Arleide Ótica topo
Categorias
Pesquisar

Colômbia expulsa diplomatas argentinos após Milei chamar Petro de “assassino terrorista”

Javier Milei: novo presidente deixou claro que haverá meses difíceis à frente. Foto: Anita Pouchard Serra/Bloomberg/Getty Images

O governo da Colômbia ordenou nesta quarta-feira (27) a expulsão de todo o corpo diplomático da Argentina no seu país, em protesto pelas declarações que o presidente Javier Milei fez contra o chefe de Estado colombiano, Gustavo Petro.

“As expressões do presidente argentino deterioraram a confiança da nossa nação, além de ofenderem a dignidade do presidente Petro, que foi eleito democraticamente”, afirmou o governo da Colômbia em comunicado.

A decisão acontece depois de Milei dizer, em entrevista a Andrés Oppenheimer, que “não se pode esperar muito de alguém que foi um assassino terrorista”, em referência ao passado de guerrilha de Petro.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores da Colômbia, o alcance da expulsão “será comunicado à embaixada argentina através dos canais institucionais diplomáticos”.

CNN pediu comentários à chancelaria argentina sobre esta decisão e aguarda resposta.

Antes de a decisão ser anunciada, o embaixador colombiano na Argentina, Camilo Romero, antecipou no X que o governo colombiano “está explorando todas as medidas” para responder às declarações de Milei contra o Petro.

AgoraRN

Banner Gov RN
Pesquisar
Categorias
Canal YouTube
WhatsApp