Arleide Ótica topo
Categorias
Pesquisar

Para 76% dos brasileiros, licença-paternidade deveria ser maior; diz pesquisa Datafolha

licenca paternidade foto capa

Segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira, 76% dos brasileiros acreditam que o período de licença-paternidade deveria ser maior. Atualmente, os pais têm direito a se ausentar do trabalho por cinco dias corridos para ficar com o filho recém-nascido.

A ampliação do período de licença-paternidade é mais apoiada pelos homens, com 77% deles concordando com o aumento do prazo, enquanto 21% discordam. Entre as mulheres, 75% apoiam a medida, mas 23% são contrárias.

Além disso, 83% dos entrevistados acham que a licença-maternidade também deveria ser maior, passando de 120 para 180 dias. Entre os homens, 78% concordam com a ampliação, enquanto 20% discordam total ou parcialmente. Já entre as mulheres, 88% apoiam o aumento, e apenas 11% discordam.

A pesquisa entrevistou 2.002 pessoas em 147 municípios de todas as regiões do país, nos dias 19 e 20 de março, com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Empresários são os que menos concordam com o aumento do período de licença-paternidade, com 67% sendo contrários à medida. Eles também são os menos favoráveis à ampliação da licença-maternidade, com 65% discordando.

Entre os bolsonaristas, 73% concordam com o aumento da licença-paternidade, e 78% apoiam a ampliação da licença-maternidade. Já entre os petistas, 78% acham que a licença-paternidade deveria ser maior, e 87% concordam com a ampliação da licença-maternidade.

As informações são do jornal O Globo

AgoraRN

Banner Gov RN
Pesquisar
Categorias
WhatsApp
Canal YouTube