Please enter banners and links.


Dezenas de integrantes de facção criminosa do Brasil, fogem de presídio no Paraguai

Buraco foi escavado por presos para fugir

Do G1 – Dezenas de integrantes da facção criminosa brasileira Primeiro Comando da Capital – PCC, fugiram por um túnel de um presídio na cidade paraguaia de Pedro Juan Cabellero, que fica na fronteira com a cidade brasileira de Ponta Porã (Mato Grosso do Sul), na madrugada deste domingo (19).

De acordo com a ministra da Justiça do Paraguai, Cecília Perez, 91 presos conseguiram a escapar da prisão entre 3h30 e 4h. Mais tarde, a procuradora Reinalda Palacios declarou o número foi corrigido para 75, de acordo com o jornal “ABC Color” .

Continue lendo


PM morre em troca de tiros durante fuga na penitenciária de segurança máxima em Itamaracá

Um grupo de detentos fugiu, na noite de quarta-feira (13), da Penitenciária Professor Barreto Campelo, na Ilha de Itamaracá, no Grande Recife. Durante a fuga da unidade, que é de segurança máxima, os presos trocaram tiros com um policial militar, que foi atingido na cabeça e morreu, segundo a Polícia Civil. Ainda não se sabe a quantidade de fugitivos.

Presídio registrou fuga de presos; entre eles estava o homem acusado de mandar matar um Promotor de Justiça – (Foto: Kety Marinho/TV Globo)

O Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco (Sindasp) aponta que, entre os fugitivos, está José Maria Rosendo, condenado em 2016 como mandante da morte do promotor de Itaíba Thiago Farias. O crime aconteceu em 2013 e a motivação, segundo a PF, envolveu uma disputa pelas terras de uma fazenda.

O delegado João Brito, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que esteve na Barreto Campelo, afirmou que o sargento da PM Rinaldo Azevedo Campelo, de 49 anos, fazia a guarda externa da prisão quando percebeu o plano de fuga, reagiu e foi baleado. Ele chegou a ser socorrido por um agente penitenciário, mas morreu ao dar entrada no hospital local.

Ainda de acordo com o delegado, não houve explosão de muros durante a fuga. Os presos conseguiram escapar pelas laterais da penitenciária, em circunstâncias que ainda vão ser investigadas.

Segundo o Sindasp, uma contagem deve ser feita na manhã desta quinta-feira (14) para constatar o total de fugitivos.

*G1/PE



10 presos fogem da Cadeia Pública de Picuí/PB

Pelo menos 10 presos fugiram na madrugada desta terça-feira, (18), da Cadeia Pública de Picuí, na Paraíba. Segundo informações, os homens teriam fugindo pelo telhado e a fuga só teria sido notada pela manhã. Os presos fizeram barulho e cantavam durante a madrugada para despistar os agentes.

As forças policiais estão em diligências para tentar recuperar os presos foragidos.

A polícia pede aos moradores que informem qualquer atitude suspeita pelos telefones: 3371 2915 ou 999490630.

Os nomes dos foragidos são:

José Paulo da Silva Santos, de Picuí (Monga)

João Paulo da Silva Santos, de Picuí

Antônio da Silva Santos, de Picuí

José Edson dos Santos, de Nova Floresta

Ícaro Rodrigo Cavalcante da Silva, de Tangará

Silvestre Evangelista Sobrinho, 22 anos, de Picuí

José William Silva Costa, de Picuí

José Henrique Alves, de Currais Novos

Daniel Quirino de Andrade, de Esperança

Esteferson Pereira Sousa dos Santos, de Picuí



Grupo é preso suspeito ajudar na fuga de mais de 90 detentos de presídio na PB

Material apreendido pela Polícia

Ao todo, 10 pessoas foram presas, na tarde desta segunda-feira (10), em João Pessoa, suspeitas de integrarem um grupo que teria ajudado na fuga de mais de 90 detentos do presídio de segurança máxima PB1, na capital paraibana, na madrugada desta segunda-feira, segundo informações da Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social (Seds).

De acordo com a Seds, os suspeitos estavam hospedados em um flat, localizado na orla de Manaíra. Com o grupo, foram apreendidas seis armas de fogo, entre essas, um fuzil.

Até as 17h, 50 detentos haviam sido recapturados, conforme a Seds. A Secretaria de Estado da Comunicação informou que “todos os danos causados àquela unidade prisional já foram sanados, com conserto de dois portões e a substituição dos cadeados violados durante a ação criminosa”.

*Do G1/PB



Mais de 100 detentos fogem de presídio de segurança máxima em João Pessoa

Presídio PB1 teve fuga em massa em João Pessoa

Cerca de 105 presos fugiram na madrugada desta segunda-feira (10) da Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves Abrantes, o PB1, em João Pessoa, segundo nota divulgada pela Secretaria de Estado de Defesa Social (SEDS). Até às 6h27, 22 detentos haviam sido recapturados.

Pessoas que moram perto da cadeia começaram a ouvir disparos e uma explosão pouco depois da meia-noite. De acordo com informações da PM, cerca de vinte homens chegaram em quatro carros e dispararam várias vezes contra as guaritas, o alojamento e o portão principal, que foi derrubado após uma explosão. Houve troca de tiros entre os bandidos e policiais militares e agentes prisionais.

Em outra ação, que acontecia no mesmo momento, um grupo fechou a rodovial estadual PB-008. Um tenente da PM que tentava combater a ação, foi baleado na cabeça e levado ao Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Segundo o boletim do hospital, o tenente segue internado em estado de saúde grave.

A Polícia Civil investiga o caso, e as primeiras informações apontam que o objetivo era resgatar quatro homens que foram presos no mês passado em Lucena, na região metropolitana de João Pessoa, após um ataque a um carro-forte.

Eles são acusados de integrar uma quadrilha que atua em todo o país na explosão de caixas eletrônicos e carros-fortes.

*Do G1/PB



Presos fogem do CDP da Ribeira em Natal; Veja vídeo da fuga

Presos fugiram do Centro de Detenção Provisória da Ribeira, localizado na Zona Leste de Natal. O fato se deu na madrugada desta sexta-feira (23).

Eles foram identificados como: Idicarlos Souza costa, Raimundo Alves da Silva, Antônio Carlos do Nascimento Silva, Judson Anselmo da Silva, Carlos Alexsandro Teixeira Feliciano, Wallace França da Silva Junior e José Roberto da Silva Barbosa, que foi recapturado.

Veja vídeo da fuga:



Após ação contra bancos em Serra Negra, bandidos deixaram carro queimando em estrada

Sobre a ação criminosa registrada na madrugada de sábado na cidade de Serra Negra do Norte/RN, o Blog Sidney Silva, apurou ainda que foram cerca de 20 homens fortemente armados que participaram.

O grupo se dividiu entre as duas agências e o prédio da Polícia. Lá, eles atiraram para impedir a saída de policiais enquanto os demais explodiam os bancos. As duas agências foram atacadas de forma simultânea.

Na fuga, os bandidos seguiram pela zona rural em direção a cidade de São Bento na Paraíba. Na estrada carroçável, na altura do sítio Lucas, eles atearam fogo em um veículo Onix de cor vermelha, para impedir a passagem da polícia.

As duas agências já haviam sofrido ataques em anos passados.