presos

Secretário de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino, confirma que bloqueadores impediram contatos de presos - (Foto: Rayane Mainara)

O titular da Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino, informou na manhã deste domingo (15), que os responsáveis pela rebelião já foram identificados e serão penalizados. Virgolino ainda destacou que “com os bloqueadores de celular instalados e em funcionamento em Alcaçuz, os presos não conseguiram contato com detentos de outras unidades prisionais do Estado”.

 

Líderes de rebelião no RN são identificados e serão transferidos

Em entrevista coletiva Sejuc confirma que líderes de rebelião foram identificados - (Foto: Elias Medeiros/G1)

Do G1/RN – O Governo do Rio Grande do Norte identificou pelo menos seis líderes da rebelião na Penitenciária Estadual de Alcaçuz que durou cerca de 14h e deixou mortos. De acordo com a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), o governo vai pedir a transferências dos líderes para presídios federais. Outros detentos devem ser transferidos ainda neste domingo (15) para outras unidades prisionais do estado.

O Itep montou uma ‘operação de guerra’ para receber os corpos. Uma carreta frigorífica foi contratada para armazenar os corpos e legistas do Ceará e da Paraíba vão auxiliar no processo de identificação. De acordo com o Itep, o órgão está preparado para receber 100 ou mais corpos, se for o caso. No entanto, uma fonte do governo informou que até a publicação desta matéria pelo menos 25 mortes foram confirmadas. Oficialmente, o governo do RN diz que há ‘mais de dez mortos’.

O titular da Sejuc, Wallber Virgolino, informou confirmou que os presos do pavilhão 5 invadiram o pavilhão 4. “É impossível evitar mortes quando eles querem. O pavilhão 4 tinha entre 150 e 200 presos. Não sabemos ainda precisar quantos morreram”, disse. Até a publicação desta matéria, a polícia já havia entrado nos pavilhões 1, 2 e 3 e se preparava para entrar nos pavilhões 4 e 5 onde a situação  já estava controlada.

Leia a notícia completa aqui

Caicó: Alimentos arrecadados em peça teatral foram doados para o grupo Amigos Solidários

Alimentos arrecadados foram doados para o grupo Amigos Solidários

Na última sexta-feira, 13, o Salão Nobre da Casa da Cidadania ( antiga prefeitura), apresentou “Senhora de Engenho – Entre a Cruz e a Torá” com a Cia. de Teatro Popular de Camaragibe – PE, onde o ingresso foi 1kg de alimento não-perecível.

Os alimentos arrecadados foram doados para o grupo Amigos Solidários, que desempenha um trabalho social junto a comunidade Frei Damião, em Caicó.

Conforme informação de Luiz Santos, que faz parte da coordenação do grupo Amigos Solidários, a arrecadação totalizou 127kg de alimento, e em breve será distribuído para a comunidade. O grupo atua em Caicó, realizando o “Sopão Solidário” toda sexta-feira na comunidade Frei Damião, onde também desempenha outras ações solidárias.

O espetáculo visitou Caicó através do projeto de Circulação Nacional, incentivado pelo Funcultura, Fundarpe, e Secretaria de Cultura do Governo de Pernambuco. Em Caicó, o grupo contou com o apoio da Associação Cultural de Caicó e da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, e Coordenação de Cultura.