Arleide Ótica topo
Categorias
Pesquisar

Ministros da UE concordam em sanções por morte de Navalny

Líder da oposição russa Alexei Navalny está morto, diz serviço penitenciário. Alexei Navalny em Moscou
 21/12/2011    REUTERS/Denis Sinyakov
© REUTERS/Denis Sinyakov

Ministros das Relações Exteriores europeus concordaram nesta segunda-feira em impor sanções contra pessoas e organizações responsáveis pela morte do líder da oposição russa Alexei Navalny, afirmou o chefe de política externa da União Europeia, Josep Borrell.

Os ministros tomaram a decisão um dia depois de o presidente russo, Vladimir Putin, se reeleger com uma vitória esmagadora que governos ocidentais condenaram como injusta e antidemocrática, enquanto China, Índia e Coreia do Norte o parabenizaram.

Após uma reunião em Bruxelas, Borrell disse que ministros dos 27 Estados membros da UE concordaram em sancionar “cerca de 30 indivíduos e entidades” — os quais ele não identificou — que foram “responsáveis pelo assassinato de Alexei Navalny”.

Autoridades russas dizem que Navalny, o mais famoso crítico de Putin, morreu em 16 de fevereiro em uma prisão no Ártico de causas naturais.

A esposa de Navalny, Yulia Navalnaya, acusou Putin de tê-lo matado. Líderes ocidentais disseram que Putin e o Estado russo, em última análise, foram os responsáveis pela sua morte.

(Reportagem de Andrew Gray e John Irish)

* É proibida a reprodução deste conteúdo

Agência Brasil

Arleide ÓTICA
Pesquisar
Categorias
Canal YouTube
WhatsApp