Suspeito de assaltar agência dos Correios em Brejo do Cruz, PB, é preso em Pernambuco

Material apreendido pela Polícia

Um homem suspeito de participar de um assalto realizado na agência dos Correios de Brejo do Cruz, no Sertão da Paraíba, foi preso em Pernambuco na manhã deste domingo (14). O assalto aconteceu em agosto de 2019, quando uma dupla armada invadiu o local e roubou dinheiro e a arma do vigilante.

O suspeito foi detido na casa onde morava, localizada no município de Santa Cruz do Capibaribe. Uma pistola foi apreendida no local. A prisão aconteceu por meio de operação conjunta realizada por policiais federais da Paraíba e policiais civis e militares de Pernambuco.

O homem foi levado para uma unidade prisional em Pernambuco. A previsão é de que o inquérito seja concluído até a sexta-feira (19), com o cumprimento de mandado contra outro suspeito de participar do crime.

As investigações foram conduzidas pela Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio e o Tráfico de Armas, da Superintendência de Polícia Federal na Paraíba.

G1/PB


Dois pacientes com sintomas suspeitos de Covid-19 morrem no Hospital Regional em Caicó

Pacientes estavam internados no Regional

Dois pacientes que estavam internados no Hospital Regional do Seridó, com sintomas suspeitos de Covid-19, morreram na tarde desta quinta-feira (21).

Um deles era um homem de 55 anos, natural de Caicó e o outro, também, do sexo masculino e com 30 anos, natural de São Vicente. Ambos foram internados na unidade no dia 20 de maio e ocupavam leitos de UTI.

A diretora do Hospital, Maura Sobreira disse ao Blog Sidney Silva que nesses casos, não repassam informação. Apenas quando ocorre a morte de pessoas com confirmação de Covid-19.


Suspeito de participar da morte de coronel da PM é preso em blitz

Um homem, apontado como o segundo suspeito de participar da morte do coronel Nunes, aposentado da PM, acabou preso no final da tarde deste domingo, 12, em uma blitz de trânsito realizada na Avenida Felizardo Moura, no bairro Nordeste, zona Oeste de Natal.

O principal suspeito do crime, o que atirou no coronel, foi morto em um confronto com policiais no dia 28 de dezembro do ano passado em Macaíba. Ele usava tornozeleira eletrônica e foi rastreado pelo monitoramento do equipamento.

A PM informou que o suspeito preso neste domingo estava em uma moto roubada, e que ele ainda estava armado.

A morte do coronel

O coronel Francildo de Souza Nunes, o coronel Nunes, tinha 63 anos. Ele estava em uma loja quando um bandido entrou e anunciou o assalto. Isso foi no dia 28 de dezembro, na Avenida Princesa Isabel, no bairro de Cidade Alta.

Enquanto fazia de reféns todos os clientes que estavam na loja, o criminoso percebeu um volume por baixo da roupa do coronel e disparou contra ele.

O assaltante fugiu com a ajuda de um comparsa, que o aguardava em uma moto do lado de fora da loja.

*Fonte: Agora RN


Polícia Civil prende mais um suspeito de homicídio na Operação Clowns

Antonio Marcos Soares foi preso pela Polícia

Policiais civis da Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) com o apoio da Força Tática do 9º Batalhão da Polícia Militar prenderam, nesta quarta-feira (23), Antonio Marcos Soares Alves, vulgo “Ernesto” de 19 anos, que se encontrava foragido, no bairro Guarapes em Natal. Ele aparece nas imagens que flagraram o homicídio de Ranieri Pablo, conhecido como “Pequeno”, no dia 4 de agosto de 2018, no bairro de Neópolis. O assassinato de Ranieri foi um tipo de vingança pelo homicídio de Weider Batista Caetano.

Na ocasião de morte de Ranieri, câmeras de segurança flagraram a ação dos criminosos, que forçaram Ranieri a entrar em um carro, sendo executado em seguida. O crime desencadeou aOperação Clowns, deflagrada pela DHPP no mês de Setembro. De acordo com a DHPP, 6 indivíduos foram presos na operação, um foi morto na semana passada e 3 continuam foragidos.

A Polícia pede o apoio da população para localizar Felipe de Souza Nascimento; Joalisson, conhecido como “Pepeu da Portelinha” e Jefferson Cleiton Fernandes, conhecido como “Bomba”, podendo enviar as informações de forma anônima por meio do disque-denúncia 181, ou pelo WhatsApp da DHPP, número (84) 98108-5970.

Confira imagens de câmeras de segurança que flagraram o homicídio de Ranieri, para identificação dos suspeitos:


Polícia prende no Rio de Janeiro um dos suspeitos por homicídio em Natal

Uma investigação da Polícia Civil do Rio Grande do Norte com apoio da Polícia Civil do Rio de Janeiro resultou no cumprimento a um mandado de prisão em desfavor de Douglas William Barbosa da Rocha, 23 anos, um dos suspeitos pelo homicídio de Diogo Ewerton de Oliveira, em 17 de Outubro de 2016, no bairro de Lagoa Nova, Zona Sul de Natal. Ele foi preso no Rio de Janeiro por tráfico de drogas.

De acordo com a investigação realizada pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a motivação para o crime teria sido uma discussão entre Douglas William e um homem identificado como Janielson, durante uma festa n noite anterior ao crime. No momento da ação, Diogo foi confundido com o alvo do homicídio, Janielson, que emprestou sua moto e capacete para a vítima. Além de Douglas William, Pedro Barbosa da Rocha, tio de Douglas, também foi indiciado pelo homicídio.

No crime, Douglas teria efetuado disparos contra a vítima em um veículo celta, o qual Pedro conduzia, tendo ele emprestado a arma para seu sobrinho. A dupla foi indiciada por homicídio qualificado.


Polícia prende suspeito de participação em homicídio que desencadeou Operação Clowns

Policiais militares do 9º Batalhão de Polícia Militar com informações da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), deram cumprimento na sexta-feira (23), a um mandado de prisão em desfavor de Luiz Renan da Silva Oliveira, vulgo “Chocolate”, um dos suspeitos pelo homicídio de Weider Batista Caetano, no dia 11 de Julho, no bairro de Neópolis.

Continue lendo


Suspeito de matar Marielle é transferido para presídio federal

Marielle foi assassinada no Rio de Janeiro

Suspeito de envolvimento na morte da vereadora carioca Marielle Franco, o ex-policial militar Orlando Oliveira de Araújo, conhecido como Orlando Curicica, deixou na manhã de hoje (19), a Penitenciária Laércio da Costa Pelegrino (Bangu I). Ele foi transferido para o Presídio Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

A transferência foi determinada pelo juízo da 5ª Vara Criminal do Rio de Janeiro no dia 14 de maio, a pedido do Ministério Público Estadual (MP). O MP alegou que a transferência é de “grande relevância para o interesse da segurança pública”.

Em inquérito da Delegacia de Homicídios da Capital, Curicica figura como um dos suspeitos de mandar matar Marielle Franco, no dia 14 de março, em uma rua do bairro do Estácio, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. Ele também é apontado pelo MP como principal líder do grupo criminoso conhecido como Milícia de Jacarepaguá.


Polícia pede ajuda para localizar suspeito que matou PM no Alecrim; Veja vídeo

A Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) pede que a população envie informações anônimas sobre o paradeiro de um dos homens, suspeito de ter matado o sargento José Edivaldo do Nascimento, que fazia parte da Banda de Música da Polícia Militar do RN. O homem procurado aparece em imagens de uma câmera de segurança, logo após ter praticado o latrocínio na manhã do dia 21 de abril (um sábado), no bairro do Alecrim, zona Leste de Natal. As informações podem ser repassadas de forma anônima para o Disque-Denúncia 181 ou para o telefone da DHPP 98113.6431.

No dia do crime, um outro suspeito foi detido pela população que estava na rua e conduzido por policiais militares para a Polícia Civil. De acordo com investigações da DHPP, João Carlos Benício da Silva Lima, confessou à Polícia Civil que participou do crime que vitimou o policial José Edivaldo.

Confira vídeo com as imagens para identificação do suspeito: