Polícia realiza operação saturação em Caicó

Polícia realiza operação saturação em Caicó

A Polícia Militar de Caicó continua realizando a “Operação Saturação”. A ação vem sendo executada diariamente por toda a cidade e tem como objetivo garantir a ordem evitando a prática de crimes. Estão participando, equipes da Cavalaria, Rádio Patrulha, GTO e guarnições do 3º DPRE. As abordagens são realizadas embarreiras à pessoas a pé, de bicicletas, em veículos, motocicletas e táxis.

De acordo com o tenente-coronel Walmary Costa, comandante do 6º BPM, existe uma preocupação maior por parte da Polícia Militar em saturar ainda mais as áreas de maior incidência de crimes de toda ordem. Mesmo que as estatísticas venham a mostrar reduções nos roubos e furtos, as rondas devem continuar constantemente.

“O serviço de inteligência da Polícia Militar vem atuando bastante e nós elaboramos um planejamento a partir deste serviço. Esperamos que através deste trabalho, nós possamos levar ainda mais segurança a população”, declarou o comandante Costa.

A Polícia Militar também conta com o serviço de denúncias anônimas, onde as pessoas podem ligar o número 190 e colaborar no trabalho de investigação e ostensivo.



MP informa que grupos fraudavam licitações e formaram cartel

Outros agentes públicos, que desempenharam ou ainda desempenham funções na Semsur, também foram incorporados ao núcleo administrativo da organização criminosa, principalmente José Erasmo dos Santos Júnior, Kelly Patrícia Montenegro Sampaio Alves, Romário Luan Araújo de Lima, Valério Max de Freitas Melo e Walney Mendes Accioly. Walney, mesmo sem ostentar nos 5 últimos anos vínculo formal com o órgão, elaborava documentos internos da Secretaria.

A investigação do MPRN demonstrou, ainda, que, mantendo a estratégia de cooptação do comando da Semsur para núcleo administrativo, a organização criminosa, antes mesmo da confirmação da mudança do titular da pasta, já tinha iniciado, desde dezembro de 2016, o recrutamento do ex-secretário Jerônimo da Câmara Ferreira de Melo. Ao assumir o cargo no início de 2017, Jerônimo Melo colocou a serviço do grupo criminoso o próprio filho, Daniel Fernandes Ferreira de Melo, e o chefe de Gabinete Airton Soares Costa Neto. Jerônimo e Airton já deixaram os cargos que ocupavam na Secretaria de Serviços Urbanos.

A investigação realizada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte teve início em 11 de março de 2015, data em que foi instaurado um inquérito civil. Pelo apurado, as condutas dos participantes do esquema criminoso caracterizam crimes como peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, pertinência a organização criminosa, lavagem de dinheiro, dispensa indevida de licitação, fraude aos procedimentos licitatórios e formação de cartel.



Segundo MP, empresários monopolizavam contratos de iluminação pública da Sensur

Dados da Controladoria Geral do Município de Natal demonstram que entre os anos de 2013 e 2017, as empresas Alclog, Ancar, Enertec, FGTech, Geosistemas, Lançar, Real Energy e Servlight, todas sediadas em Pernambuco, foram beneficiárias de pagamentos no montante de R$ 73.433.486,86 de contratos com a Semsur. O MPRN estima superfaturamento médio de 30% no valor dos contratos celebrados.

A investigação da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Natal, que contou com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MPRN, desvendou que os empresários Alberto Cardoso Correia do Rêgo Filho, Allan Emmanuel Ferreira da Rocha, Epaminondas da Fonseca Ramos Júnior, Felipe Gonçalves de Castro, Jorge Cavalcanti Mendonça e Silva, Maurício Custódio Guarabyra e Maurício Ricardo de Moraes Guerra, associados em organização criminosa e fazendo uso das empresas deles, monopolizam os contratos de serviços de iluminação pública da Semsur pelo menos desde o ano de 2013 até os dias atuais mediante controle de mercado, corrupção de agentes públicos, peculato, lavagem de capitais e fraudes nas licitações e contratações diretas. Para o MP, eles integram o “núcleo empresarial” da organização.

A apuração constatou que, além das empresas referidas, os investigados também utilizam outras firmas na consecução das atividades da organização criminosa, seja mediante a formação de consórcios, através de empresas por eles próprios controladas, ou ainda utilizando-se de firmas que participam das licitações e processos de contratação direta apenas para simular a ocorrência de disputa. Algumas dessas empresas eventualmente são subcontratadas para prestar os serviços licitados e vencidos pelo cartel.

Os investigadores descobriram também que a organização criminosa é integrada por um “núcleo de lavagem de capitais”. Os integrantes desse núcleo são os responsáveis pelo pagamento de propina a agentes públicos, seja em espécie ou através da aquisição de veículos.

Os agentes públicos integram o “núcleo administrativo”, sendo recrutados para viabilizar contratações e pagamentos em favor do esquema criminoso. O MPRN encontrou provas de que, ao assumirem o comando da Semsur em janeiro de 2013, o ex-secretário Ranieri Barbosa, o secretário-adjunto, Sérgio Emerenciano, e o diretor do Departamento de Iluminação Pública, Antônio Fernandes foram cooptados para o núcleo administrativo da organização criminosa e passaram a atuar para assegurar a presença do cartel no domínio dos contratos de serviços de iluminação pública da Secretaria.



MPRN investiga desvios de R$ 22 milhões na Secretaria de Serviços Urbanos de Natal

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou na manhã desta segunda-feira (24) a operação Cidade Luz, que investiga o desvio de R$ 22.030.046,06 da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Natal (Semsur). Pelo que foi apurado pelo MPRN, há indícios que o montante é decorrente de superfaturamento e pagamento de propina relativos a contratos firmados entre empresas e a Secretaria para a prestação de serviços referentes à manutenção e à decoração do parque de iluminação pública da capital potiguar. O ex-secretário de Serviços Urbanos de Natal, Ranieri Barbosa, foi afastado do cargo de presidente da Câmara Municipal de Natal, que ocupa atualmente. Ele está proibido de ir à Câmara Municipal, à Semsur e à Controladoria do Município.

Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram expedidos pelo juiz da 7ª vara Criminal de Natal e foram cumpridos com apoio da Polícia Militar nas cidades de Natal e Parnamirim, no Rio Grande do Norte, e também em Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes e ainda em Fernando de Noronha, em Pernambuco. Os gabinetes de Ranieri Barbosa e da Presidência da Câmara Municipal de Natal também foram alvos dos mandados.

Ao todo, foram expedidos 15 mandados de prisão. Foram presos temporariamente por 5 dias, que podem ser prorrogados por igual período: Adelson Gustavo Coelho Ponciano, Alberto Cardoso Correia do Rego Filho, Antônio Felipe Pinheiro de Oliveira, Antônio Fernandes de Carvalho Junior, Daniel Fernandes Ferreira de Melo, Epaminondas da Fonseca Ramos Junior, Jerônimo da Câmara Ferreira de Melo, Jorge Cavalcanti Mendonça e Silva, Kelly Patricia Montenegro Sampaio Alves, Mauricio Custódio Guarabyra, Mauricio Ricardo de Moraes Guerra, Sergio Pignataro Emerenciano e Valério Max de Freitas Melo. Além deles, foram presos preventivamente Allan Emmanuel Ferreira da Rocha e Felipe Gonçalves de Castro.

A operação Cidade Luz conta com o apoio da Polícia Militar do Rio Grande do Norte e ainda do Ministério Público, da Polícia Militar e da Polícia Civil de Pernambuco.



MPRN investiga desvios de R$ 22 milhões na Secretaria de Serviços Urbanos de Natal

O Ministério Púbico do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou na manhã desta segunda-feira (24) a operação Cidade Luz, que investiga o desvio de R$ 22.030.046,06 da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Natal (Semsur). Pelo que foi apurado pelo MPRN, há indícios que o montante é decorrente de superfaturamento e pagamento de propina relativos a contratos firmados entre empresas e a Secretaria para a prestação de serviços referentes à manutenção e à decoração do parque de iluminação pública do da capital potiguar. O ex-secretário de Serviços Urbanos de Natal, Ranieri Barbosa, foi afastado do cargo de presidente da Câmara Municipal de Natal, que ocupa atualmente.Os mandados foram expedidos pelo juiz da 7ª vara

Criminal de Natal. Há equipes do MPRN e da Polícia Militar cumprindo os mandados nas cidades de Natal e Parnamirim, no Rio Grande do Norte, e Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes e ainda em Fernando de Noronha, em Pernambuco. Os gabinetes de Ranieri Barbosa e da Presidência da Câmara Municipal de Natal também são alvo dos mandados.

*Mais informações em instantes.



PF deflagra operação para desarticular grupo que planejava matar Agentes Penitenciários Federais

PF deflagra operação visando desarticular movimento de presos que planejava a morte de Agentes Penitenciários Federais

A Policia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, (19/7), a operação Força e União visando desarticular movimento arquitetado em unidades prisionais federais que tinha como objetivo o assassinato de Agentes Públicos em resposta ao que internos do Primeiro Comando da Capital (PCC) chamam de “opressão”, o que na verdade é a aplicação de regime disciplinar mais rígido, legalmente imposto dentro das Penitenciárias Federais.

Cerca de 30 policiais federais estão cumprindo 8 mandados de busca e apreensão, sendo 4 no Rio de Janeiro, 4 em São Paulo, 1 mandado de condução coercitiva no Rio de Janeiro, além de 5 mandados de prisão preventiva, 1 em Mossoró e 4 em São Paulo.

De acordo com os levantamentos, a facção criminosa PCC assassinou dois Agentes Penitenciários Federais, em menos de um ano: Alex Belarmino Almeida Silva em setembro de 2016, na cidade de Cascavel/PR e Henry Charles Gama Filho em abril de 2017, em Mossoró/RN.

No decorrer da investigação do homicídio do Agente Federal de Execução Penal Alex Belarmino, foi descoberto que a facção tinha planos de executar dois Agentes Públicos por unidade prisional.

Já em relação ao Agente Henry, as investigações apontaram que sua morte havia sido planejada há dois anos na cidade de São Paulo e teve início através de integrantes do PCC envolvidos na coleta de dados, preparo da ação e com participação de pessoas próximas da vítima.

As investigações demonstraram, também, que não há pessoalidade nas ações do PCC, que escolhe seus alvos em razão das informações e de uma maior vulnerabilidade com o fim de se executar um plano preciso e sem deixar indícios de autoria.



Polícia Civil de Jucurutu prende homens por comércio clandestino de gás de cozinha

Policiais civis da Delegacia de Jucurutu prenderam em flagrante, na quarta-feira (07), um distribuidor irregular de gás de cozinha, no município de São Rafael, e um revendedor, na cidade de Jucurutu.

Segundo investigações, o distribuidor transportava o produto fora dos limites estabelecidos pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), até ao revendedor varejista em Jucurutu, em descumprimento às normas ambientais determinadas pelo Instituto de Defesa do Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (IDEMA).

Na ação, foram apreendidos 178 botijões de gás, além do caminhão que era utilizado para o transporte irregular. Os homens foram presos e autuados por crime contra a ordem econômica, sendo encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.



Operação conjunta prende mulher por receptação e identifica autor de roubos no interior do RN

Material apreendido na operação

Uma operação conjunta deflagrada por policiais civis de Jardim de Piranhas, pelo Grupo Tático Operacional da cidade, e pela Polícia Militar da Paraíba, nesta quinta-feira (08), resultou na prisão em flagrante de Fabiola Vieira Oliveira, pelo crime de receptação, e na identificação de França Bernardo Firmino da Silva, vulgo “Francis”, como autor de vários roubos ocorridos em cidades contíguas a Jardim de Piranhas. Dentre os crimes os quais o homem é suspeito, estão dois roubos em duas lojas, sendo um ocorrido em março e o outro em maio deste ano.

A operação foi realizada após investigações realizadas com integração dos núcleos de inteligência da Polícia Civil do Rio Grande do Norte e a 5ª Companhia Independente de Polícia Militar. Através de diligências realizadas nas cidades de Brejo do Cruz, São José do Brejo do Cruz, e São Bento, vários objetos roubados por França foram recuperados, dentre esses, roupas, celulares e perfumes, sendo tais devolvidos às vítimas.

Fabiola foi presa e encaminhada ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil prosseguirá em diligências a fim de localizar o foragido da Justiça França, o qual tem em seu desfavor um mandado de prisão preventiva, e solicita apoio da população sobre informações do homem, que podem ser denunciadas de forma anônima através do Disque-Denúncia, de número 181.



Polícia realiza operação “Cristal Quebrado” na Zona Sul de Natal

A Polícia Civil com apoio da Polícia Militar realizam na cidade de Natal na manhã desta sexta-feira (09), a Operação Cristal Quebrado. A coordenação é da DENARC.

O objetivo da operação, se acordo com a assessoria de comunicação da Degepol/RN, é da cumprimento a quinze mandados de busca e apreensão em residências localizadas na Zona Sul de  Natal.

A assessoria já informa que duas estufas com plantação de maconha foi encontrada nas primeiras ações.

Haverá  coletiva  às  11 horas na Acadepol.



Polícia Civil prende acusados de associação para o tráfico, homicídios e roubos em Caicó

Material apreendido pela Polícia Civil na Operação Acerto de Contas em Caicó – (FOTO: Divulgação Polícia Civil)

A Polícia Civil de Caicó deflagrou na manhã desta quinta-feira (08), a Operação “Acerto de Contas” e cumpriu mandados de prisão preventiva contra pessoas envolvidas com homicídio, tráfico de drogas e roubos. Equipes comandadas pelos delegados, Ricardo Brito (Regional) e Bruno Barcelos (Municipal), deram cumprimento a mandados de prisão contra pessoas envolvidas com diversos crimes, entre eles, associação para o tráfico de drogas, homicídios e roubos.

Durante a operação, foi preso em flagrante, Fabiano Bento da Silva, residente na Rua Odilon Salvino, no Bairro Boa Passagem. Em sua residência, a Polícia encontrou duas espingardas, a quantia de 1.753 reais e vários sacos de “dindin” que geralmente são usados para embalagem de drogas.

Homicídio

No Matadouro Público de Caicó, foi preso, o magarefe, Josean Oliveira, acusado de homicídio contra a pessoa de Daniel Alves da Silva, de 16 anos. O corpo do adolescente foi encontrado no dia 11 de maio, passado, em estado de decomposição nas imediações do Bairro Frei Damião.

De acordo com a Polícia Civil, Josean Oliveira, figura na investigação como o executor da morte de Daniel. Ele foi preso por força de mandado de prisão quando estava trabalhando.

Associação para o Tráfico de drogas

Foram cumpridos ainda mandados de prisão para pessoas já presas em Penitenciárias e CDPs em diversas cidades do estado.

Acusados de associação para o tráfico de drogas, receberam voz de prisão, Petrucio Railander, o Guiguiu (este, está em Nova Cruz); Isaias Santos da Silva, no CDP da cidade de Parelhas, Valdemir Bezerra de Medeiros, no Pereirão em Caicó, além de Ana Santana de Morais, que segunda a Polícia Civil, atuava como gerente de tráfico. Ela era gerente financeira da droga pertencente a Guiguiu.

Roubo

Também no Presídio de Caicó, receberam voz de prisão, Cláudio Kleberson Alves, o “Golinha”, Andrey Martins da Silva, o “Caiçara”  e Alan Carlos Cirilo da Silva, o “Pêpêu”, este, detido no CPD de Santa Cruz. Todos são acusados de participação no assalto à uma residência no Bairro Maynard há algumas semanas aonde acontecia festa. A Polícia Civil informa que os três são comparsas de Talison Jason Silva de Almeida, que foi preso, também por força de mandado de prisão (temporária) nesta quarta-feira (07), na Zona Leste de Caicó. Com ele, os policiais encontraram uma arma de fogo, munições e cartelas de LSD. O Talison Jason, também teria tido participação no roubo à residência onde ocorria a festa.



Henrique Alves é preso pela Polícia Federal

Henrique Alves foi preso pela PF

O jornal Folha de São Paulo informa na manhã desta terça-feira (06), que o ex-deputado Federal, Henrique Eduardo Alves, (PMDB), foi preso por força de mandado de prisão.

A Polícia Federal cumpriu o mandado que foi expedido pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte e é um desdobramento das delações da Odebrecht.

Na mesma ação deflagrada nesta terça, existe também mandado de prisão para ser cumprido contra ex-deputado Eduardo Cunha, que já está preso.



Polícia prende em Natal, os caicoenses, “Filé” e “Del”

Filé foi capturado em ação da PM em Mãe Luiza

Policiais militares de Natal, prenderam no início da tarde desta terça-feira (30), no Bairro de Mãe Luiza, dois caicoenses, foragidos da Justiça.

Foram detidos,  Josivan Araújo da Silva, mais conhecido como “Filé” e outro identificado como “Del”, este residiu por muitos anos no Conjunto Casas Populares em Caicó. Já, o Filé, ele é suspeito de ter praticado diversos assaltos e homicídios em Caicó, inclusive, o roubo em um sítio aonde estava um policial militar que teve a arma levada.

A prisão dos dois caicoenses foi realizada por policiais do BPCHoque e Rocam.

“Del” foi preso em Natal na tarde desta terça-feira


Operação conjunta prende homem com arma e munições em sítio

Operação conjunta prende homem com armas de munições no Oeste

Uma operação conjunta deflagrada por policiais civis de São Miguel, e policiais militares do 7º Batalhão de Polícia Militar, prendeu em flagrante delito, nesta sexta-feira (26), Antônio Pereira de Vasconcelos, vulgo “Totó”, 62 anos, quando foi apreendido com o mesmo uma arma, munições,pólvora, chumbo, e vários pássaros. A prisão foi realizada através de denúncias anônimas, sendo Antônio preso em flagrante após o cumprimento de mandado de busca e apreensão em um sítio localizado próximo à cidade de São Miguel.

No local, foram apreendidos: uma espingarda calibre 32; uma cartucheira contendo 17 estojos deflagrados; três munições calibre 38 intactas; dois depósitos contendo pólvora; um recipiente contendo espoletas; um recipiente contendo pólvora branca; um recipiente contendo chumbo; três gaiolas; e seis pássaros. Antônio foi preso e autuado por posse ilegal de arma de fogo e crime ambiental, sendo encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.



PF deflagra operação contra tráfico de drogas na Grande Natal

Polícia Federal realizou operação de combate ao tráfico de drogas

A Polícia Federal, com apoio da Polícia Militar, deflagrou na manhã desta sexta-feira (26/5) em Parnamirim, Extremoz e Macaíba, região metropolitana de Natal, a Operação Moisés que visa desarticular uma quadrilha de tráfico interestadual de drogas.

Cerca de 30 policiais federais e 16 PMs estão cumprindo 5 mandados judiciais de busca e apreensão nos endereços dos suspeitos, a maioria, residente em granjas.

Segundo as investigações, que tiveram início há um ano, a droga vinha de outros estados e, ao chegar no RN, era mantida em deposito e depois processada para ganhar volume antes de ser comercializada pelos traficantes.



Operação do MPRN acontece em condomínio da zona sul de Natal

A Operação deflagrada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte, na manhã desta terça-feira (23), tem como alvo, um morador do West Park Boulevard, que fica na Rua Raimundo Chaves, condomínio residencial localizado no Bairro de Lagoa Nova, na Zona Sul de Natal.

A assessoria de imprensa do MPRN, limitou-se a dizer nas redes sociais que só dará informações após o término da operação que conta com o apoio da Polícia Militar.