Operação Mal Assombro: Pleno transfere júri de acusado para Natal

TJRN divulga lista de cidades devedoras de precatórios
TJRN manda desaforar Júri de réu preso na operação Mal Assombro

O Pleno do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, na sessão desta quarta-feira (9), voltou a apreciar uma demanda relacionada à chamada “Operação Mal Assombro”, realizada nas cidades de Assú, Ipanguassú e Guamaré com o objetivo de prender pessoas envolvidas com crimes de pistolagem na região e de tirar de circulação armas de fogo. Desta vez, os desembargadores julgaram um Pedido de Desaforamento feito pelo Ministério Público.

O órgão ministerial requereu que fosse deferido o desaforamento do julgamento da Ação Penal n° 0002120-92.2011.8.20.0100, relacionado a um dos supostos envolvidos, Teófilo Dantas Fonseca, da comarca de Assú para a comarca de Natal.

O relator do pedido, desembargador Amílcar Maia, ressaltou que a concessão se dá com base, dentre outros argumentos, no receio de intimidação dos jurados, caso o júri popular fosse mantido na região. Desta forma, à unanimidade e em concordância com o parecer do Ministério Público, o pedido foi atendido.

A operação foi realizada pela Polícia Civil com apoio do Ministério Publico e visava cumprir 21 mandados de buscas e apreensões e duas prisões.