Júri do ex-pastor acusado da morte de F. Gomes é transferido para Natal

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, através do juiz convocado, Luiz Alberto Dantas Filho, decidiu na manhã desta quarta-feira (09), desaforar o julgamento popular do réu Gilson Neudo Soares do Amaral, ex-pastor evangélico, que também responde pela morte do jornalista caicoense, F. Gomes.

De acordo com a decisão, o Tribunal, à unanimidade, em consonância com o parecer do Ministério Público, acolheu o pedido de desaforamento, e consequente determinou a transferência do julgamento para a Comarca de Natal.

O defensor público, Serjano Marcos Torquato Vale, é o responsável pela defesa do réu e foi quem fez o pedido de desaforamento.

O promotor de Justiça, Carlos Cox, vai atuar na acusação do réu.

O julgamento popular do ex-pastor Gilson Neudo, estava marcado para o dia 16 de novembro de 2016, às 09hs, no Fórum Amaro Cavalcante em Caicó.