Exposição contará história da Rádio Rural e sua contribuição para a educação e cultura do Seridó

A educação, a cultura, a comunicação e a evangelização no Seridó contaram, no último meio século, com o protagonismo da Fundação Educacional Sant’Ana e das Rádios Rural. O veículo de comunicação nasceu no dia 01 de maio de 1963 e era inicialmente conhecido como Emissora de Educação Rural de Caicó. O intuito da Diocese de Caicó era de alfabetizar a população da região e contribuir com a educação do povo do Seridó.

Ao longo dos anos, a Rádio Rural também se tornou a maior divulgadora da cultura regional, tendo até hoje como alguns dos seus destaques o programa Violeiros do Seridó e o Forró Pela Rural. Por muitos anos, a emissora promoveu o concurso A Mais Bela Voz, que revelou talentos em todo o Seridó. Esses são alguns dos motivos que fazem a Rádio Rural receber frequentemente a visita de ouvintes e até turistas.

Para contar essa história, será lançada nessa quarta-feira, 9 de dezembro, a exposição “Rádio Rural: comunicação, educação e cultura no Seridó”, com apoio do edital Economia Criativa do Sebrae-RN 2020. “A exposição ficará aberta para todos que visitarem a Rural. A ideia é, a partir dela, surgir um memorial para contar a história da rádio”, explica Cristiano Manoel, proponente da exposição e ganhador do edital do Sebrae.

Atualmente, o Sistema Rural de Comunicação é formado pela Rural 102,7 FM, 95,9 FM (de Caicó), Currais Novos 90,9 FM e Rural 1470 AM de Parelhas e segue contribuindo com o desenvolvimento humano e social do Seridó.


SINTE/RN é contra retomada das aulas na Rede Estadual em outubro e cogita chamar Greve

Escolas estão com atividades suspensas por causa da pandemia do novo coronavírus

O Sindicato dos Trabalhadores em Edução do Rio Grande do Norte – SINTE/RN é contrário a retomada das aulas presenciais na Rede Estadual, marcada para 05 de outubro, conforme anunciado pelo secretário Getúlio Marques nesta quinta-feira (03). Por isso, cogita a possibilidade de chamar uma greve.

Para o Sindicato, voltar agora é pôr em risco professores, funcionários, estudantes e pais. A pandemia da Covid-19 não acabou, embora os números de casos, mortes e ocupação de leitos aparentemente tenham diminuído. É possível, no trajeto, levar o vírus para a escola ou trazer para casa. Como se sabe, não há remédios que combatam com eficácia a doença, tampouco existem vacinas que previnam.

Além disso, a maioria das escolas públicas do Rio Grande do Norte não têm condições de receber a comunidade escolar neste momento atípico. Como praxe, há problemas estruturais, faltam materiais e até mesmo professores nos quadros e o número de funcionários é insuficiente.

No entanto, o SINTE não é contra planejar a futura retomada. É necessário preparar os espaços para o pós-pandemia. Porém, isso precisa ser feito com cautela, observando a nossa realidade.

A coordenadora geral do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, afirma que, sem garantias de segurança nas escolas, a entidade vai chamar greve: “Do jeito que as escolas estão, há riscos. Por isso, não vamos aceitar isso (a retomada em outubro)”.


Governo apresenta forma de pagamento para cumprimento do piso nacional do magistério

Governo apresenta forma de pagamento em reunião com servidores da educação – (FOTO: Demis Roussos)

O Governo do RN antecipou para esta terça-feira (03) a rodada de negociação com a categoria de servidores representada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do RN (Sinte-RN), conforme solicitado pelo grupo. O Estado apresentou a proposta quanto à forma de pagamento do reajuste do Piso Nacional do Magistério, fixado em 12,84% em janeiro deste ano pelo Ministério da Educação (MEC). Conforme já foi comunicado anteriormente, o reajuste deste valor está assegurado e o governo propõe que seja pago em três parcelas de 4,11%, nos meses de junho, setembro e dezembro de 2020 para os professores ativos; e em agosto, outubro e dezembro, para os aposentados.

Continue lendo

Serra Negra do Norte conquista 2º lugar no Prêmio Nacional de Educação Empreendedora do SEBRAE

Secretário Petrúcio Ferreira recebeu o prêmio em Florianópolis

Marcos Dantas destaca em seu Blog que a noite foi de festa para a Educação de Serra Negra do Norte.

O Município conquistou o 2º lugar do Prêmio Nacional Sebrae de Educação.

O prêmio foi recebido pelo secretário de Educação do município, Petrúcio Ferreira, nesta terça-feira (08) em Florianópolis.

Ao Blog do Marcos Dantas, Petrúcio escreveu a seguinte mensagem:

“Eu quero agradecer ao Prefeito Sérgio Fernandes pela confiança depositada nessa iniciativa da Educação Empreendedora. Comecei esse Projeto como um pai que gera um filho e jamais esperei que ele fosse chegar tão longe. Hoje, somos o 2º lugar Nacional do Prêmio SEBRAE de Educação Empreendedora. Independente de resultado, alcançamos a maior virtude: o APRENDIZADO.

O Aprendizado de nossos alunos, professores, supervisores, familiares e toda comunidade escolar. O Aprendizado em sermos novos seres para um futuro no amanhã incerto. O Aprendizado para conquistar universos novos. O Aprendizado para a qualidade e não implementação da sociedade do cansaço.

Dedico este troféu aos Professores, Alunos, Supervisores, ASG’s, Pais e todos que compõem a Educação Municipal de nosso município. Enfim, agradeço à Deus, aos colaboradores de todas as secretarias por acreditarem e sonharem junto conosco, ao SEBRAE RN pelos ensinamentos constantes e acreditar que era possível.

Obrigado à todos!


Suposta interferência da Secretaria de Educação de Caicó pode inviabilizar eleições diretas para diretores de escolas

Mesmo com a Comissão Eleitoral Central já instituída e que orientaria e realizaria as eleições para os próximos gestores das escolas municipais até o final deste ano, informações chegadas ao Blog do Marcos Dantas dão conta que a Secretaria Municipal de Educação de Caicó vem se movimentando para não realizar as eleições, numa tentativa de, juntamente com alguns diretores de escolas, adiar o processo eleitoral para o próximo ano, situação que se choca com o que determina a lei que regulamenta as eleições.

O que vem chamando a atenção de alguns é o silêncio que toma conta das escolas, Secretaria de Educação, Câmara de Vereadores e SindServ, no tocante a este assunto, , tudo isto, de acordo com as fontes que conversaram com o Blog, para atender conveniências que não é as da gestão democrática nas escolas da rede pública municipal de Caicó.

A Gestão Democrática na rede municipal de ensino, através de eleições diretas de diretores e vice, foi uma luta intensa dos trabalhadores em educação em momentos passados, mas que agora, parece que está sendo jogada para debaixo do tapete para atender outros interesses.


SindServ Caicó promoverá Seminário “Educação e Direitos sob ataque”

Seminário acontece em Caicó

As centrais sindicais convocaram uma greve nacional em defesa da educação, da democracia e contra os retrocessos da reforma da previdência para o próximo dia 13 de agosto. O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Caicó aderiu à mobilização e realizará uma intensa programação que marcará o dia da Greve Nacional da Educação.

O SindServ está convidando os servidores municipais para o Seminário “Educação e Direitos sob ataque”, que acontecerá no Centro Pastoral Dom Wagner, das 08 às 11h e das 14 às 17h. Os debatedores serão Sandra Kelly (diretora do CERES/UFRN), Veranilson Santos (diretor do SindServ Caicó), Celino Bezerra (vice-presidente da CTB/RN) e Antônio Neves (secretário geral da CTB/RN).

Serão debatidos temas como: fim da Fundeb e do Piso Salarial do Magistério; Contra os cortes/contingenciamentos de verbas da Educação Federal; Manifesto em Defesa do Ensino Superior Público e Gratuito, contra o programa “Future-se”; Combate à Reforma da Previdência (PEC 6/2019), que foi aprovada em 1° turno na Câmara dos Deputados; e ataques sistemáticos do (Des)governo Bolsonaro à democracia e à soberania popular.

O evento é gratuito e aberto ao público. A programação contará ainda com sorteio de livros para os participantes do Seminário. O SindServ é o sindicato representativo dos servidores municipais de Caicó que completou 30 anos de atuação em 2019.


Governo do RN convoca 456 professores temporários

O Diário Oficial do Estado deste sábado (6), trouxe a convocação de 456 professores temporários para os quadros da Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer do RN. No total, foram publicadas cinco convocações. Esses profissionais serão distribuídos pelas unidades de ensino estadual distribuídas pelas 16 diretorias regionais de Educação e Cultura.

Essa é a terceira convocação de professores da gestão da governadora Fátima Bezerra. As duas primeiras, realizadas no final do mês de março, convocaram 410 professores efetivos.

Além de terem sido chamados professores temporários para as demandas das escolas estaduais regulares, também foram chamados educadores destinadas as unidades que ofertam educação profissional, para o sistema prisional e socioeducativo e para a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Os candidatos terão vinte dias, a partir da data de publicação, para se apresentarem nas sedes das Diretorias Regionais de Educação e de Cultura para onde foram convocados. Os educadores deverão levar toda a documentação e exames obrigatórios para assumirem o cargo. Os itens exigidos estão descritos nas convocações publicadas no DOE.

Os nomeados desenvolverão suas atividades nas disciplinas de Artes, Biologia, Educação Física, Ensino Religioso, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Pedagogia (Anos Iniciais e Educação Especial), Química e Sociologia. Do eixo tecnológico, foram convocados educadores dos cursos de Energias Renovável e Segurança do Trabalho.


Manifesto contra cortes de verbas para UFRN, UFERSA e IFRN nas ruas de Caicó; Veja vídeos

Na manhã desta quarta-feira (15), em Caicó, alunos, professores e técnicos em educação estiveram nas ruas da cidade fazendo caminhada em protesto contra os cortes de 30% no orçamento para instituições federais anunciados pelo Ministério da Educação.

No Rio Grande do Norte, a UFRN, a UFERSA e o IFRN, são diretamente atingidos pelos cortes.

O manifesto acompanha o movimento nacional e tem a participação de escolas públicas e universidades estaduais.

Veja um pouco da manifestação em Caicó:

*Vídeos de Heitor, Cáritas